quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Rádio Renascença, Joe Berardo e os reflexos condicionados

Pavlov entrou para a história pela sua investigação sobre os reflexos condicionados. É famosa a experiência com cães em que, ao toque de uma campainha, começavam de imediato a salivar, por associarem o som com a hora da refeição.

Pavlov morreu em 1936, mas se fosse vivo nos dias de hoje poderia realizar a mesma experiência com elementos diferentes. Em vez de usar uma campainha, um cão e a sua saliva, poderia utilizar, respetivamente, os maus resultados do Benfica, a Rádio Renascença e Joe Berardo.

Imediatamente após a derrota com o Marítimo, a Rádio Renascença oportunamente entrevistou o famoso acionista da SAD do Benfica, que não poupou nas críticas a Jesus nem nos elogios ao seu amigo Luís Filipe Vieira.

Pois bem, no dia imediatamente a seguir à 2ª derrota da época do Benfica, em Paris, eis que a Rádio Renascença volta a entrevistar Joe Berardo.

"Se o Benfica não ganha no campeonato português a equipas de pequena dimensão, como pode aspirar a ganhar nas provas europeias?"
O problema "das más exibições e dos maus resultados", segundo Berardo, "não é culpa dos jogadores". O empresário considera tratar-se de "falta de coordenação dentro de campo", o que motiva a definição de um termo para o treinador. "O prazo de validade para Jorge Jesus terminará se o Benfica não ganhar", fixa Berardo.

Que Berardo não gosta de Jesus, já todos sabíamos. Aparentemente também tem uma forma estranha de demonstrar o amor pelo Benfica, porque parece que só encontra coisas para dizer quando a equipa perde, de uma forma muito pouco construtiva. E em relação a quem estabeleceu objetivos para ganhar provas europeias, não deveria Berardo falar antes com o amigo Vieira?

Sem comentários :

Enviar um comentário