sábado, 9 de novembro de 2013

O próximo Bola de Ouro português

Nas últimas semanas tivemos a oportunidade de assistir ao advento do fenómeno Ivan Cavaleiro, que tantas primeiras páginas encheu em alguns jornais portugueses. Curiosamente, depois de ter passado a jogar na equipa principal, o hype esfumou-se.

Felizmente, a nossa comunicação social não perdeu tempo e já encontrou a próxima pérola da academia do Benfica, que tantos jogadores de qualidade tem oferecido ao país nas últimas duas décadas. O maisfutebol apresenta ao país o Messizinho do Seixal, Bernardo Silva.


Uma reportagem de 24 parágrafos (gigantesca para os padrões do maisfutebol) que nos diz tudo o que queremos saber sobre o jogador: o perfil psicológico e técnico, testemunhos de antigos treinadores, de um antigo colega, de uma velha glória do Benfica, e a demonstração de um benfiquismo à prova de bala perante a recusa de algum dia vir a jogar no Porto ou Sporting.

Para terminar, o maisfutebol partilha um vídeo que mostra o talento do jovem Bernardo Silva. Lances em que mostra toda a sua técnica em jogos realizados pelos juniores, pela equipa B e pela seleção sub-19. Um apanhado de 9 jogadas em que Bernardo exibe um domínio de bola e poder de drible efetivamente fora do comum, mas que curiosamente acabaram em... 0 golos.

Com toda a sinceridade, desejo sucesso para a carreira de Bernardo Silva. A sério. Tal como a Ivan Cavaleiro. Desejo que se tornem jogadores de nível internacional, pois bem precisamos de gente com talento para compensar o não tão longínquo fim da era Ronaldo. Mas a ânsia de colocar no estrelato todo e qualquer jogador que sai daquelas bandas, para além de doentio, apenas contribui para prejudicar o seu desenvolvimento.

Acham que estou a exagerar sobre o empolamento dado a jovens do Benfica? Comparem a reportagem do maisfutebol publicada ontem sobre Bernardo Silva com a que o mesmo site fez há seis semanas sobre um outro jogador, da mesma idade, com um percurso igualmente promissor nas camadas jovens: Carlos Mané.

Enquanto sportinguista, ainda bem que deram este tratamento mais discreto ao jovem leãozinho. O que não quer dizer não me cause náuseas esta vontade de endeusar tudo o que acontece na casa do vizinho do lado.

6 comentários :

  1. Na Catalunha já tratam o nº 10 do Barcelona como o Lazar Bernardo das Pampas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Barcelona? O Whiplash não se estará a referir ao Sport Catalunha e Benfica? :)

      Eliminar
  2. Eh amigo...

    Sou lampião. Assumo-o desde já.
    Assumo também que acho ridículo todo este post e todos os outros posts à volta dos jovens formados no Benfica.
    Sou um lampião tão ruim que detesto a comunicação social portuguesa, seja avermelhada, esverdeada ou azulada. Até mesmo aquela com toques de imparcialidade, à segunda leitura acaba por ser detestada.

    Penso, no entanto, que deveria experimentar fazer como eu. Ler, reler e, caso necessário, reler novamente (ou ver, rever e etc e tal). Principalmente o que acabas por publicar no blog.

    Incomoda-me todo o destaque que a comunicação social dá a jogadores do Benfica. Preferia que gastassem as suas páginas a falar de jogadores de Sporting, Porto, Belenenses ou qualquer outro. Dispenso os holofotes em cima dos jogadores do Benfica. Prefiro vê-los concentrados no trabalho deles e com a cabeça no sítio e os pés na terra.

    A âsia de colocar no estrelato todo e qualquer jogador que sai das bandas da Luz? A sério, amigo?
    Queres falar da ânsia de colocar no estrelato jogadores saídos da mais conhecida e melhor escola de futebol portuguesa? Dos inúmeros holofotes ao longo dos anos virados só e exclusivamente para jogadores da "cantera" do Sporting? Olha bem para trás e vês que não tens sequer razão de queixa nisso. A ânsia de colocar no estrelato jogadores saídos da escola de Alvalade sempre foi bem maior.

    Falas do Maisfutebol? Aquele órgão de comunicação social que, a par d' "O Jogo", da SportTV e do subdirector do "Record", mais destila ódio ao Benfica?
    Não me parece sequer coerente.

    Queres falar de endeusamentos?
    Escaparam-te as páginas dos jornais em que, antes da Vossa visita ao dragão, até no barbeiro fizeram uma reportagem sobre o grande defesa central do Sporting, Maurício?
    Pena que até correu mal e ele fez um jogo ridículo e que em muito contribuiu para a Vossa derrota. Quase tão mau como o jogo de Sábado na Luz.

    O pior cego não é aquele que não vê. É aquele que não quer ver.
    Sou mais crítico ao meu clube do que tu alguma vez hás-de ser.
    Prego a justiça e a verdade.
    Deixo as pálas nos olhos para os burros.
    Se não te encaixas nesse patamar, este post não passa de ridículo.
    Se acreditas mesmo no que publicaste, sugiro que tires as pálas. Que vejas as coisas com olhos de ver.

    Endeusamento de jogadores formados na Luz?
    Porque não o endeusamento do Bruma? Do Adrien? Do Daniel Carriço (onde anda ele? perdeu-se?) e só para não ir buscar outros tais como Nani, Miguel Veloso, Hugo Viana, Quaresma, Moutinho, Varela, etc..., que encheram páginas de jornais bem antes sequer de vestirem a camisola da equipa principal do Sporting. Mais virão. Falta o Llori, Esgaio, João Mário, Zézinho e até o próprio Cédric.
    Se há escola de futebol endeusada e que enche páginas de jornais é a do Sporting.
    A lista é interminável.

    E assim me fico.

    Saudações futebolísticas.

    NN94

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. NN94,

      o primeiro interesse dos jornais e outras publicações é vender e ter audiências. O Benfica é o clube que mais vende em Portugal. Com exceção do jornal O Jogo (cujo público-alvo é nitidamente outro), tenho plena convicção que os restantes jornais (em papel ou online) fazem o que podem para vender. E a forma mais fácil de o fazer é arranjando conteúdos que interessem aos benfiquistas.

      Veja as primeiras páginas do jornal A Bola. Sou capaz de arriscar que 8 em 10 dão destaque ao Benfica. O Record, desde que a Cofina fez a parceria do Benfica, vai pelo mesmo caminho (mais com a preocupação de dar relevo ao trabalho de Vieira). Creio que não pode negar isso.

      Na sua opinião os jovens da academia do Sporting é que têm destaque dos media. É verdade, mas só depois de começarem a jogar de forma consistente na equipa principal. Já eram conhecidos antes, com certeza. Mas não com reportagens desta dimensão ou com manchetes sucessivas em jornais nacionais. Nenhum deles teve um destaque como Ivan ou Bernardo antes de chegarem à equipa principal -- e ainda bem.

      No caso de não ter percebido, este post não é uma crítica ao Benfica. É uma crítica direta à comunicação social, que em vez de ter uma abordagem equilibrada e isenta, opta quase sempre por aconchegar os corações dos adeptos benfiquistas -- por clubite ou por querer vender mais, ou as duas, isso já não sei.

      O que também me parece indiscutível é que a maioria dos benfiquistas gosta deste destaque que recebe dos OCS. Ou A Bola não é a vossa "Bíblia"? Se os jornais acham que vendem assim, é porque sabem que do outro lado há uma multidão pronta a comprar.

      E enquanto sportinguista, incomoda-me ver o vizinho do lado constantemente a ter um tratamento bem mais simpático de órgãos de comunicação social que deveriam ser isentos e equidistantes. Chame-lhe inveja, dor de cotovelo ou pequenez da minha parte, mas não posso negar que me incomoda.

      Um abraço e obrigado pelo comentário. Pode ser de outro clube mas será sempre bem-vindo para deixar a sua opinião, mesmo que discorde em absoluto com aquilo que escrevo.

      Eliminar
    2. Não, amigo. Como referi logo no início do meu comentário, detesto a comunicação social portuguesa. Detesto a parcialidade e falta de profissionalismo que impera nela. Não tenho, portanto, nenhuma biblía.

      Não concordo com o teu ponto de vista mas isso faz parte da vida. Não podemos todos concordar com as mesmas coisas. Nem o futebol teria piada se todos os adeptos fossem do mesmo clube.

      Recordo-me perfeitamente de inúmeras reportagens sobre jogadores da formação do Sporting bem antes de assumirem qualquer papel na equipa principal.

      Havendo "colo" da comunicação social em relação ao Benfica trata-se apenas, e como disse, de uma manobra para alcançar o objectivo de vender mais. Esse "colo" limita-se à quantidade de imagem e de artigos (veja-se as dezenas de jogadores que colocam no Benfica sempre que abre o mercado de transferências). Não concordo que exista esse "colo" relativamente ao conteúdo dos artigos. Como bom exemplo, dei o caso do subdirector do jornal "Record". Outro bom exemplo seria um reconhecido jornalista do Maisfutebol. Repetindo-me, é rara a imparcialidade no jornalismo português e nem todos puxam para o mesmo saco.


      Saudações futebolísticas,

      NN94

      Eliminar
    3. NN94, quando escrevi "vossa biblia" era na sequência da frase anterior e referia-me à maioria dos benfiquistas, e não a si em particular. Eu prestei toda a atenção ao que escreveu, mas a frase não me saiu tão clara quanto desejaria.

      Em relação ao que achamos sobre o tratamento que os media dão às nossas equipas, temos visões claramente diferentes, e cada um de nós está no seu direito -- mas concedo que as novelas de transferências que se sucedem nas pré-épocas do Benfica não trazem qualquer tipo de benefício ao clube, pelo contrário.

      Um abraço.

      Eliminar