sábado, 17 de maio de 2014

Foi assim que o Record perdeu um leitor assíduo (e daqueles que pagam)

                                                                                                                                         

Quando João Querido Manha escreveu este inqualificável texto, após o apuramento do Benfica para a final da Liga Europa, e no dia em que o Sporting voltava à competição contra o Nacional após duas semanas de paragem, prometi a mim mesmo tentar convencer o meu pai, comprador diário do Record nos últimos 15 anos, a passar a comprar outro jornal desportivo.

Estive com o meu pai no dia seguinte à publicação do tal artigo. Perguntei-lhe se tinha lido a última do Manha. Respondeu-me que não tinha lido. Mostrei-lhe a imagem com o texto do Manha no iPad, e dei-lhe um minuto para ler. Quando acabou, e antes que eu pudesse perguntar-lhe se não achava que estava na hora de deixar de dar dinheiro ao Record enquanto o Manha for diretor, disse-me: "Se calhar está na altura de experimentar outro jornal.".

E assim fez.



Não sinto um particular prazer em estar a mostrar que o meu pai passou a comprar outro jornal, porque acaba por ser uma espécie de menor de dois males. Tenho muita consideração por alguns jornalistas do Record, e a verdade é que A Bola também teve os seus episódios de desrespeito para com o Sporting (aquela capa dos 10 titulares da seleção em vésperas do jogo com a Suécia deixando de fora apenas Rui Patrício, por exemplo). 

Sei também que não faz grande mossa nas contas do Record -- afinal, em contas por alto, serão cerca de 350 jornais por ano, que dá cerca de €300. Se sobreviveram às quedas de vendas dos últimos anos, nunca será a perda de um leitor que irá pôr em causa a continuidade do jornal.

As consecutivas exibições de facciosismo clubista de um jornalista é lamentável, mas quando se trata de um diretor de jornal é intolerável -- e ainda pior quando escreve artigos que fazem troça de outros clubes. Os responsáveis do Record lá saberão se é este o caminho que querem seguir.

20 comentários :

  1. e ultimamente a bola tem acertado mais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Riga, pelo menos não colocaram o Neto no Benfica quando o Ronaldo ganhou a Bola de Ouro... :)

      Eliminar
    2. eu disse de acertar em relação ao Sporting, porque ultimamente o que eles colocam na primeira pagina normalmente depois acaba por bater certo

      Eliminar
  2. Um não faz mossa, mas se forem mais a seguir o exemplo do seu pai, não será por acaso que estão a vender menos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. F. Pais, o negócio deve estar a correr bem ao Manha para se sentir à vontade para troçar de um número considerável dos seus leitores...

      Eliminar
  3. O próximo passo é fazer com que o seu pai compre apenas o jornal do Sporting! :)
    Agora a sério. Somos um animal de hábitos, e alterar um hábito de muitos anos é sempre de valorizar, pois temos tendência a desvalorizar certas coisas para manter a rotina. É o menor de dois males, mas um "mal" mais saudável que o anterior (é que o Manhoso enerva para caraças)!
    Parabéns!

    http://grandeartistaegoleador.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Torres, o jornal do Sporting é por minha conta -- partilha de custos. :)

      E essa é uma grande verdade: não é fácil alterar hábitos de tantos anos.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Festeja lá agora.

      http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=3863930

      Eliminar
    2. Não disse nenhuma mentira, Ferreira, acredito que tenha sido totalmente sincero. mas não é uma questão de ele andar a dizer o que lhe vai na alma. Trata-se de um jornalista, diretor de um jornal desportivo, e devia ser isento e dispensar-se de escrever textos provocadores para adeptos de outros clubes que não o dele. Se não consegue perceber isso diga-me o seu clube que aponto-lhe textos semelhantes, para ver se acha agradável.

      Eliminar
  5. Coitado do manha... isso não se faz pá. Se o homem chega a saber disso ainda sofre alguma depressão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, apesar de ter apanhado uma desilusão na quarta-feira amanhã poderá festejar rijamente mais uma conquista da sua equipa. O que vale a perda de um leitor comparado com a vitória numa Taça de Portugal? :)

      Eliminar
  6. Mais nada Mestre!

    De vez em quando compro jornais desportivos, como hoje, para estar a ler as gordas na praia. Comprei a Bola. Não volto a comprar Record enquanto o Manhoso lá estiver.

    Cada vez há mais sportinguista a pensar desta forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, PM. Pode ser que assim lhe custe na pele. Um abraço.

      Eliminar
  7. Um leitor, 300 euros...

    Dez leitores, 3000 euros...

    Cem leitores, 30 mil euros...

    Mil leitores, 300 mil euros...

    10 mil leitores, 3 milhões de euros...


    Agora imaginem, num ano, temos entre 10 a 20 mil leitores, seja de que jornal desportivo for, a pouparem este valor por ano, ou mesmo mais... Mais, a pouparem este valor para em 2 ou 3 anos, o entregarem para a Missão Pavilhão... ou para se fazerem sócios do nosso grande Sporting Clube de Portugal?

    Dá que pensar, não dá...?

    ResponderEliminar
  8. Eu assinei a edição online do jornal do Sporting (22€/ano) e dou uma volta na blogosfera Leonina. Nem um cêntimo para panfletos de propaganda.

    E esta do correio da manha:

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=716343535071825&set=a.264574450248738.61584.207174265988757&type=1&theater

    Mas o que é isto?!? Perdeu-se toda a vergonha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sar, será que isso não é uma daquelas páginas em que fazem piadas sobre a atualidade? Se for na secção de desporto, bem... seria uma autêntica vergonha...

      Eliminar
  9. Eu fico sempre pasmado quando gentalha de moral duvidosa (para lá do questionável gabarito profissional ) tem acesso a colocações de topo. para as quais sempre pensei só estar ao alcance de pessoas de formação qualificada e reconhecida competência....mas pelo menos no futebol verifico constantemente que isso não é verdade. É só gente merdosa em lugares paras os quais não tem perfil...e onde dão azo á trica, vingança e diarreia mental. EnfimPortugal no seu melhor.....Parabéns Mestre. E acredito que o seu pai não será o único a mudar....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente não se compreende como é que alguém desta estirpe chega aonde chegou... Um abraço.

      Eliminar