quarta-feira, 21 de maio de 2014

Leonardo Jardim: ficará na memória mas não no coração dos sportinguistas

                                                                                                                                        
Gostei da forma escolhida para anunciar a saída de Leonardo Jardim. A postura e competência que o treinador demonstrou ao longo do último ano não merecia menos do que uma saída pela porta grande, com o devido reconhecimento e agradecimento do clube pelo trabalho feito.

Também registo o facto de Bruno de Carvalho não ter dado qualquer pista sobre o futuro treinador. Se já estiver definido e tudo acertado com o sucessor de Leonardo Jardim, é um gesto que fica bem à direção -- era momento de agradecer ao treinador que estava de saída, e seria uma falta de respeito estar a falar do substituto à sua frente. Leonardo Jardim respondeu com a mesma cortesia ao não se pronunciar sobre o seu futro. Por outro lado, se o novo treinador não estiver ainda definido, será obviamente um motivo de preocupação para os sportinguistas. Os próximos dias responderão qual dos casos se trata.


Fico com muita pena de ver partir Leonardo Jardim. Fez um trabalho notável, acima de todas as expetativas, quer na construção de uma equipa coesa, quer no desenvolvimento de jogadores. Cédric, Rojo, e Adrien foram jogadores que demonstraram uma enorme evolução em relação à época anterior. William era um não-fator e foi Jardim que viu nele o monstro em que se viria a transformar. Demonstrou paciência e sabedoria no lançamento de Carlos Mané.

O início de campeonato foi brilhante e devolveu a alegria a Alvalade. Gradualmente os adversários foram percebendo como causar maiores dificuldades ao Sporting, e a equipa empolgante das primeiras jornadas deu lugar a uma equipa pragmática que continuou a amealhar pontos a um ritmo notável. O 2º lugar é uma proeza assinalável atendendo à diferença de condições em relação aos adversários diretos.

Fica também o apreço pelo seu discurso coerente e racional, quer nas conferências de imprensa quer nas flash interviews. As personalidades de Leonardo Jardim e Bruno de Carvalho complementavam-se, e cada um dava a injeção de racionalidade e paixão que os adeptos necessitavam de ouvir e sentir.

Não acredito nos rumores que referiam desentendimentos entre os dois. A saída de Leonardo Jardim deve-se mais à sua personalidade e plano(?) de carreira, do que a diferenças com a direção em relação aos objetivos da próxima época. O Mónaco acenou com mais dinheiro, um campeonato mais visível, e objetivos mais ambiciosos, e Leonardo Jardim fez o mesmo que noutros clubes por onde passou: não hesitou e aceitou o novo desafio.

E é precisamente isso que que me magoa em Leonardo Jardim. O projeto que tinha no Sporting era apenas de dois anos, e não faz sentido que o abandone a meio. Compreendo que é um profissional, que tem que pensar na sua carreira e que há oportunidades que podem tardar em voltar a aparecer. Mas o termo profissional também tem outra vertente: o profissionalismo. E a verdade é que não é uma atitude profissional abandonar, apenas um ano após a assinatura, o clube que apostou nele e que contava com ele para se posicionar noutro patamar do futebol português. 

Num jogador, que tem uma carreira curta, ainda se compreende. Num treinador de 39 anos, que ainda tem mais de duas décadas de carreira pela frente, não lhe fica bem.

Desejo portanto as maiores felicidades a Leonardo Jardim no seu novo desafio, e agradeço-lhe com toda a sinceridade tudo o que fez no Sporting. Conquistou o apreço de todos os sportinguistas, mas abandonou o clube de forma demasiado rápida para merecer ficar no nosso coração.

15 comentários :

  1. pequeno pormenor:

    o Leonardo jardim sempre disse que não queria treinar durante muitos anos8 muito semelhante ao que o villas boas já referiu)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Riga, eu também me queria reformar aos 30, mas não consegui... :) Ainda estou para ver o primeiro treinador a retirar-se voluntariamente ainda com muitos anos de carreira pela frente...

      Eliminar
  2. Pois, como sempre o dinheiro falou mais alto. Do mal o menos :
    deixou nos na Champions
    deixou nos 3 milhões (que podem vir a ser 6 milhões, por isso na próxima época o meu 2º clube é o Mónaco)
    deixou nos a crença de que tudo é possível neste novo Sporting
    deixou nos a ideia de que no futuro irá voltar (resta saber se antes ou depois de passar pelos nossos rivais !!!!!)
    e por ultimo . a sua saída deixou nos livres para receber o nosso novo treinador, a quem devemos desde já desejar o maior sucesso.
    Obrigado Leonardo Jardim
    Benvindo Marco Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora como cereja no topo do bolo........vem buscar o William Carvalho (mas só em Dezembro) por 45 MILHOES eheh

      Eliminar
  3. Há casos em que não é (razoavelmente) exigível a ninguém (salvo, eventualmente, a alguém que nasceu milionário) que cumpra um compromisso. Ir para Montecarlo, ganhar (para aí) dez vezes mais, para ir gerir uma equipa com um orçamento tendencialmente ilimitado parece-me um deles. Parece-me que se trata de um caso em que a realidade é aquela que é e foi gerida da melhor maneira por ambas as partes. Como me parece-me que Jardim nunca quis ganhar o nosso "coração" (não é o estilo), também nunca o poderia partir. JPT. SL!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JPT, eu compreendo os motivos da saída, mas continuo a achar que não lhe fica nada bem. O compromisso que tinha com o Sporting era suficientemente curto para ser levado até ao fim.

      Eliminar
  4. Concordo profissionalismo também é levar os contratos e projectos até ao seu final. No entanto parece-me que a saida foi concertada, a bem sem forçar o que quer que seja. Isto também é profissionalismo. Ninguém ouvi nada sobre conflitos ou forçar a saida que diferenças para o passado recente.

    No entanto percebo a decisão de Jardim, pelo seguinte:

    a) Dinheiro, ganhar dez vezes mais ou seja 250.000,00 euros por mês é muito aliciante, mais a mais com um regime fiscal muito favoravel;

    b) O projecto do Monaco é aliciante, fundos quase ilimitados para atacar o titulo e a champions, no fundo quase jogar o championship manager da vida real;

    c) O local, dirão que o Monaco tem poucos adeptos, não sei se será tanto assim, mas viver no Monaco é um sonho. Esse é um dos principais aliciantes.

    Finalmente creio que Leonardo Jardim irá longe, com uma equipa organizada e mais um ou outro jogador irá ganhar o titulo em França e fará um brilharete na champions.

    Finalmente quantos clubes é que já conseguiram vender o seu treinador? Excepto o Porto não vejo mais ninguém. Vamos ver se o mestre da táctica também é contratado.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, eu vejo LJ com uma tarefa complicada pela frente. O presidente quer uma equipa a jogar futebol espetacular e a ganhar títulos, mas o PSG ainda está uns bons furos à frente do Mónaco. Vamos ver como corre...

      Mas gostava que as coisas lhe corressem bem -- até porque o Sporting terá a ganhar com isso.

      Quanto ao papel da direção, acho que defenderam bem os interesses do clube. Se anunciarem o treinador hoje será ouro sobre azul.

      Eliminar
  5. Gostei particularmente do pormenor se ele quiser voltar a Portugal nos próximos 4 anos (uma situação que poderia ser bastante provável para Porto ou mesmo Benfica, não acredito que aguente muito no Mónaco) o Sporting ter direito a uma indemnização de 15M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho Barack, os interesses do Sporting foram bem defendidos.

      Eliminar
  6. Van Gaal chegou ao Man United aos 62 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e vai bem a tempo de por novamente aquela equipa a jogar à bola. O Mourinho que se cuide !!!

      Eliminar
  7. O homem vai para um clube mediático, substituir um senhor chamado Ranieri. Ou seja, vai sair do anonimato para ser conhecido no mundo como o gajo escolhido para por ordem nos milhões do monaco. O presidente dos gajos para se precaver até já se separou e tudo :P

    Só temos que dizer obrigado e boa sorte.

    ResponderEliminar
  8. Mestre, acho que acabou tudo como eu previa. A saída do Leonardo Jardim, acho que era irreversível. Não estou tão certo como o Mestre, que estava tudo bem entre ele e o presidente. Por outro lado, percebo que à oportunidades na vida que se não as agarrarmos, podemos nunca mais voltarmos a ter, e arrependermos para o resto da vida. Obrigado Leonardo Jardim pelo trabalho que fez no nosso clube. Quanto ao comportamento do nosso clube, pela pessoa do presidente Bruno de Carvalho, foi 5 estrelas. Hoje outra página é virada, a apresentação do novo treinador, tudo indica ser Marco Silva, que eu deposito grande esperança de competência e de determinação no trabalho que vai realizar no nosso clube. À sportinguistas, que questionam o facto dele ser adepto do Benfica, oh Mestre! Acha que quando formos jogar contra o Benfica, o homem não quer ganhar, e pede escusa de estar no banco? A esses sportinguistas só tenho um comentário: «Tenham dó».

    ResponderEliminar