quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Renúncias

Na edição de hoje de O Jogo:

Contactado por O Jogo, Angelino Ferreira confirmou apenas que a decisão de renuncia os cargos que ocupava em todas as sociedades que fazem parte do universo do grupo FC Porto foi sua. "Saio por divergências na estratégia de gestão da sociedade", referiu, sem querer alongar-se em mais comentários. Há quatro anos, refira-se, Fernando Gomes, atual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, abandonava a gestão financeira da SAD azul e branca com o mesmo argumento.


E eu a pensar que tudo eram rosas com contas consolidadas e €20M de lucro na época passada.

8 comentários :

  1. Estará o império a cair ou será apenas uma tentativa de encontrar o próximo presidente da liga?

    ResponderEliminar
  2. Este vai para presidente do conselho de disciplina da Federação.

    ResponderEliminar
  3. Parece-me demasiado velho para ser presidente da Liga. Esse lugar, ao que se diz, já foi prometido ao boy Rui Pedro Soares. Talvez um lugar na Federação, sim... :)

    ResponderEliminar
  4. Tacho.
    Mais um que irá dizer que já gostou muito de futebol mas agora não gosta.

    ResponderEliminar
  5. É preciso é ter atenção para ver para onde é que estes senhores vão nos próximos meses. Acredito que lugares como Brasil estarão no horizonte. Dá-me ideia que estão a preparar (há muito tempo) a sua fuga, vivendo a "reforma" bem longe daqui e sem se conseguir ir lá buscá-los.
    E aposto que têm pouco "património" em nome deles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, o Correio da Manhã escreveu há uns meses um artigo sobre o facto de o Pinto da Costa já ter tudo preparado no Brasil. Eventualmente até poderá conseguir a dupla nacionalidade (em virtude de a sua mulher ser brasileira) para ficar a salvo de acordos de extradição. Pronto, é certo que foi escrito pelo CM, mas não parece nada impossível de acontecer... :)

      Eliminar
  6. Penso o mesmo que o Cantinho do Morais.

    ResponderEliminar