quarta-feira, 26 de março de 2014

Capas que não fizeram história, nº 26: Erros meus

Nos últimos dias, o presidente do Conselho de Arbitragem tem-se desdobrado em entrevistas, coisa pouco frequente num homem que habitualmente prefere esconder-se no seu gabinete, sem explicar o bizarro critério das nomeações que tem feito ao longo do ano.

Uma dessas entrevistas foi dada ao Record.


Entre outras coisas, ficámos a saber que Vítor Pereira recusa-se a entrar nas aritméticas dos benefícios e prejuízos. Admite que têm existido erros de arbitragem que definiram resultados, mas não quer entrar em afirmações que apontem para a existência de algum clube em concreto que possa ter mais razões de queixa do que os restantes.

É uma atitude que, vindo do líder de arbitragem, todos deveríamos compreender. O problema é que Vítor Pereira fez exatamente o contrário há alguns anos, em circunstâncias que certamente não eram mais graves do que as atuais:

Setembro de 2010

É mais um caso entre tantos outros em que se verifica que, no futebol português, existem mesmo tratamentos especiais para alguns. Se nuns casos Vítor Pereira tem uma postura completamente submissa, noutros já se sente à vontade para libertar toda a frustração que vai acumulando dentro de si.

in O Jogo

Imagem retirada do blog Com quem é que joga o Sporting?

Se Camões fosse vivo, poderia dedicar às declarações de Vítor Pereira dirigidas a Benfica e Porto o célebre verso "Erros meus, má fortuna, amor ardente". Para o Sporting sobraria um "Erros acontecem, habituai-vos, ficai calados".

12 comentários :

  1. Assim se vê quem baixa as calças. Um cordeirinho para os amigalhaços, um autêntico "leão" para os Sportinguistas.

    É que com a tomada de posição de Bruno de Carvalho o Vitó Pereira largou a desculpa tipica que tem sido usada para os prejuizos do SCP, o celebre joguem à bola, como se as equipas que jogam mal pudessem ser prejudicadas.

    As que jogam bem devessem ser ajudadas. Ora este ano como em outros o SCP jogou mais e foi prejudicado como sempre, aliás como no inicio do Domingos, como nos anos iniciais de Paulo Bento, como no ano de Peseiro. Simplesmente nunca houve uma direcção a dar o corpo às balas como esta.

    Acho que a direcção do SCP faz bem em pressionar a arbitragem, dado que é uma pressão legitima e diria até profilática. Pois reclamar após os dados de nada serve, parecendo até choro. Aliás desde o choro do fora de jogo do Maicon, nunca mais vi os lampiursos a serem prejudicados à descarada.

    Com a pressão desses meninos até vi três penatys seguidos contra o Guimarães, cortesia do amigo Duarte Gomes.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, é sempre mais fácil jogar mais à bola quando não anulam golos limpos ou não marcam foras-de-jogo não existentes. O Sporting de Domingos foi arrasado pelas arbitragens, e mesmo assim conseguiu levantar-se a custo para ir à Luz com a possibilidade de lutar pela liderança.

      Se tivéssemos os 7 pontos que nos tiraram nas 3 primeiras jornadas, se calhar íamos à Luz com menos pressão e não perdíamos por 1-0. E mesmo que perdessemos, continuaríamos à frente do campeonato.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Estes ratos nojentos!
    Excelente serviço, evidenciando o que todos sabem mas não querem assumir!
    SL

    ResponderEliminar
  3. Mestre, a propósito do porco-enfique, que deu o resultado que nos interessava, porque deixou a eliminatória em aberto algumas notas:

    1) O Porto, depois de fazer um jogo medíocre contra o Belenenses, hoje entrou com o fogo no cu. No Domingo vão estar todos rotos.

    2) O Benfica, que tem feito exibições de "luxo", na Luz foi hoje uma equipa vulgar, não saindo goleada do Porto por sorte. Hoje teve de jogar ao natural, para poder carregar no produto no Domingo no jogo em Braga, que tem forçosamente de ganhar para não voltarem os fantasmas de morrer na praia.

    3) O que é que o Quaresma ia fazer ao Brasil se mesmo com "chazinho" só tem pernas para 45 minutos?

    4) Pelo exposto anteriormente, estimo que o trampião Freitas Lobo se foda e mais às suas bocas de que o futebol não é para ser falado, porque usar doping, que eu saiba, ainda é batota, mesmo quando os gajos não são apanhados. Poupem-nos de moralismos bacocos, porque não nascemos ontem, tá?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, o Luís Castro já anda a tentar fazer umas poupanças (deixou Danilo e Fernando fora no jogo passado), mas é verdade: são semanas consecutivas de jogos de alta intensidade que vão deixar marcas -- espero principalmente que seja no campeonato que se reflita esse cansaço.

      Honestamente, não me parece que o uso do doping seja algo sistemático, nem sequer no Porto (e menos ainda no Benfica). Infelizmente, pelo que se foi sabendo ao longo do tempo, não coloco de parte que não aconteça, porque a história da alta competição está cheia de gente que faz tudo para obter um rendimento superior (em que o ciclismo, atletismo e halterofilismo são os mais tristes exemplos). Portanto, o futebol não há-de ser diferente, ainda para mais quando o controlo anti-doping parece ter uma eficácia perto de nula.

      Na minha opinião o Benfica jogou pior por dois motivos: as alterações à equipa (Gaitan, Enzo, Markovic e Lima estão neste momento noutro patamar em relação ao Sálvio, Amorim, Sulejmani e Cardozo) e porque a própria equipa costuma bloquear quando viaja até ao Porto.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Castro poupou Danilo, Quaresma e Fernando com o Belenenses porque estavam castigados.
      Mesmo poupando titulares (Lima, Gaitan, Enzo e Markovic - tudo o resto é titular: Oblak e Artur são ela por ela e não foi por ali que perderam), há uma situação que é óbvia: o Benfica de Vieira e Jesus tem problemas quando joga com o Porto e no Dragão. São outros. E o mesmo se aplica ao Porto: quando joga com o Benfica, são outros.
      Por isso é que a distância pontual adquirida com o jogo no Restelo e o nosso em Setúbal foi fundamental (Benfica ganhou aí 4 pontos ao Sporting). Jogarem o que falta da Liga com o pensamento que o últim jogo no Dragão podia estragar tudo era algo que este Benfica não quer nem consegue suportar.

      (e acredito que a vaca lampiónica vai ajuda-los a vencer o Porto por 2 golos; mas ontem podia ter ficado resolvido).

      Eliminar
    3. Cantinho, não me apercebi que o Danilo e o Fernando também estavam castigados contra o Belenenses.

      É verdade que o Benfica tem complexos quando joga contra o Porto, mas o Enzo, Lima, Gaitan e Markovic não são 4 titulares quaisquer. Se jogassem quase de certeza que o Porto não teria dominado como dominou -- fiz um post sobre isso, está programado para o meio-dia.

      O Porto não teve categoria suficiente para aproveitar a oportunidade que o Jesus lhes deu.

      Eliminar
    4. Sim, o Fernndo tinha sido expulso em Alvalade e o amarelo a Danilo foi o 5º.

      Esses 4 jogadores são muito importantes, mas as soluções eram mais que suficientes para jogarem melhor. Rodrigo, Cardozo, Salvio, Fejsa e, especialmente o melhor médio português de sempre Ruben Amorim, deviam dar conta do recado. Na verdade, quem segura aquilo é o Luisão e o Garay. E desses, o Jesus não abdica.

      No geral, o jogo até foi fraco.

      Eliminar
    5. Tive mesmo uma paragem cerebral, principalmente em relação ao Fernando... :)

      O Jesus devia estar convencido que os outros iam dar melhor conta do recado. Até agora as coisas têm corrido bem, especialmente em Londres.

      O Rodrigo jogou, mas atrás do Cardozo rende sempre muito menos do que se estiver na frente com o Lima.

      O Luisão e o Garay são o cimento daquela equipa. E não há alternativas minimamente à altura para jogos importantes.

      Eliminar
  4. Quando um cobardolas deste manda nalguma coisa está tudo dito. Não conheço os regulamentos da organização destas putas da bipolarização (APAF), destes masterchefs da caca, mas para se manter no cargo tanto tempo ou o mesmo é vitalicio ou aquele cargo não interessa a ninguém. Só na minha rua conheço três almeidas com maior garra que este pau mandado.

    Sou-te sincero Mestre, merda desta nem para fertilizante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. zébicho, temos que admitir que deve ser necessária uma espinha bem flexível para se liderar uma lista do CA apoiada por Porto e Benfica...

      Eliminar