segunda-feira, 31 de março de 2014

Capas que não fizeram história, nº 28: Deixem jogar o Mantorras

Quando no passado sábado o árbitro Nuno Almeida anulou um golo limpo a Montero, a frase "Deixem marcar o Montero" começou de imediato a povoar-me a mente, e acabaria por servir de título ao post de comentário ao jogo que escreveria mais tarde. Como é evidente, esta frase foi inspirada no mais popular slogan futebolístico da primeira década do novo século: "Deixem jogar o Mantorras".

Agosto de 2001

(obrigado pela capa, Tiago!)

Trata-se de uma expressão que pegou de estaca, mas que teve duas vidas completamente distintas. A primeira, que remonta a 2001, tinha a ver com as queixas do jogador por ser alvo de marcações cerradíssimas por parte dos defesas adversários. O jogador vivia um grande momento de forma, e Luís Filipe Vieira, na altura o responsável pelo futebol da direção de Manuel Vilarinho, demonstrava já grande apetência por números megalómanos e inconcretizáveis, avaliando Mantorras em 18 milhões de contos (€90M). De notar que nessa altura o recorde de transferências mundial era a aquisição de Figo pelo Real Madrid ao Barcelona, por €60M.

No entanto, a carreira do jogador nunca chegou a atingir a dimensão que o atual presidente do Benfica esperava. Uns anos e uns parafusos mais tarde, a expressão "Deixem jogar o Mantorras" acabaria por ganhar uma nova vida, sendo utilizada num contexto completamente diferente:

Abril de 2007

13 comentários :

  1. Mestre, aproveitando o título do seu blog, e fazermos um Movimento «Deixem marcar o Montero, por favor!!!». É que assim o homem já está há não sei quantas horas, minutos e segundos que não marca. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. F. Pais, se o Sporting tivesse a influência que o Benfica tem no Record e n' A Bola, esse grito de revolta já teria sido manchete nas edições de hoje... Um abraço.

      Eliminar
  2. Era o novo Eusébio, lembro-me perfeitamente!

    Foi uma das 2 anedotas da década com que muito nos rimos.

    Foi esta do Mantorras ser o jogador mais valioso do Mundo e o deixarem jogar e foi a fantástica notícia de um jornal (devem lembrar-se) que o Totti vinha para o Benfas.
    Totti o Imperador de Roma, ainda hoje.
    Só que era um Espanhol de décimo plano, Tote.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.record.xl.pt/Futebol/interior.aspx?content_id=10810

      A capa é que não se encontra...

      Eliminar
    2. Pois.
      E falam no Bossio! Esse grande concorrente de Moretto ou mesmo Kralj :)

      Eliminar
    3. Já vasculhei a internet à procura disso, e também não tive sorte. Mas tenho a capa que dá o Robinho como certo no Benfica, qualquer dia faço um post com essa... :)

      Eliminar
  3. O filho querido do Orelhas...foi um fetiche da nossa dita imprensa(?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisco, o rapaz tinha potencial mas já sabemos como estas coisas são: no Benfica não basta serem bons ou muito bons, têm que ser vendidos como os melhor do sistema solar e arredores...

      Eliminar
    2. Passaram a vida a querer que o fumador Rui Costa fosse considerado melhor do que o Figo LOL

      Eliminar
  4. Quando digo "nossa imprensa" sub-entada-se deles,pois nossa só o jornal Sporting e mais...nenhuma!

    ResponderEliminar
  5. O Mamorras ate era bom jogador,achava que o homem ate tinha pontecial para vir a ser um grande jogador,so que na altura o benfica tinha um departamento medico que so seria possivel existir no benfica,já que conseguiram abrir a caixa de pandora da medicina e teletransportar o melhor departamento medico que existia na idade media.Resultado,mantorras ficou com um corpo estranho agarrado ao seu corpo.
    Ele bem tentou,o desgraçado, so que se nao fossem os gajos do benfica a rebentarem-lhe o joelho,seria possivelmente algum dos grandes defesas centrais da altura.
    Se o benfica tinha um departamento da idade media os outros clubes traziam tudo o que era viking para jogar aqui neste grande campeonato.
    No fim disto tudo e depois de tanta pazada no mamorras,acho que ja nem ele queria jogar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No final da carreira ele ainda queria jogar, dava a ideia era que ninguém o queria pôr em campo com medo que se escangalhasse.

      O rapaz teve muito azar, não merecia o que lhe aconteceu.

      Eliminar
  6. Sim ele bem tentou mas sem 1 ou 2 cm numa perna é lixado jogar futebol,a nao ser que seja em alguma equipa mais fraca,existem muitos jogadores nessas equipas que ás vezes tem falta das duas pernas e onde o futebol é tipo um virus,eles combatem o mesmo com unhas e dentes para nao entrar no corpo,ai o mantorras ainda podia fazer uma perninha,gostei do trocadilho.
    Sim ele teve azar,mas teve tanto azar que o joelho dele teve um encontro imediato do 3º grau com o medico do benfica na altura,encontro esse digno dos melhores combates de MMA,deixou-lhe o joelho todo estralhaçadinho coitado.

    ResponderEliminar