quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Capas que não fizeram história, nº 2: O exterminador implacável

Nota inicial: tenho que agradecer ao @Lion_O_SCP, ao @mrpeartree, ao @nunovalinhas e ao @pedrobrandao pelo imenso material que me enviaram. São capas maravilhosas que nos farão recordar bons momentos. :)

Setembro de 2009

O Exterminador Implacável é um filme em que um autómato, na forma de Arnold Schwarzenegger, tem a missão de matar John Connor, um futuro líder dos sobreviventes humanos que procuram sobreviver num mundo dominado por máquinas. A originalidade é que o referido autómato viaja no tempo, primeiro para matar a mãe de John Connor antes de este nascer. Mais tarde, as máquinas voltam a tentar a sua sorte tentando aniquilar John Connor na sua pré-adolescência. Em ambas as situações falharam redondamente.

O jornal A Bola fez-nos o favor de nos introduzir a um outro exterminador implacável. O da Reboleira.

O exterminador implacável da Reboleira não deve saber quem é John Connor, mas tem outra missão que ninguém lhe consegue tirar da mente. Em vez de matar mães, projetos de feto e crianças pré-adolescentes, é um especialista em matar sonhos de jovens jogadores da formação do Benfica.

O exterminador implacável da Reboleira sabe que o trabalho que tem pela frente é árduo: não pode deixar as suas vítimas renascer 9 vezes. Se isso acontecer, lá se vão as comissões das negociatas servio-argentinas que lhe servem de fonte de energia.

Os Ivans, os Andrés e os Bernardos que se cuidem. E as suas mães também.


Hasta la vista, Bernie.

9 comentários :

  1. Muito bom!!!

    A foi ridicula quando saiu mas a interpretação dada pelo Mestre de Cerimónias está brilhante, realmente mata os sonhos dos jovens à nascença.

    Realmente os servios, os argentinos e os brasileiros dão tanta comissão para quê arriscar nos portugueses.

    O Record hoje tem uma capa "aparentemente" simpática para com o SCP e a sua formação. Será uma tentativa de lavar a cara?

    Quanto aos senhores da corrupção de azul parece que usaram a espressão "cumprir a lei" quanto às contas do SCP. O Sporting já incomoda. Não posso deixar de ficar satisfeito quando o unico incumprimento que podem apontar ao Sporting está na apresentação contabilistica e não em recepções de arbitros e combinações de resultados.

    No entanto seria interessante se a direcção do Sporting respondesse aos "cavalheiros" de azul, perguntando como é possivel que no meio de tantas vendas milionárias o passivo continue a aumentar e esteja ao nivel de quem vende barato e já agora era giro esclarecer quanto rendeu a venda de Hulk em termos liquidos, assim como a venda de João Moutinho ao Monaco.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, o Pinto da Costa devia banhar-se em água oxigenada antes de dizer a expressão "cumprir a lei". Ele parece desesperado para desviar as atenções do facto de ser terceiro. Vale tudo.

      E sim, aquilo que escreveste no último parágrafo, de darem lucros diminutos quando têm proveitos de venda de jogadores perto dos €100M, merecia uma explicação. Mas a generalidade dos sócios portistas não parece muito incomodado com isso.

      Quando acabarem as vendas milionárias quero ver como é que é. E é por isso que eles não podem ficar em terceiro, não valorizam tanto os jogadores.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Ontem tive mesmo para te enviar esta capa...ainda bem que a puseste. Não te esqueças das seguintes: Tonel vestido de D.Afonso Henriques, Rui Patrício com a N.Sra. de Fátima, o Maxi Pereira a comer um Super Maxi e o E.T. de Barcelona.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou procurar essas, Whiplash... obrigado pela dica. :)

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Ali o Ângulo também diz uma verdade. Jogar jogava, mas mal como o raio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro flop... esse veio do Génova como moeda de troca do Miguel Veloso.

      Eliminar
    2. Mestre. Quem veio do Génova foi o zapater ou zapatero. :)

      Eliminar
    3. Epá, pois foi... confundi um espanhol que não nos deu nada por outro espanhol que não nos deu nada... :)

      Eliminar
  4. Ali o Ângulo também diz uma verdade. Jogar jogava, mas mal como o raio

    ResponderEliminar