quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A liga real de Rui Santos

Nota: atualização deste post à 21ª jornada pode ser lido aqui --> LINK

No Tempo Extra de terça-feira, Rui Santos apresentou a tabela da sua "liga real".



Segundo o comentador, o Benfica deveria liderar o campeonato com 32 pontos, à frente de Sporting com 31 e Porto com 28.

Como Rui Santos não explicou os cálculos que fez para chegar a esta classificação, fui ao site da SIC Notícias esclarecer as minhas dúvidas. Rui Santos tem uma infografia que indica de forma clara, jogo a jogo, as situações em que na sua opinião os erros de arbitragem afetaram o resultado final.

Há várias coisas que são apresentadas nessa infografia com as quais não concordo. Por exemplo, não estou de acordo com Rui Santos quando o comentador acha que o Benfica deveria ter tido os 3 pontos no jogo com o Sporting. Está a ignorar o facto de ter sido perdoada a expulsão a Maxi ainda na primeira parte, quando o resultado ainda estaria 0-0 se o golo de Montero tivesse sido invalidado. Mas é uma diferença de entendimento de um lance que tenho que respeitar.




Não concordo, mais recentemente com a apreciação de que o Benfica mereceu o ponto conquistado contra o Arouca. No meu browser não aparecem os detalhes dos lances que sustentam a opinião de Rui Santos, mas vou assumir que considerou penalty um lance em que um jogador do Arouca joga a bola com a mão (na minha opinião não dá para ver se foi dentro ou fora da área, mas Rui Santos pode ter mais certezas do que eu).



Dou de barato os casos que mencionei até aqui. O que não consigo entender é isto:


Eu não concordo com os pressupostos que Rui Santos usa na construção desta "liga real". Acho-os demasiado simplistas, não penalizam erros que desbloqueiam resultados nem assumem que expulsões mal decididas podem ter um efeito no resultado final. Mas tudo bem, é livre de fazer as contas que bem entende, desde que mantenha uma certa coerência.

Agora, dentro dos princípios que Rui Santos segue, parece-me que no Sporting - Rio Ave o comentador ficou a dever dois pontos ao Sporting. Dois pontos que seriam suficientes para colocar o Sporting à frente também na "liga real" de Rui Santos.

Existe atualmente uma vontade fortíssima de vender uma história de que o Sporting só está em primeiro porque anda a ser beneficiado pelas arbitragens. Bruno Carvalho denunciou-a, e muito bem, porque essa narrativa é uma pura invenção. 

O Sporting teve alguns jogos que foi beneficiado? Sim, é verdade. Mas também Porto e Benfica. Na liga real, sem aspas, considerando o futebol praticado e os erros de arbitragem que beneficiaram e prejudicaram os três grandes até agora, o Sporting está no único lugar que merece. O primeiro.

7 comentários :

  1. Não me lembro de tantas "ligas reais" nos últimos ..sei lá: 100 anos? O Sporting incomoda tanto tanto tanto, que ainda justificar as nossas exibições com o deslocamento do centro magnético terreste ou o desiquilibrio da nossa orbitra pela quantidade anormal de gelo no Artico.. Merecem dó estes cromos da bola.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, é verdade. Alguma comunicação social não se consegue adaptar à realidade de ter o Sporting com este nível desempenho dentro das quatro linhas. Ou é por causa dos árbitros, ou dos fora-de-jogo de Montero, ou do cansaço dos outros, ou da falta de chuva. Há-de haver sempre alguma coisa. Um abraço.

      Eliminar
  2. Já é tão difícil entender -mo-nos todos sobre o que realmente acontece quanto mais ligas virtuais, com tanto de subjectivo. Não só é unânime que jogamos mais como somos os únicos que temos uma equipa e um modelo de jogo perfeitamente identificáveis e daí a liderança que nenhuma mente livre e normal contesta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, estas ligas virtuais são de facto imensamente subjetivas, mas num país como o nosso em que as arbitragens são em média muito fracas é natural que se façam estes exercícios. Não servem de nada na prática porque não repõem a justiça, podem ser contestadas por não se concordar com algumas opiniões de quem as faz, mas se forem feitas de forma coerente e honesta podem ser uma ferramenta importante para despertar consciências -- é por isso que costumo fazer uma coisa parecida, apesar de usar regras diferentes das de Rui Santos. Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Na realidade ja vão a 5 pontos em Março, Sem Ligas europeias, sem Taça de Portugal e da Liga e na minha opinião com tantos ou mais lances BENEFICIADOS que o BENFICA, seja em panaltys mal assinaldos, ou foras de jogo ou vermelhos etc....no somatorio para mim, benfiquista, estão iguais ou um pouco acima em lances favorecidos. Mas estas LIGAS DA VERDADE RECORD ou LIGA REAL etc...sao publicadas mas ninguem lhes da valor....Vamos ver a LIGA RECORD e vemos o BENFICA o mais prejudicado....vamos ver a LIGA DA VERDADE e o Benfica o mais prejudicado de novo....por isso entendemos que nada satisfaz quando a opinião nao agrada o nosso clube....ainda mais quando as diferenças SAO POUCAS em relaçao a Benfica e Sporting em termos de ERROS DOS ARBITROS....Uma coisa é certa, os grandes são sempre mais beneficiados e todos os clubes tem erros a favor e contra. Para mim seria haver um GRUPO/Jornalista ISENTO INGLES ou ALEMAO etc...Alguem muito bom e ISENTO, que nao puxe a Benfica nem a Sporting nem a Porto etc....e essa pessoa que faria essas ANALISES jornada a jornada...Ou seja, a LIGA DA VERDADE teria que vir de fora, sempre de uma pessoa isenta....Ou tambem de um portugues de outro clube mas aqui iriam sempre dizer " O pai dele é do Sporting por isso ele apoia o Sporting"....etc etc...ha sempre profissionais que conseguem se abstrair e ser isentos mas é dificil...Mais facil para um fanatico do Borussia ou do Bayer que os clubes portugueses nao lhe dizem nada....Estamos na frente e com toda a justiça!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dianjos, estou de acordo que é muito complicado fazer este tipo de exercícios sem que as preferências clubísticas venham ao de cima. Eu próprio, que tenho andado a fazer uma coisa do género, admito que por vezes possa estar a ser afetado pelo meu sportinguismo, mesmo que esteja a fazer um esforço objetivo para que isso não aconteça.

      Já não esou de acordo que os grandes são sempre mais beneficiados. Isso é conversa de quem no deve e no haver não tem razões de queixa, ou seja, Porto e o Benfica dos últimos anos. Não sei se reparou, Leonardo Jardim tinha esse discurso após o Sporting - Rio Ave e já o começou a modificar ao aperceber-se das vezes consecutivas que a sua equipa foi prejudicada a partir de dezembro.

      Um abraço.

      Eliminar