quinta-feira, 24 de abril de 2014

Escutemos El Rei Dom Luís Filipe I, o Magnânimo

in ionline.pt

Na noite de 20 de abril, durante a festa do Marquês de consagração dos novos campeões, El Rei Dom Luís Filipe I falou ao povo e disse:
"Esta é uma vitória de todos os benfiquistas, mesmo daqueles que não acreditaram."
"É uma felicidade enorme, que é dedicada a todos os benfiquistas."
"Este título é de todos vocês. Bem hajam todos e viva o Benfica."

Os bardos da corte não tardaram em compor cantigas de louvor ao discurso aglutinador do monarca, que passou a ter o cognome de "O Magnânimo".

Dois dias depois, El Rei Dom Luís Filipe I recebeu os deputados da coroa num banquete realizado no camarote real do palácio da Luz, e disse:

in ptjornal.com

"Este título é de todos os que sempre acreditaram no trabalho desenvolvido. Mas é, sobretudo, uma grande lição para aqueles que só aparecem nas horas más e nunca para ajudar a construir."

Aguentem-se à bronca, republicanos do Benfica. As primeiras declarações devem ter sido causadas pela emoção do momento. Afinal a magnanimidade é só para os súbditos mais fiéis.

13 comentários :

  1. It has began!!!

    A bazófia, a mania, a prepotência, os ajustes de contas com aqueles que não concordaram com o caminho do magnanimo.

    Ainda na segunda feira assistindo ao prolongamento em que Seara falava sobre a democracia do benfica e que nunca foi o clube do regime etc, faltou alguém com capacidade de raciocinio estruturado para desmontar o argumento. E seria tão simples concordar com o Seara acerca da democracia do benfica e perguntar como é que ela está hoje em dia, com as novas regras para ser presidente, feitas à medida de Vieira, aludindo ainda às suspeitas de manipulação do número de sócio deste último.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aí está Green Lantern. Hoje em dia o Benfica é tudo menos um clube democrático. Aquela blindagem de estatutos, feita nas vésperas da conquista do título de 2009/10, numa AG com apenas cerca de 100 sócios, foi um golpe que garante a Vieira um mandato quase vitalício.

      Eliminar
    2. Mestre, sou benfiquista e não posso concordar que o clube não seja democrático. Eu fui votar, não votei em LFV e nunca fui ameaçado ou coagido para não o fazer.

      Subscrevo o que diz em relação ao golpe palaciano de 2010, mas infelizmente como o caso do SCP também demonstrou, a questão dos votos por idade e do peso das Casas do Clube (isto no SLB) tende a distorcer tudo.

      Agora, seja como for, o tipo tem uma larga maioria de votos expressos a favor. E isso é democracia. Venceria mesmo com 1voto=1.

      è muito difícil derrotar estes populistas da bola, sobretudo quando as coisas de vez em quando correm bem E (sobretudo) quando se vem de uma situação desportiva como a do SLB no período 94-04.

      Bem haja,

      Eliminar
    3. Caro anónimo, admito que exagerei no meu comentário, peço desculpa por isso. Queria apontar acima de tudo ao facto de ser necessário a um benfiquista ter pelo menos 43 anos de idade e 25 anos de sócio sem interrupção pelo meio, que é uma restrição que afastará certamente alguns potenciais candidatos de poderem um dia virem a candidatar-se.

      A questão das Casas do Benfica terem 50 votos (se não estou em erro) também é uma forma fácil para Vieira de garantir uma base mais ou menos estável. Não há Casa do Benfica que vote contra Vieira depois do programa de obras e uniformização de imagem levado a cabo pelo clube nos últimos anos.

      Para terminar, tem toda a razão na questão dos votos por tempo de sócio que existe no Sporting. Também não concordo com esse sistema. A partir de um tempo mínimo como associado, qualquer pessoa deveria ter direito ao mesmo número de votos.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Adoro este momento: "uma grande lição para aqueles que só aparecem nas horas más".

    E logo vinda do soberano Vieira que, geralmente, só aparece nas horas boas.

    No domingo, a Vitória era de todos (coitada da águia, teve de andar a "rodar" 47% de portugueses que, por sua vez, são 6 milhões, num país com cerca de 10 milhões, enfim, são muitos para um milhafre só).
    Na quarta, já só é de quem sempre foi fiél.
    No final da semana já será só dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, nem mais. Logo Vieira, que fica calado que nem um rato quando as coisas não correm bem, e que procura os jornalistas nos momentos imediatos a vitórias importantes.

      Eliminar
  3. Mestre, gostaria que alguém me esclarece-se do seguinte: É o 33.º campeonato, como dizem, ou o 30.º como diz a FPF. Ou será que o Benfica já andava a ganhar campeonatos antes de existir a FPF? Não me admiro nada, só agora ficámos a saber que o Marquês de Pombal era benfiquista, desde pequenino. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A FPF fui fundada na 1ª República (1914).

      Caro F. Pais, nem é para se admirar. Por estes dias também ficámos a saber que o leão que acompanha o Sebastião José era sportinguista

      O site da FPF fala no 33º título: http://www.fpf.pt/Competi%C3%A7%C3%B5es/Futebol/Masculino/Liga-ZON-Sagres/Not%C3%ADcias/Noticia/Id/3829/Cat/721/caller/819/Benfica-sagra-se-campeao-nacional

      Tal como o da LPFP e da UEFA.

      Saudações,

      Eliminar
    2. F. Pais, confesso que é um tema que nunca analisei com atenção. No entanto, o blogue Leoninamente fez um post sobre o assunto que lança alguns pontos interessantes: LINK

      Tomando por boas as informações que lá estão, diria que não se deveriam considerar os 4 anos em que o tal campeonato da liga estava em fase experimental (dos quais o Benfica ganhou 3 e o Porto ganhou 1), pelo motivo que a competição anterior (que era levada mais a sério) ainda se realizava em paralelo.

      Mas lá está, esta minha opinião baseia-se naqueles dados e pode mudar se alguém me apresentar outros factos que não estão apresentados no link. É um assunto que pode ser polémico, e depende muito dos formalismos e da importância que se daria às competições nessa fase de transição. Um abraço.

      Eliminar
  4. Mestre, para mim, é irrelevante que o Benfica tenha ganho 30 ou 33 campeonatos, como também que seja a 5.ª melhor equipe do Mundo. Agora, o que eu acho é que são uns grandes cagões. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E já andam a falar no 34º, F. Pais... haja paciência...

      Eliminar
  5. F.Pais tens razao sao uns cagoes de primeira,eu a mim tb nao me importa se sao 30 ou 33 campeonatos pq o mais certo e estarem a conta-los desde a formaçao de qualquer competiçao de futebol em portugal(tipo campeonato de lisboa).
    Para o benfas e seu associados vale tudo isso ja toda a gente sabe.
    O que dizer por seu turno da figura de orelhas,na minha optica esta a cavar a sua propria sepultura,pq se tb tem muitos amigos,tem tb muitos inimigos,para o ano se nada ganhar, será o primeiro alvo a abater.
    Já estava tudo a esfregar as maos para o sacar do puleiro,no entanto a borra(roubalheira) é tanta que se conseguiu aguentar,este campeonato caiu que nem gingas para safar o orelhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, mesmo que ficasse mais 3 anos sem ganhar o campeonato, seria quase impossível retirar o poder a Vieira. Seriam as cabeças de outros a rolar...

      Eliminar