segunda-feira, 12 de maio de 2014

O treinador do Sporting é Leonardo Jardim

                                                                                                                           
O facto de os três jornais darem em primeira página a notícia que Leonardo Jardim está de saída para o Mónaco é sinal de que se tratará de uma notícia com algum fundamento. O facto de os três jornais apresentarem relevarem pormenores do contrato que não coincidem entre si é sinal que o que quer que se esteja a passar ainda não está fechado.



Leonardo Jardim

É normal que qualquer profissional se sinta tentado por um projeto em que lhe darão um salário bastante superior, e num clube com muito dinheiro para gastar em jogadores que será um candidato ao título num campeonato com maior visibilidade que o nosso.

No entanto, Leonardo Jardim apenas cumpriu um ano do contrato que tem com o Sporting, que nem sequer é particularmente longo. O treinador tem 39 anos, tem uma carreira muito longa pela frente, e terá várias oportunidades de conseguir um contrato milionário se mantiver a competência que tem demonstrado até aqui. 

As declarações públicas que teve até agora sobre o assunto não são de todo indicadoras de que a saída é inevitável. Relembrou que está no meio do contrato, e é natural que diga que a alteração das diretrizes do projeto está dependente das condições que lhe derem. É justo que não queira assumir uma candidatura ao título da próxima época se sentir que não lhe estão a dar os meios necessários para lá chegar. E não nos podemos esquecer que, de facto, ninguém falou que o objetivo deste projeto de dois anos seria a conquista de um campeonato nacional.

No entanto, a verificar-se a saída, estará a dar razão aos que duvidam do seu caráter por nunca ter conseguido levar um contrato até ao fim.


Sporting

Os contratos são para se cumprir. Se a direção está satisfeita com o trabalho de Leonardo Jardim, então deve fazer os possíveis para o manter. 

Mesmo sendo possível que Leonardo Jardim queira sair, e se o Sporting forçar a sua continuidade sem renovação do contrato, não acredito que o treinador não faça o melhor que sabe e que não defenda os interesses do Sporting na época que aí vem.

Deixar sair Leonardo Jardim só porque há a oportunidade de irmos buscar Marco Silva ou outro treinador qualquer, será um erro. Se as coisas correrem bem, daqui a um ano será mais que provável que estejamos envolvidos novamente numa novela deste tipo, com a agravante de que os potenciais interessados já saberão que a direção não é inflexível na defesa da cláusula de rescisão do treinador.

Para mim, a direção do Sporting deve fazer os possíveis para chegar a um entendimento sobre os objetivos para a próxima época, mesmo que isso possa envolver a "retirada" da candidatura ao título que Bruno de Carvalho anunciou numa entrevista à TVI24. Não estou com isto a dizer que deve ser o treinador a definir o rumo do clube, mas a verdade é que o renascimento do Sporting também está ligado ao excelente trabalho de Leonardo Jardim, pelo que a sua palavra também tem peso em relação às metas a traçar para 2014/15.

Quanto ao facto de Bruno de Carvalho poder ter que voltar com a palavra atrás, não seria nenhum drama. Há várias formas de o fazer sem perder a face. 


Adeptos

Não temos alternativa senão aguardar que ambas as partes se pronunciem sobre o assunto. No entanto, parece-me completamente descabido já estarmos a dar as boas-vindas a Marco Silva. Nem sabemos se Jardim vai mesmo sair, nem se a direção do Sporting está a pensar nele para o substituir, nem se Marco Silva não preferirá outros destinos.

No meu caso em particular, Leonardo Jardim é o único treinador que me interessa. Não quero outro. Se se confirmar a sua saída, logo falaremos sobre o assunto.

20 comentários :

  1. O problema que LJ deve ter é que o Monaco acena com milhões para contratações para lutar pelo título Francês e nós acenamos com empréstimos, equipa B e contratações a baixoo custo para lutar pelo título Português.

    E o SCP está dependente de fazer boas vendas para poder fazer contratações um pouco mais caras. E como não temos a certeza se essas vendas se vão realizar....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, é evidente que LJ se sentirá tentado, afinal é humano. Mas existe um contrato assinado, e LJ sabia que seria com contratações a baixo custo que teria que viver. O treinador comprometeu-se com o projeto. Isso também tem que valer alguma coisa. Um abraço.

      Eliminar
  2. Bom dia Mestre a mim cheira-me, com grande convicção, a tentativas de aliciamento, porque:

    a) Quem plantou esta noticia mexe-se bem e tem como objectivo levar o Leonardo para o Monaco, forçando a SAD a aceitar a baixa na cláusula de rescisão de 15 milhões.

    b) Cheira-me a movimentos do Mendes para levar o Leonardo para o Monaco a preço de saldo.

    Por isso para mim a solução é clara e simples o Sporting não tem de fazer nada nem ficar refem de ninguém só tem de informar, se chegar alguma proposta, que o treinador tem cláusula e é livre de partir mal alguém pague os 15 milhões de euros.

    Até lá tem contrato e como tal Pacta Sum Servantas.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, concordo totalmente. Ou pagam a cláusula, e não há nada a fazer, ou então LJ deve continuar. Neste negócio só irá haver um prejudicado, que seremos nós. Ganha o Mónaco, ganha Jorge Mendes, e ganham os nossos rivais.

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Capas que não fizeram história.

    ResponderEliminar
  4. Eu também gostava que Jardim ficasse e não era só para a próxima época, teria todas as condições para continuar o excelente trabalho realizado. Agora se hipoteticamente ele tiver outras ambições, propostas e quiser sair, ou se a sintonia com a equipa directiva e projecto não for a 100%, penso que não ganhamos nada em prende-lo.

    Enquanto Jardim for o nosso treinador também não me pronuncio sobre eventuais substitutos...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SAR eu pronuncio-me sobre os, alegados, substitutos para me rir.

      Vitor Pereira é desde já risivel.

      SL

      Eliminar
    2. se, se, se, ah ah ah

      Eliminar
    3. Sar, na minha opinião a estabilidade é algo de fundamental nesta fase da recuperação do clube. Para além disso ainda há outra questão importante: se queremos manter os nossos melhores jogadores, é fundamental que se mantenha o treinador -- é natural que os jogadores fiquem com dúvidas em relação à sua valorização na próxima época sem saberem quem será o treinador. E dificilmente virá alguém que dê as mesmas garantias que LJ.

      Um abraço.

      Eliminar
  5. E o programa de trash tv chamado contra-golpe na TVI ontem...

    Não via tanto disparate e falsidade desde do fim do jornal do incrivel e os seus relatos acerca do Chiquinho o rapaz vampiro que vivia numa gruta em Mirandela.

    Primeiro assunto o Sporting - Jardim de saida sem dúvida pois ambiciona o Monaco. Culminar da conversa com a bomba de que o Jardim e o Bruno de Carvalho não se falam.

    Segundo assunto Benfica - O Milan quer Jesus. Rui Bráz saltou da cadeira indignado pois Jesus estava no tipo da carreira no Benfica, sair para o Milan era um passo atrás na carreira. O Jesus só pode sair para o Man United, Real Madrid ou Barcelona.

    Ai que programa tão ridiculo.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, tenho que ver isso! :)

      Rui Pedro Braz: já conseguiu ganhar um lugar na galeria dos notáveis jornalistas (ou lá o que ele é) que nem tentam disfarçar o seu facciosismo. Consegue ser muito pior que o Paramés.

      Eliminar
  6. Vítor Pereira ?!?!?!?

    u can't be speaking da tru! :)

    SL

    ResponderEliminar
  7. Paulo Bento, Carlos Carvalhal, Paulo Sérgio, adjunto de Paulo Sérgio que não Nuno Valente, Couceiro, Domingos, Sá Pinto, Oceano, Vercauteren, Jesualdo Ferreira e Leonardo Jardim.

    11 (ou 10, pois o adjunto do forcado só lá esteve um jogo) treinadores nas últimas 5 épocas. O caminho não é este.

    (mas Jardim tem tanto, mas tanto, para melhorar. Terá consciência disso? Terá humildade para o reconhecer?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, é verdade que Jardim cometeu erros e pode melhorar em diversos aspetos, mas quem não pode? Acho que estamos todos de acordo em que os aspetos positivos do seu trabalho superam largamente os negativos.

      Se estivermos à procura do treinador perfeito nunca mais conseguimos estabilidade, simplesmente porque tal coisa não existe...

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Mestre,

      Mas eu quero é que Jardim veja os erros e melhor. Evolução é o que se pretende.
      Estabilidade não vem com 2 a 3 treinadores por época. Por isso é que mencionei todos aqueles nomes.
      Agora as últimas semanas de Jardim foram muito más, tanto ao nível do discurso como das opções técnicas e tácticas. E isso não é bom.

      Eliminar
    3. Estamos de acordo, Cantinho. Também espero que LJ consiga inverter a tendência das dificuldades crescentes que o Sporting sentiu no final da época.

      Eliminar
  8. Mestre, desculpe lá, pretendermos que haja estabilidade, fazendo braço de ferro com um treinador, que quer sair (se for o caso), só porque tem contrato por mais um ano, acho que é um grande disparate. Acha que um treinador que é obrigado, entre aspas, a acabar de cumprir o contrato tem condições para vai levar o barco a bom porto? Ou a meio da época o estamos a despedir, e a pagar a respectiva indemnização. Se ele fizer muita questão em sair, é negociar a sua saída, porque ao fim e ao cabo, é tudo farinha do mesmo saco (tudo culpa dos euros), oxalá eu esteja enganado, e tenha que pedir desculpa daquilo que estou a escrever. O nosso Sporting não morre, ainda ontem fui ver o jogo a Alvalade, e depois de perdermos, fui à Loja Verde, comparticipei com um donativo para a «Operação Pavilhão» e comprei 2 Pack de sócio, para mim e para o meu neto, e vocês, Mestre de Cerimónias, Cherba, Álamo, e todos os outros que escrevem e comentam o Sporting, foram os «responsáveis» por esta minha atitude. Nós é que damos tudo ao Sporting, sem pedirmos nada em troca, desculpe lá esta minha lamechice. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. F. Pais, acredito que não é uma questão de se chegar a um braço de ferro em que as duas partes fiquem irremediavelmente de costas voltadas.

      LJ pode querer sair por ter melhores condições, mas sabe que tem contrato e que o Sporting também tem direito de fazer valer os seus interesses. Teria que ser uma pessoa sem qualquer sentido de razoabilidade para não perceber isso -- o que não me parece ser o caso.

      BdC deve ir ao encontro das pretensões de LJ dentro daquilo que for possível. LJ assinou por dois anos sabendo que teria que contar com um investimento minimalista, pelo que não irá contar com contratações milionárias. Há espaço para haver um entendimento entre os dois, que terá que passar por um acordo nos objetivos para a próxima época e na definição do reforço do plantel.

      Ficando, LJ quererá fazer o melhor trabalho possível para se valorizar. Sabemos que isto funciona muito à base de modas, e um ano de insucesso normalmente representa uma travessia no deserto em termos de oportunidades em clubes de ligas superiores à nossa.

      Quanto à sua aventura pela Loja Verde, fico muito contente. Não só pela Missão Pavilhão, mas acima de tudo pelos dois novos sócios que ganhámos, que ainda é mais importante. Eu fiz o donativo ontem pela internet. Os meus filhotes já são sócios há mais de um ano. Espero que sejamos acompanhados por muitos mais sportinguistas. Seria um excelente sinal para o futuro.

      Um abraço!

      Eliminar