quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Balanço das arbitragens: 9ª jornada

Relembro que estas são as minha opiniões pessoais sobre lances polémicos, e não me arrogo conhecer as leis do jogo melhor do que a generalidade dos adeptos de futebol. Nesta semana existiram várias situações muito polémicas, e formei as minhas opiniões após ver um grande número de repetições dos lances. Não quer dizer que eu é que esteja certo e os que discordam de mim estejam errados, mas para o bem ou para o mal, foi com esta ideia que fiquei.


Sporting 3-2 Marítimo (Bruno Esteves)
44' - Sami cai na área, penalty assinalado - decisão correta, apesar de no próprio dia, como tive oportunidade de escrever, as repetições que vi não terem mostrado qualquer toque de Jefferson, no programa Prolongamento há uma repetição ampliada em que parece efetivamente que o joelho direito de Jefferson toca no pé direito de Sami; aliás, no estádio tinha ficado com a sensação de que tinha havido falta
45'+2 - Rúben Ferreira agride Capel com uma cotovelada, o árbitro não assinala nada - decisão errada, o jogador do Marítimo devia ter sido expulso
45'+2 - Cédric faz um cruzamento que vai na direção da baliza, Leoni agarra a bola e recua de uma forma pouco normal, que deixa a dúvida se a bola terá cruzado ou não a linha de baliza - não é possível saber em função das imagens apresentadas
64' - William Carvalho remata uma bola que bate no braço de Gegé - decisão errada, a bola bate no cotovelo do jogador, que está projetado para trás aumentando a área que o corpo cobre, e impede que a bola continue na direção da baliza
72' - João Diogo faz falta por trás sobre Capel, o árbitro não mostra cartão - decisão errada, justificava-se o amarelo por ser uma entrada por trás -- seria o segundo amarelo para João Diogo
74' - João Diogo empurra Montero pelas costas, o árbitro marca penalty e expulsa o jogador - decisão correta, o empurrão com as duas mãos é indiscutível; a expulsão direta pode ter sido exagerada, mas no mínimo o segundo amarelo justificava-se, pelo que o efeito prático para o jogo foi o mesmo
90'+2 - A bola bate no braço de Cédric na área do Sporting, o árbitro não assinala penalty - decisão correta, o jogador do Marítimo tem o braço sobre o ombro de Cédric, pelo que a haver falta seria a favor do Sporting

=: apesar de o árbitro ter feito muitos erros críticos, acabou por não ter influência no resultado porque o Sporting ganhou o jogo

Académica 0-3 Benfica (Hugo Pacheco)
2' - Ivan Cavaleiro cai na área da Académica, o árbitro não assinala penalty - decisão correta, o jogador parece já ir em queda e nem sequer tem o controlo da bola
=: não existiram erros críticos com influência no resultado

Belenenses 1-1 Porto (Manuel Mota)
20' - Otamendi salta com um braço nas costas de Diawara, que cai na área, o árbitro não assinala penalty - decisão correta, Otamendi tem de facto um braço nas costas do adversário mas não parece impedi-lo de saltar; Diawara sente o contacto e deixa-se cair
90+2' - Fora-de-jogo assinalado a um avançado do Belenenses, que tem um pé sobre a linha de meio-campo no momento do passe - decisão correta, partindo do princípio que o facto de estar a pisar conta como se já estivesse no meio-campo adversário; se uma falta for feita em cima da linha da área, é penalty, pelo que suponho que aqui o raciocínio seja idêntico
=: não existiram erros críticos com influência no resultado


Resumo da jornada



Acumulado da época



Classificação







Jogos com arbitragens com influência no resultado


Sem comentários :

Enviar um comentário