sexta-feira, 21 de março de 2014

O meu onze para os Barreiros

A vitória sobre o Porto foi certamente um marco muito importante no processo de amadurecimento da equipa e dos jovens jogadores que a integram, mas não há espaço para qualquer tipo de descompressão. Amanhã o Sporting tem uma deslocação extremamente complicada ao terreno do Marítimo, que é a equipa que menos pontos perdeu em casa, a seguir aos grandes, e onde Benfica e Porto saíram derrotados.


Quem joga ao lado de Rojo?

Na minha opinião, a excelente exibição de Dier contra o Porto devia ser premiada com a aposta no inglês para o onze titular. Maurício está disponível após cumprir um jogo de castigo, tem tido bons desempenhos, mas talvez seja de aproveitar o bom momento de Dier (que já tinha estado bem contra o Rio Ave) para o lançar a titular, também já pensando um pouco na próxima época.


O substituto de André Martins

Há uma certeza em relação à equipa de amanhã: André Martins não poderá jogar. Os jornais falam em Gerson Magrão como o jogador que o substituirá no onze, mas espero que Leonardo Jardim não opte pelo brasileiro. Não só não tem acrescentado nada de relevante à equipa, como principalmente obrigaria Adrien a deslocar-se para fora da posição onde tem tido um papel fundamental para o equilíbrio da equipa. E neste jogo, a pressão no meio-campo será fulcral para não permitir ao Marítimo abusar dos lançamentos para as costas da defesa do Sporting, de forma a aproveitar a velocidade dos seus avançados.

Jardim convocou Shikabala, mas parece-me pouco expectável que aposte no egípcio já como titular. Vítor também está convocado mas parece ser a hipótese menos provável para jogar amanhã.

Existe também a possibilidade de se utilizar Carlos Mané no meio, que já demonstrou saber ocupar com competência essa posição. Na minha opinião, Mané será mesmo a melhor opção para amanhã, e poderá ser importante para que o Sporting explore com eficácia as debilidades do setor mais fraco do Marítimo, que é a sua defesa.


Os extremos

Talvez fosse bom aproveitar Heldon, que conhece muito bem aquele estádio, para o jogo de amanhã. No entanto, como Capel esteve bem contra o Porto e assumindo que Mané jogará no meio, talvez seja mais prudente do ponto de vista defensivo utilizar Wilson na direita.


Ponta-de-lança

Slimani, pois claro. Quem marca golos decisivos consecutivamente nos últimos quatro jogos tem sempre que jogar.



14 comentários :

  1. Eu concordo com o teu 11 e gostava que fosse esse, mas LJ irá voltar a dar a titularidade a Mauricio. No entanto é mesmo capaz de apostar no Mané no meio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, é possível que sim, que volte a apostar no Maurício. Preferia que fosse o Dier, mas que fique registado que também sou fã do xerife!

      Eliminar
  2. Espero que não acertes e que o LJ meta o Magrão. O Robocop é um jogador muito útil e jogar com Adrien e William vai ser um meio campo de pressão total para controlar o Marítimo. O Mané na linha, a desiquilibrar. O Dier é para a próxima época, fazendo uma pré época boa, nesta, temos de continuar a ganhar: entra xerife!

    Abr,
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, será que estamos a falar do mesmo Magrão? :) Não há duvida que ele se esforçou bastante contra Braga e Setúbal, mas nem mesmo a defender e a pressionar os adversários me convenceu... Um abraço.

      Eliminar
    2. A colocação de Magrã obriga que Adrien jogue mais à frente. Assim sendo, este vai-se desgastando na 1ª linha de pressão defensiva, desequilibrando o meio-campo, onde está tão bem. Adrien não pode ser usado para correr atrás da bola. E como o Magrão não faz isso (mas faz o Martins e bem!) colocá-lo é o mesmo que nada. Ok, é bom no passe e recepção. Quando se tiver a ganhar coloca-se o Magrão para ter bola. Agora para a conquistar e correr para a baliza adversária, não contem com ele.

      No teu 11, eu queria o Carrilo em vez de Wilson. Mas acho que o Carrilo não quer. Que entre na 2ª parte, como entra sempre bem. Pode ser o Wilson ou o Montero ou o Vítor. Mas acho que este último não conta. Mas amanhã vai ao banco e o egípcio fica de fora.

      Eliminar
    3. Cantinho, partilho inteiramente a opinião sobre o Carrillo. Se ele quisesse, teria lugar de caras no onze em qualquer circunstância. O problema é que tem demonstrado demasiadas vezes que rende muito menos quando é titular. Quando entra como suplente, tem estado bem melhor -- contra o Porto mais uma vez entrou muito bem.

      Eliminar
    4. Amigos, eu acho que o Magrão vai melhorar. Acho que tacticamente compreende bem o jogo e tem níveis muito bons de agressividade. A questão do desgaste é um pouco ilusória, os espaços são ocupados por jogadores, não por matrecos. Embora o André Martins tenha algumas qualidades, acho que não tem niveis de agressividade e intensidade para um sporting grande. Mas pronto, tenho confiança no LJ que só meteu água na luz.
      Vamos mas é ganhar à Madeira!!!

      Eliminar
    5. Espero que sim, Pedro. Diz-se que o Magrão foi uma aposta pessoal de LJ, que acreditava poder voltar a colocá-lo ao seu melhor nível.

      Mas seja o Magrão, o André ou o Mané, o que interessa é jogar para ganhar.

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Também estou com curiosidade, mas é melhor não haver precipitações para não nos desiludirmos... :)

      Eliminar
  4. Eu preferia ver o Maurício de regresso em vez do Dier e, por muito boa forma em que esteja o Slimani, eu gosto muito mais de ver o Sporting a atacar com o Montero.

    De qualquer forma penso que o LJ vai manter o Slimani no onze inicial mas tenho dúvidas sobre quem trará para substituír o André e quais os extremos que escolherá para começar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. chirola, quem sabe se não será o Montero a jogar no lugar do André Martins? Não me tinha ocorrido essa possibilidade, mas já foi plano B várias vezes. Talvez seja o plano A de amanhã (apesar de me parecer pouco provável).

      Eliminar
  5. Dier em definitivo só quando renovar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FCS, o Dier tem contrato até Junho de 2016. Parece-me cedo para estar a pô-lo de fora, até porque sempre revelou um excelente carácter.

      Eliminar