sexta-feira, 23 de agosto de 2013

A entrevista de Bruno de Carvalho

Excelente entrevista do presidente do Sporting ao jornal A Bola, que li no A Norte de Alvalade:

+: O timing para fazer os esclarecimentos públicos da versão do Sporting sobre o litígio com Bruma - ficar calado perante a cacofonia permanente dos agentes do jogador, e guardar as respostas para um momento mais próximo da decisão da CAP parece-me uma boa estratégia, independentemente do desfecho do caso

+: Destaque ao facto de o salário do jogador ser o assunto mais pacífico nas conversas da renovação de Bruma; assumo que é verdade em função de declarações passadas de Catió Baldé; mostra que as condições para o jogador não são a prioridade dos seus representantes

+: Revelar o papel de Bebiano Gomes e Catió Baldé no caso Edgar Ié, que teve contornos semelhantes aos de Bruma

+: Afastar qualquer tipo de euforia na sequência da vitória ao Arouca, e não querendo fazer destaques individuais a jogadores

+: Apontar a diferença de tratamento dado pela comunicação social relativamente às exigências do Sporting na venda de Rui Patrício: BdC está a ser intransigente ao querer €15M, os outros presidentes são bestiais quando dizem que só vendem pela cláusula de rescisão

+: Alertar para quem lucra mais com as vendas milionárias de outros clubes: agentes e fundos; mais uma vez desafia a comunicação social a investigar e divulgar 

+: Esclarecer a sua presença no banco durante os jogos: é a melhor forma de perceber quem está de corpo e alma no clube, que é coisa que não se pode ver do camarote

-: A presunção de defesa dos interesses da indústria do futebol - até admito que possa ser genuíno, mas soa um pouco a falso; se a FIFA e a UEFA não se preocupam com isso não será o Sporting, com todos os problemas que tem, a ter que dar a cara por essa luta

Sem comentários :

Enviar um comentário