domingo, 19 de janeiro de 2014

O general inverno perdeu a primeira batalha

Assim que começou a transmissão da Sport TV, temi o pior: chuva muito intensa e um terreno num estado lastimável, impróprio para futebol mas bastante apropriado para causar lesões. Já se estava mesmo a ver o que iria acontecer: impossibilidade total de jogar a bola pelo chão, que automaticamente reduz drasticamente as diferenças entre duas equipas de valias bem distintas.

Mas também deu para ver a onda verde em grande força. É justo começar pelos bravos leões que se espalharam por todas as bancadas, apesar do preço dos bilhetes, do temporal e da ausência de cobertura da maior parte das bancadas. A vitória começou neles.

Foi o Arouca que se adaptou melhor a estas condições, sendo uma equipa bem mais perigosa nos primeiros minutos. Nesse período, o Sporting esteve em cima do jogo apenas durante cerca de 5 minutos, que curiosamente terminaram no momento do golo do Arouca. Um lance mal resolvido por Maurício, que terminou num cruzamento que atravessou toda a área e terminou nos pés de um jogador do Arouca totalmente abandonado pela defesa e meio-campo do Sporting.

O Sporting teve que ir atrás do resultado, procurando ainda jogar pelo chão, até conseguindo alguns lances interessantes, mas foi numa bola parada que conseguiu o empate, por Rojo.


A segunda parte transformou-se numa batalha essencialmente aérea, feita quase exclusivamente de passes picados e bolas longas. Mas a verdade é que o Sporting dominou completamente o jogo a partir do intervalo, talvez por uma quebra física do adversário, que jogou muito pressionante nos primeiros 45 minutos.

Aos 62 minutos, um segundo amarelo muito forçado a Tinoco tornou o cenário mais agradável para o Sporting, mas Rojo (certamente só para contrariar aquilo que escrevi sobre ele horas antes num post sobre o balanço da primeira volta) fez uma falta escusada 5 minutos depois e viu também o segundo amarelo, também exagerado. Cosme Machado pelo menos foi coerente ao longo de todo o jogo, o que não nada, nada mau nos dias que correm. Tirando esse rigor exagerado nas duas expulsões, pareceu-me uma excelente arbitragem.

Slimani resolveu o jogo alguns minutos depois com um torpedo que acabaria por afundar o Arouca no terreno pantanoso em que se tinha transformado o relvado. Mais um jogo em que o argelino valeu pontos. Marítimo, Guimarães, Nacional (este golo acabou por não valer pontos, como todos sabemos) e agora Arouca, em apenas 206 minutos de jogo. Notável!

Não vou entrar em destaques individuais. Foram 14 leões que batalharam em condições completamente adversas, alguns deles cerrando os dentes e indo à luta mesmo em visíveis limitações físicas. Encheram de orgulho todos os sportinguistas.

Para terminar, duas notas. A primeira é relativa à transmissão da SportTV, que insistia em dar 2 e 3 repetições de lances pouco importantes, esquecendo-se que entretanto o jogo já estava a decorrer. Eu sei que isto é uma queixa ridícula de alguém que ficou sentado em casa a ver o jogo enquanto outros tomaram o duche das suas vidas estando a apoiar a equipa presencialmente no estádio, mas fica o reparo.

A segunda tem a ver com a excelente flash interview de Adrien e Leonardo Jardim. Adrien, fazendo referência a mais um teste colocado pela comunicação social, e Jardim nitidamente orgulhoso da equipa, dos jogadores e pela vitória acabada de conseguir. Fica aqui o vídeo que gravei com o telemóvel para quem não teve oportunidade de ver. É um pouco longo mas vale a pena. Desculpem também a qualidade do som, mas a estas horas não posso pôr o volume da televisão muito alto...


17 comentários :

  1. Mestre, perfeitamente de acordo, a equipa bateu-se como verdadeiros leões, mas diga-se de passagem demos 45 minutos de avanço. O Sulimani, face ao estado do terreno (que se tem de praticar um futebol mais directo) devia de ter entrado de início, viu-se quando ele entrou, até aquela altura só tínhamos feito cócegas aos centrais do Arouca. No 2.º golo, para o comentador da Sport TV (acho que era o Sr. Freitas Lobo) não à mérito no jogador do Sporting, mas demérito no jogador do Arouca, porque saltou antes de tempo, bla bla bla. Uma autêntica vergonha. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Freitas Lobo estava com azia. É normal.
      O Slimani tem estado lesionado e Jardim disse que só o podia usar 30 a 40 minutos. Creio que o utilizou nos 40 minutos certos.

      Grande vitória, dedicada a Joaquim Rita.

      Eliminar
    2. F. Pais e Cantinho, a azia do Freitas Lobo pareceu-me mais que evidente pelo entusiasmo que demonstrou num golo e pela forma que encontrou para desvalorizar os outros dois. Já preparei um post sobre isso para amanhã de manhã. Um abraço.

      Eliminar
  2. É isso, muita luta e atitude que o campo não dava para mais.Eles já tremem com a equipa de tostões, todas as semanas vaticinam a derrocada geral, mas continuamos firmes e é preciso olho bem aberto que eles vão fazer de tudo para nos prejudicar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guto, passámos mais um teste. Vamos ver quais serão os novos testes que nos irão arranjar. O Nuno Madureira, há umas semanas no Maisfutebol, disse que acha que o Sporting irá sentir pressão nas últimas 5, 6 jornadas, se entretanto ainda estiver a lutar pelo título. Parece-me que faz sentido, mas não sentirá o Benfica ainda mais a pressão, após o falhanço do final da época passada? Um abraço.

      Eliminar
  3. Grande vitória. Muitos campeonatos decidem-se (ou melhor perdem-se) nestes jogos em que o adversário não é muito chamativo e que convida a poupanças por parte de jogadores que pensam nas "montras" para mostrarem o seu valor.

    O jogo pode não ter corrido a nosso favor mas não foi por isso que a equipa virou a cara à luta, deixando tudo em campo e vendo recompensado o seu esforço no final. Se este for o reflexo da nossa época, não haja dúvida que poderemos augurar algo de bom para o final. Mas o caminho ainda é longo, e todas as campanhas que tem vindo a ser feitas até agora (sporting escandolosamente beneficiado por arbitragens, interesse de outros clubes nos jogadores, insatisfação de alguns por pouco utilização) apenas irão intensificar-se. Votos para que a equipa continue a ser bem blindada para se alhear destas campanhas.

    PS: A capa do record está engraçada (http://noticias.sapo.pt/banca/desporto/4139). Os seus destaques das declarações são mesmo cirúrgicos. Vale tudo para fazer do "maior clube do mundo" o motor da retoma economia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PS(2): Boa análise ao jogo.

      Abraço.

      Eliminar
    2. Lopes, a avaliar pelo comentário do Adrien na flash interview, a equipa técnica e direção estão a usar os comentários menos abonatórios sobre o clube para unir ainda mais o plantel. É um excelente sinal para as semanas que aí vêm.

      A capa do Record vem na linha das infelizes capas a que já nos habituaram. Podiam ter posto a declaração do Leonardo Jardim a dizer "Isto é que é representar o Sporting" ou sobre o orgulho que disse que sentiu, mas preferiram descontextualizar uma frase que faz todo o sentido na sequência em que foi dita.

      Depois queixem-se que os treinadores não fogem dos lugares comuns em que quase todos caem. É triste não saberem tratar de forma séria uma declaração que enriquece a discussão sobre as opções técnicas.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Mestre, já viu isto?

    https://www.youtube.com/watch?v=TcLgPgkXlrI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King_lion, não tinha visto. Isto não será montagem? Porque se não for nem sei o que dizer...

      Eliminar
    2. Fui agora tentar ver o programa na box (que é da ZON) o programa das 17h da TVI24, mas não dá para rever... esta porcaria falha demasiadas vezes.

      Eliminar
    3. Estive a ver o twitter e parece que aconteceu mesmo, que no Contragolpe o Sousa Martins apresentou uma justificação de engano. Devem estar a querer fazer de todos nós parvos.

      Eliminar
    4. Não, não foi montagem... passou mesmo em directo. Houve bastante gente que viu.

      Aqui fica outro vídeo.
      http://www.youtube.com/watch?v=QnzZHgSatbk

      Outros já foram bloqueados pelo YouTube por reivindicação de direitos.

      Eliminar
  5. Excelente análise!
    Estive lá e tb eu receei que não saíssemos de Arouca sem a vitória. Se assim fosse a "potencial" gripe que ia apanhar - felizmente não - iria ser um duplo "melão"! Até a 2-1 só me lembrava dos vaticínios do Joaquim Rita acerca dos terrenos pesados e o Sporting...felizmente o homem deve ter mordido a própria língua.
    Saí de lá encharcado e com a sensação que valeu a pena! Antes de voltar a casa não podiamos passar sem ter ido comer uma bela de uma posta Arouquesa...tão merecida que ela foi...
    Calafrio do jogo: a substituição de William. Toda a bancada ficou impávida mas depois um colega só me disse assim: "o LJ sabe oq ue está a fazer!"...e mais nada! Quem sabe é o treinador e, acho eu, tb ele está com a estrelinha...e ainda bem
    Os campeões tb se veem nestes pormenores (por-maiores)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao ver que o William ia sair, num primeiro momento também não queria acreditar, pensava que devia ser engano de quem pôs o número na placa. Depois de o ver sair temi uma lesão, mas ao vê-lo a andar aparentemente sem nenhum problema, comecei a pensar que o Leonardo Jardim deveria ter um motivo para isso.

      Foi um enorme risco (imagino o que se escreveria se o jogo tivesse acabado empatado), mas é bom vermos um treinador que não tem medo de arriscar em função das características do jogo. Algumas vezes perde a aposta, mas felizmente têm sido muito mais vezes as que acerta. E isso, como disseste, é um por-maior.

      Eliminar
  6. Só quero ver se quando o Porto e o Be4nfica forem a Arouca se também desixam crescer a relva, como estava no Sábado.
    BD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BD, o Porto já lá foi, infelizmente ainda estava bom tempo. O Benfica só lá vai no final do campeonato. É pena, seria bom ver como se saíriam naquelas condições.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar