terça-feira, 8 de abril de 2014

Ena ena!

Um bom momento de Rui Oliveira e Costa                                                                                              
Rui Oliveira e Costa esteve bem ontem no programa Dia Seguinte.

Numa determinada altura, Paulo Garcia pede a Rui Gomes da Silva que comente os rumores que falam na saída de Jorge Jesus no final da época. O vice-presidente do Benfica não perde tempo em mudar o assunto para algo completamente diferente, aproveitando ao mesmo tempo para destilar alguma azia relativamente a um dos jogadores do momento.

vídeo completo pode ser visto aqui (canal de youtube Fernanndo00)

É certo que ROC podia ter referido a RGS que o pai de William nunca disse que o quer ver no Real Madrid já no próximo ano. Mas de qualquer forma esteve bem ao chamar a atenção para a forma como o RGS fugia do tema abordado -- coisa que deveria ter sido Paulo Garcia a fazer, já que tinha sido ele a colocar a pergunta.

Já agora, fica aqui o meu compromisso: se um dia Paulo Garcia fizer o seu trabalho como deve ser e colocar em causa alguma coisa que Rui Gomes da Silva diga, eu farei aqui um épico post de celebração ao moderador da SIC Notícias.

10 comentários :

  1. Aposto que o Paulo Garcia teve de pedir desculpa ao Rui Gomes da Silva por lhe ter colocado uma questão que não estava no guião que o Benfica enviou, previamente, para Carnaxide.

    Até me admira que o "horizonte do Dia Seguinte" não tenha sido chamado para responder à pergunta: "Jorge Jesus vai sair no final da época?"
    a: Não, o William é que vai.
    b: Não, o William é que vai porque o RGS disse que o pai quer (não o pai)
    c: Não, mas o William a ficar fica com um ordenado que deve ser metade do ordenado do Carlos Martins.
    d: Não, porque esse é mais um desejo do Eusébio que também pediu que o William saísse.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah... se fosse o RGS a escolher as opções de voto seria mesmo isso!

      Curioso que fales no Carlos Martins, estive hoje a preparar uma capa sobre ele...

      Eliminar
  2. Vi o programa ontem e o ROC até esteve bem. Acho que é um daqueles casos em que é a equipa e o clube a puxar pelos adeptos, neste caso pelos comentadores. Está claramente a melhorar de forma.

    O jornalismo ao serviço do trampionismo é um pouca vergonha. Vejam bem o título que o Manhoso tira destas declarações do Elias:

    «“O Sporting é algo muito grande comparado às pessoas: os jogadores passam, os jornalistas passam, os presidentes passam e o Sporting continua. Nunca vou ter mágoa pelo Sporting, um clube que me deu uma oportunidade. Na primeira época em que joguei cá, conseguimos voltar a lutar e a atrair os adeptos ao estádio, mas a segunda foi ruim. Vou ser sempre muito grato ao Sporting e aos adeptos. A vida de jogador é assim: não dá certo aqui, dá noutro lugar. Vou procurar voltar a ser feliz”, afirmou.»

    O título foi: «Os presidentes passam e o Sporting continua.»

    Este Manhoso é das coisas mais nojentas da pasquinice nacional.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sar, e o Jorge Gabriel também tem estado melhor. Nota-se uma maior preocupação em defender o ponto de vista do clube, e não tanto a sua opinião pessoal. Em vez de criticar abertamente aquilo que Bruno de Carvalho vai dizendo, está agora a referir os motivos que estão por detrás dessas declarações, referindo de forma bem mais soft que se fosse JG, não o faria dessa forma.

      Realmente é uma condensação infeliz das declarações do Elias... enfim. "As pessoas passam e o Sporting continua" seria bem mais adequado.

      Eliminar
  3. O ROC não deve ter bebido. Ou foi possuído por Paulo de Andrade. Jorge Gabriel recuso-me a comentar.

    ResponderEliminar
  4. O que para mim tem mais piada é o "coiso bean" dizer que a prima dele ir para ser(o português não é meu) a Madre Teresa de Calcuta.

    A prima dele deve gostar de umas valentes farras.

    Só galdeirices.

    ResponderEliminar
  5. Que alegre cambadas de patetas que por aqui anda, benza-os Deus.

    ResponderEliminar
  6. agora é que eu os compreendo, mas tive de ter a ajuda de mono, carago!

    http://3.bp.blogspot.com/-UqGUFV-JP5k/U0RRnVIZYQI/AAAAAAAAVO4/EEvYMmCnDf4/s1600/10171211_870309336328085_4945713129352041252_n.jpg

    ResponderEliminar
  7. Vejo os excertos do programa aqui, e concluo que este tipo de programas com gente como o Gomes da Silva mostra como a doideira não paga imposto em Portugal. Ver mos as diatribes diarreicas deste GS e imaginar que foi secretario de estado no governo de Santana Lopes...é um bom exemplo prá sociedade portuguesa. Gajo mais faccioso não conheço....e como ele gosta de fazer dos outros parvos !!!,,,, com o consentimento do P Garcia. Até dá vómitos.....Gostava de saber se neste programa alguém falou dos 2 cartões amarelos aos jogadores do Rio Ave ainda antes dos 7 minutos ??? Um por falta sobre o Enzo no meio campo...e outro ao mergulho do Mar kovic.... Isto para mim é inclinar o campo , como que a dizer . Deixem lá o Benfica jogar senão ficam sem jogadores para a próxima jornada !!!! O Rio Ave NUNCA poderia ter outro resultado que não a derrota !!!! GANDA CARNIDE.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, RGS foi ministro dos assuntos parlamentares. Gente séria, portanto.

      Concordo que aqueles dois amarelos nos primeiros minutos foram completamente exagerados. E é indiscutível que isso condicionou o Rio Ave no resto do jogo.

      Eliminar