sábado, 8 de março de 2014

Balanço das arbitragens: 21ª jornada

Belenenses 0-1 Benfica (Jorge Ferreira)
71' - Tiago Caeiro marca golo, mas o árbitro anula por fora-de-jogo - decisão errada, existem vários jogadores do Benfica a colocarem o jogador do Belenenses em jogo; existe um outro jogador do Belenenses em fora-de-jogo posicional, mas não interfere na jogada nem estorva a ação ou visão do guarda-redes
77' - Fejsa faz uma falta por trás sobre Fernando Ferreira, o árbitro optou por não mostrar-lhe o segundo amarelo - decisão errada, a falta é dura e justificava a exibição de cartão amarelo
82' - Fredy leva dois cartões amarelos por protestos - decisão certa, apesar de o jogador do Belenenses estar a reclamar com razão por uma falta não assinalada pelo árbitro, não pode protestar naqueles termos e com aquela insistência
=: ao anular um golo limpo ao Belenenses e ao perdoar a expulsão a Fejsa, a arbitragem teve influência no resultado final (X)

Guimarães 2-2 Porto (Marco Ferreira)
16' - Carlos Eduardo é derrubado na área por Douglas, o árbitro marca penalty - decisão certa, o guarda-redes do Guimarães não joga a bola
22' - A bola bate no braço de Abdoulaye, o árbitro não mostra 2º amarelo - decisão certa, não há qualquer intenção do jogador em jogar a bola com o braço
=: arbitragem sem influência no resultado

Sporting 2-1 Braga (Artur Soares Dias)
68' - Sasso derruba Carlos Mané na área, o árbitro marca penalty - decisão certa, o defesa do Braga não joga a bola
86' - Slimani parece ser desviado na área por um empurrão com um braço de um defesa do Braga, o árbitro deixa seguir - decisão certa, o defesa do Braga tem o braço encostado nas costas de Slimani, estende o braço, mas não parece haver força suficiente no empurrão que justifique a marcação de um penalty
=: arbitragem sem influência no resultado


Resumo da jornada



Acumulado da época



Classificação



Jogos com arbitragens com influência no resultado


4 comentários :

  1. Olhar para os 3 quadros que colocas com a classificação (o que seria e o que é) é de uma dor enorme.
    No que deveria ser (na melhor ou pior das hipóteses) o Sporting, por esta altura, já tinha assegurado a entrada directa na Champions e, com isso, começar a projectar a próxima época de maneira diferente (sabendo que havia uma fatia - c. 10 ME - eram certos). Por outro lado, estando na liderança (com 2 pontos a mais) e depois de já ter jogado na Luz (e se tivessemos lá ido líderes teria sido diferente), a confiança e vontade (de todos nós) era ainda maior.

    Mas não, a verdade está no quadro da direita. É quadro das promessas e desejos de Eusébio, do resultado de 1 golo fora de jogo de Montero que nos retirou qualquer hipótese de ter arbitragens isentas.
    Mais uma vez, caminha-se para a mentira.

    Mestre,
    por favor, faz algo com capa de ABOLA de hoje. Porquê que eles nos dão estas pérolas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, para não falar na injeção de confiança que teríamos se tivéssemos os pontos a mais que nos foram tirando. Uma coisa é a pressão de ter que jogar para ganhar com um adversário 5 pontos à frente e outro colado a nós. Outra coisa seria jogar na liderança, com os outros a terem uma pressão muito maior do seu lado.

      Em relação à capa, vou fazer hoje um pequeno comentário sobre ela mas não vai ser sobre a produção cinematográfica do jornal A Bola. A do Iron Man há-de ser utilizada num tempo mais oportuno... :)

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Capas que não fizeram história...hoje: ABola

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Whiplash, já está guardada à espera que a história não aconteça! :)

      Eliminar