terça-feira, 29 de abril de 2014

O melhor jogador da Liga

                                                                                                                              
Com o campeonato decidido e a chegar ao fim, é normal que se comecem a fazer todo o tipo de balanços: as revelações, as desilusões, e quem foram os melhores jogadores da Liga.

Inspirados pelo indiscutível domínio encarnado nesta segunda metade do campeonato, muitos comentadores não resistirão a nomear um jogador benfiquista como o melhor do campeonato. São várias as figuras que serão mencionadas nestas conversas, como Enzo, Gaitan, Rodrigo, Luisão, Garay, ou Lima. Mas destes, o nome mais vezes mencionado será provavelmente o de Enzo.

Um desses comentadores é Luís Sobral, para quem Enzo foi o melhor jogador da Liga. O diretor do Maisfutebol argumenta da seguinte forma a favor do médio argentino:


Antes de começar a dar a minha opinião, sou obrigado a dizer que não vi muitos jogos completos de Enzo Pérez ao longo do ano. No entanto, o que vi foi suficiente para me convencer da importância que Enzo tem na equipa e, obviamente, da sua grande qualidade. 

Luís Sobral, que deve ter visto todos os jogos de Enzo e de William, acha que Enzo é o melhor jogador da Liga porque:
  • Enche o campo
  • Passa uma energia incrível
  • É um jogador empenhado
  • Tem rigor tático
  • Nunca esquece a equipa
  • É o jogador de maior importância no Benfica, tanto quanto o William o é no Sporting (apesar de o Benfica ter um plantel bem mais recheado)

Não concordo de todo com a afirmação de que Enzo tenha tanta importância no Benfica como William Carvalho tem no Sporting. O plantel do Benfica é suficientemente vasto em quantidade para apresentar várias alternativas de qualidade para o papel que o argentino tem em campo. Já vimos Enzo ficar de fora em bastantes jogos europeus para perceber que a máquina que Jesus montou está menos dependente de qualquer jogador do que as outras equipas portuguesas. Aliás, se tivesse que apontar jogadores imprescindíveis no Benfica, referiria primeiro Garay e Luisão.

De resto respeito a opinião do jornalista, admito que os argumentos utilizados são relevantes, mas penso que a ideia essencial que na realidade acaba por levar Luís Sobral (e muitos outros) a elegerem Enzo como o melhor da Liga é outra: "Enzo Pérez herdou quase tudo de Matic".

Num ano em que o Benfica se arrisca a vencer todas as competições que disputa e foi a melhor equipa em Portugal, a tentação para os jornalistas atribuírem todos os prémios individuais a jogadores encarnados parece irresistível. 

Os americanos é que têm a tendência de nomear como MVP's da temporada o melhor jogador da equipa vencedora. Por cá não é assim. Por exemplo, ainda no ano passado a nossa comunicação social foi quase unânime ao considerar Matic como o jogador do ano, apesar de o sérvio não ter conquistado qualquer título. Portanto, creio que não se deve entregar a Enzo o estatuto de melhor jogador da Liga apenas e só porque o Benfica se sagrou campeão. E muito menos por ser o herdeiro natural de Matic.

Enzo teve sempre um desempenho elevado, mas não nos podemos esquecer que jogou no meio-campo de Matic durante metade da época. Só depois da saída do sérvio é que Enzo passou a ser a figura principal do meio-campo do Benfica.

A generalidade dos opinion makers da nossa praça andam a esquecer-se de dois fatores essenciais: a Liga é uma competição que tem 30 jornadas, e o prémio de melhor jogador não é um prémio coletivo.

Na minha opinião, William Carvalho foi o melhor jogador da Liga 2013/14, pois fez mais do que qualquer outro jogador para o merecer. Ficam aqui quatro pontos a favor da escolha de William.

1. O desempenho individual: Apesar de ser um desconhecido (pelo menos para mim), William desde cedo revelou que tinha muito para dar ao Sporting. Por exemplo, logo na primeira jornada, contra o Arouca, ficou na retina um excelente lançamento em profundidade para Wilson Eduardo, que cruzaria para Montero fazer o 2-1. 


Progressivamente fomos percebendo a grandeza de William Carvalho. Defensivamente pode não ser o jogador mais agressivo (refiro-me a agressividade no bom sentido), mas compensa com o seu físico e sentido de posicionamento. Trava inúmeros ataques dos adversários, protege a bola como ninguém e sabe soltá-la imediatamente com critério. Classe pura. Para além disso, a confiança que foi adquirindo refletiu-se progressivamente em cada vez mais iniciativas de transporte de bola para o ataque. Quem quiser ver uma galeria com alguns dos seus melhores momentos, pode dirigir-se AQUI. William foi isto durante uma época inteira. 


2. Regularidade na preponderância: William foi importantíssimo do princípio ao fim da temporada. Não foi preciso muito tempo para se perceber que seria a figura principal do meio-campo do Sporting, mesmo considerando a excelente época de Adrien Silva. Só não teve mais visibilidade no princípio do campeonato devido ao extraordinário desempenho de Fredy Montero.

William foi grande desde a 1ª jornada, sem pausas. Rendimento constante e de alto nível. Só ficou de fora, por castigo, no jogo da Luz -- e sabemos como correu. Nem tudo se explica pela ausência do jogador (a falta de uma alternativa com um perfil semelhante foi decisiva, tal como o valor do adversário), mas é evidente para todos que com William, a história do jogo não teria sido a mesma.


3. O prémio de jogador do mês há-de significar alguma coisa: William foi o jogador do mês em 3 das 5 votações realizadas pela Liga. Noutra ocasião foi considerado o 2º melhor jogador.


Relembro que apesar de o público poder participar na votação, apenas contribui para 30% do resultado. 50% da ponderação vem dos votos dos treinadores da I Liga, e os restantes 20% vem dos votos do Sindicato de Jogadores.


4. As pontuações das exibições que a comunicação social vai atribuindo semanalmente aos jogadores há-de significar alguma coisa:

Classificação do Record

Classificação do Maisfutebol

Classificação de A Bola

Não consegui ter acesso às pontuações de O Jogo. Se alguém me fornecer essa classificação, hei-de a colocar aqui.

É claro que estas classificações não definem por si o melhor jogador, mas sim o mais regular (favorecendo os jogadores mais utilizados). Mas até aqui William surge sempre na linha da frente, não só na pontuação absoluta como na média de pontos por jogo, o que é um indicador indiscutível da enorme época que está a fazer.

15 comentários :

  1. Pois é isto...

    Enzo Perez é bom jogador mas não tem metade da classe do Rei William a sair a jogar.

    Concordo em absoluto que é mais determinante o Garay que o Enzo como se viu no Domingo, pois a defesa do benfica com a excepção, que realmente faz a diferença chamada Garay, é banal.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, e é curioso como o Benfica, com Garay e mais 9, conseguiu estancar o Porto com mais facilidade que com 11 em campo. O argentino é um central fantástico, espero que esteja de saída... :) Um abraço.

      Eliminar
    2. Desculpe mas não é verdade que jogadores como Siqueira ou Luisão sejam banais. Aliás, o Siqueira foi provando ao longo da época tratar-se de um lateral esquerdo (posição deificitária no futebol europeu) muito bom para a realidade portuguesa.

      Não é só por causa do Garay que o SLB apenas sofreu 3 golos em toda a 2ª volta.

      Eliminar
    3. Enzo é mais um jogador dos galináceos que não brinca na selecção (a última vez que lá foi foi em 12 de Setembro de 2012), Luisão também há muito que não brinca na selecção, Siqueira é outro, Lima também.

      Este foi um dos factores que contribuíram para o título.

      Este é mais um argumento que se enquadra na minha teoria.

      Eliminar
    4. E qual é a sua teoria, por curiosidade, caro superleão?

      Para pelo menos a sabermos e podermos avaliar.

      Eliminar
    5. Anónimo, ainda não conheces a minha teoria? Estou surpreendido.

      Cá vai: Os jogadores desvalorizam-se nas selecções, aliás, o simples desejo de lá ir desvaloriza-os. As selecções prejudicam desportiva e financeiramente os clubes.

      Eliminar
  2. Mas não foi esse mesmo enzo que esteve para sair do benfas???

    ResponderEliminar
  3. enfim, muita pouca noção por aqui dos jogos de Enzo, de 3 em dias , ainda assim WC não chocaria ninguém

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A carga de jogos a mais que Enzo teve é uma realidade, mas William não tem culpa disso. Assim como Enzo não deve ser penalizado por ter uma equipa muito oleada ao seu redor, que o ajuda a fazer um trabalho melhor.

      Eliminar
  4. É sempre bom vir a blogs como o seu, pois serve para pincelar a informação com doses de realidade.
    William (do) Carvalho foi o melhor jogador a jogar em Portugal, nesta época, a alguma distância dos demais, até. E antes de Enzo Peres, colocaria Adrien Silva, autor de uma época excelente.

    Ainda sobre Enzo Peres, estava a ouvir o espaço desportivo da Antena 1. Então, não é que andam todos escandalizados pela possibilidade de Enzo Péres poder vir a ser castigado, pela cotovelada que deu num jogador italiano? Onde já se viu tamanho desplante da UEFA em não partilhar da "onda" vermelha?

    Pedrvoski

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedrovski, acho que o Adrien fez uma excelente época, mas para passar para o nível dos melhores do campeonato precisa de ser uma ameaça ofensiva superior, tem que usar a meia distância mais frequentemente e com mais eficácia. Adrien tem técnica, intensidade, precisa de passar a ser uma ameaça sempre que se aproxima com a bola nos pés a dez metros da baliza. Quando isso acontecer acho que se vai intrometer entre os melhores do campeonato.

      Quanto ao Enzo, será que a Antena 1 noticiou que o Benfica também fez queixa de um jogador da Juventus por uma suposta cotovelada no Maxi? Convém falarem dos dois lados da história.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. * a dez metros da baliza --> a dez metros da área

      Eliminar
  5. enfim, a alucinação da clubite é de facto extraordinária, onde é que há qualquer tipo de comparação entre o Adrien e o Enzo?

    ResponderEliminar
  6. Não há comparação entre Adrien e Enzo ambos são grandes jogadores, mas com características diferentes. Em relação a William Carvalho e e Enzo Perez não há comparação possível, Enzo é bom jogador e William Carvalho é um fora de série! O Benfica à muitos anos atrás (e com uma situação económica diferente) dava-se ao luxo de comprar jogadores para não irem para os adversários. Isto era no tempo das "vacas gordas", será que a história se repete?

    ResponderEliminar
  7. Nao a historia nao se repete,possivelmente o benfica venderá enzo,lima,andre gomes,salvio,gaitan,rodrigo e garay.No entanto deste lote so o garay sairá para um clube grande na europa.
    Deste lote so garay terá possibilidades de se destacar num grande clube pq é um fora de serie,isto nao é tirar merito ou valor a esses jogadores,o problema e que os grandes da europa tem melhor que eles.
    Aqui reside a diferença entre enzo e william,o enzo é um jogador normal,que está numa equipa que joga junta á varios anos e que ate explodir foi segunda escolha de jesus.
    O caso do william é diferente,tem mais pontencial,é mais novo,e joga muito mas mesmo muito,é um fora de serie disso ninguem tem duvida.
    Mesmo com menos jogos o william nao foi poupado,o enzo foi varias vezes.
    Alem de que fazendo a comparaçao,enzo nao entraria na nossa selecçao e william entreria na maior na da argentina.

    ResponderEliminar