segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Missing the point

No programa "Trio de Ataque" de ontem, foi mencionada a reportagem da France 2 sobre os negócios obscuros com fundos e outros intervenientes de muito duvidosa reputação, na qual se deu destaque à aquisição de Mangala e Defour pelo Porto e cedência posterior de percentagens do passe.

Para mim o mais estranho não é que Porto tenha vendido 33% do passe de Mangala e Defour à Doyen a troco de €2.5M cada. Muitos outros clubes o fazem, entre os quais Benfica e Sporting. É uma forma legítima (apesar de eticamente muito discutível) de financiar aquisições que de outra forma seriam mais complicadas.

Onde Jorge Gabriel e João Gobern falharam redondamente, foi ao não referir que foram oferecidos 10% do passe de Mangala (e não vendidos, como disseram os dois paineleiros) a uma empresa encapotada de Luciano D'Onofrio, homem com relações antigas com o Porto e que por acaso era dirigente do Standard de Liege, clube que vendeu Mangala ao Porto. E havia muito material para prosseguir a discussão à volta do lodo em que o Porto é constantemente apanhado a chafurdar.

Como Jorge Gabriel e João Gobern não perceberam a questão, Miguel Guedes mencionou os casos de Rojo e Ola John para mostrar que a Doyen Sports faz acordos com todos os clubes, e encerrou-se a discussão sem se ter abordado o essencial. Está visto que naquele programa só há uma pessoa que faz o seu trabalho de forma competente.




2 comentários :

  1. Também deve ajudar o facto de Miguel Guedes ser advogado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, certamente que ajuda. Mas na minha opinião o que faz mais diferença é que o Miguel Guedes vai sempre muito bem atualizado e preparado para os programas. Também se nota que o Jorge Gabriel se tenta preparar, mas normalmente nunca está a par do que se passou nos últimos dias devido aos compromissos profissionais que tem (muitas vezes vai para os programas sem ter visto os jogos sobre os quais tem que falar -- incluindo os do Sporting).

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar