quinta-feira, 22 de maio de 2014

The king is dead, long live the king!

Ninguém tem a capacidade de prever como será o futuro, mas não posso mentir: estou perfeitamente convencido que o Sporting contratou o melhor treinador disponível no mercado.

Tenho muita confiança em como Marco Silva tem a competência, ambição, e postura necessárias que o enquadrarão na perfeição no projeto do Sporting. A direção certamente que acredita fortemente nisso, tal como o contrato de quatro anos o comprova. E Marco Silva acredita no projeto que lhe apresentaram, caso contrário não teria aceite um contrato tão prolongado.

Foi-nos apresentado um treinador jovem, com muita vontade de vencer, e que na conferência de imprensa demonstrou perceber as expetativas dos adeptos: no Sporting, querer ser campeão é algo natural. É uma loucura estarmos a exigir um campeonato a Marco Silva no próximo ano, mas após a excelente época que agora acabou, não fazia sentido não nos assumirmos como candidatos na época que aí vem. 

Somos os principais favoritos? Não. Mas isso não quer dizer que não tenhamos as nossas hipóteses. Se o Sporting continuar a fazer o seu trabalho de forma competente, pode efetivamente ambicionar mais do que conseguiu este ano no caso de o Benfica não conseguir apresentar a mesma força da época que terminou e se o Porto não conseguir uma recuperação competitiva milagrosa. E neste momento acredito sinceramente que o Benfica não estará tão forte no próximo ano e que o Porto continuará bastante abaixo daquilo que habituou os seus adeptos.

Mais: ao concretizar-se a contratação de Marco Silva tenho a certeza que até ao final do mandato de Bruno de Carvalho seremos campeões. Os mais ambiciosos podem não achar isto suficiente, mas para mim é algo que não sentia desde o início do século. Eu já vejo a luz ao fundo do túnel e não são os faróis de um comboio em sentido contrário. A seca de títulos está a acabar.

Bem-vindo, Marco!

22 comentários :

  1. O que mais me agrada nesta solução Marco Silva é que o Sporting antecipou um problema (ao que consta, o Jardim comunicou que queria sair em Janeiro) e resolveu-o atempadamente (já haveria acordo com Marco Silva há dois meses). Isto é que é relevante. O Sporting aguentou metade do campeonato com um treinador que ia sair no final da época (tendo ainda um ano de contrato...) e assegurou a sucessão há dois meses, com um dos treinadores mais requisitados do momento. Ou seja, não houve um novo caso Villas-Boas, nem houve apresentação do treinador com um comunicado às três da manhã.

    E isto numa altura de grande pressão mediática em cima do clube, por isso há que reconhecer que o Sporting se saiu muito bem. E se for verdade que alguém tentou fazer a cama ao Bruno de Carvalho, levando o Jardim para fora de Alvalade, já percebemos também que o presidente do Sporting é no mínimo "desenrascado", logo não se criam crises em Alvalade como antes. Ando muito mais descansado, Mestre...

    Bem vindo, Marco Silva e que sejas muito feliz no Sporting Clube de Portugal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo este comentário, na linha do que escrevi às 10:01.
      Não compro, e duvido que alguém racionalmente compre, a ideia de que a saída do LJ se deva a qualquer teoria da conspiração contra o Bruno de Carvalho.

      O LJ é um treinador que já fez algumas épocas com nível e vai para um projecto interessante. Normal no futebol.

      Eliminar
    2. Caro anónimo, eu sinto exatamente a mesma coisa: uma grande tranquilidade por saber que os interesses do Sporting estão a ser defendidos com uma enorme competência.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
  2. Grande entusiasmo dos Sportinguistas com o novo treinador, não me recordo de haver uma unanimidade e expectativas tão altas, ainda por cima com um treinador tão novo. O discurso fácil e motivante na apresentação foi excelente. Tem tudo para dar certo, assim saibamos apoiar nos bons e principalmente nos maus momentos.

    Já estou ansioso que a pré-época comece, com a Sporting TV vai ser a loucura!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sar, acho que as conferências de imprensa de LJ e MS correram muito bem. Demonstram organização e rumo. Não quero colocar nos ombros de Marco Silva responsabilidades a mais (não vou exigir o campeonato), mas sinto-me muito confiante.

      Muito mais confiante do que pensava que estaria há uma semana e meia atrás, quando a saída de Leonardo Jardim começou a ser mais do que um rumor.

      Vão ser meses muito bons aqueles que nos aguardam. Espero que os sportinguistas recompensem este bom trabalho adquirindo mais gameboxes que nos permitam ter assistências ainda maiores no próximo campeonato.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
  3. " concretizar-se a contratação de Marco Silva tenho a certeza que até ao final do mandato de Bruno de Carvalho seremos campeões".
    Eu lembro-me de discursos deste teor (não necessariamente seus, claro) na pré-época do Domingos.

    Mestre, sem desprimor porque gosto da lucidez dos seus comentários. Mas no futebol mais do que nunca o que hoje é verdade, amanhã é uma batata.
    Nunca saberemos o que vai acontecer.
    Não sendo eu sportinguista, tenho a vantagem de ver o tema com maior distanciamento.

    E o que me apraz considerar é: 1) a boa escolha efectuada em alguém jovem, ambicioso e com provas dadas; e 2) a rapidez e eficácia com que a direcção resolveu um tema que podia ser complicado de forma célere.
    Tiro o chapéu ao Bruno de Carvalho.

    Bem haja,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção que o Domingos não era assim tão mau treinador nem a equipa era assim tão má. Havia no entanto devido ao enorme investimento uma espectativa muito elevada. Até porque equipa começou a jogar bem até ao jogo com o Valência em Alvalade.

      Foi-lhe feita a cama com arbitragens no minimo duvidosas e não teve força para aguentar a pressão.

      Com Marco Silva assim como com o Jardim as espectativas não foram nem serão para ser campeão mas sim para ser competitivo e lutar pelo titulo. Ninguém, pede a liga dos campeões nem tampouco a passagem do grupo. Pede-se sim pelo menos o terceiro lugador do grupo e não chegar ao Natal com um atraso de 15 pontos para o primeiro classificado.

      São estas as expectativos dos sportinguistas.

      SL

      Eliminar
    2. "Até porque equipa começou a jogar bem até ao jogo com o Valência em Alvalade." Grande equipa... jogou bem até metade da pré-época. Viva o campeão da pré-época.

      Eliminar
    3. E continuou a jogar bem mas lembro-me bem dos golos anulados e dos penaltys sonegados na três primeiras jornadas desse campeonato, já para não falar na greve dos arbitros.

      É que a nós ninguém nos pede desculpa por roubarem nem compensam já outros, como os teus dirigentes e treinador vermelho dizem dos arbitros o que Maomé não disse do toucinho e eis que o Vitor Pereira pede desculpa e arranja umas arbitragens amigas.

      Estás atravessado querias o Marco Silva para substituir o cavalo branco, azar podes vâ-lo a brilhar de verde e branco.

      Eliminar
    4. Caro anónimo, a minha certeza em relação à conquista de um campeonato até ao final do mandato é porque vejo competência em todos os patamares do clube. No futebol, a competência acaba por ganhar títulos mais cedo ou mais tarde, saiba o clube manter o rumo aos primeiros sinais de contrariedade.

      Houve um entusiasmo semelhante no tempo de Domingos, é verdade -- mas aí tudo era uma incógnita. O que entusiasmava eram os nomes dos jogadores que iam chegando Neste momento temos uma direção com mais de 1 ano de trabalho, e o que entusiasma é a competência que tem sido demonstrada. No caso de Domingos, era uma época de tudo ou nada, neste caso vê-se que o futuro está em construção, tendo como base uma época que foi um sucesso atendendo às expetativas que tínhamos.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
    5. Concordo, Green Lantern. Aquele jogo com o Valência foi um balde de água fria, mas o aquelas arbitragens nos 3 primeiros jogos foram os primeiros pregos no caixão. A equipa ainda se conseguiu reerguer e chegar à Luz em condições de discutir a liderança, mas a partir daí foi sempre a cair.

      Uma estrutura sólida poderia ter evitado o descalabro, mas infelizmente era o ninho de vespas que conhecíamos, em que cada um tentava salvar a sua pele.

      Quanto às expetativas, perfeitamente de acordo.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
    6. Mestre, os nossos adversários continuam a subestimar o Bruno de Carvalho, e isso é bom. Até aqui era tudo mérito do Jardim, agora a contratação do Marco Silva é mérito do Inácio e do Virgílio.

      Gosto que eles continuem a individualizar, a ouvir a verborreia de gente que já não conta para nada no Sporting. Que continuem a passar cartão àquele blogue do velhadas que fala sozinho com os seus pseudónimos e "participantes assíduos" (esses devem ser só para aí uns dois ou três, os outros são posts do dono do blogue), para fingir que tem muita participação. Uma coisa ridícula que só visto... Até lançam boatos sobre a sanidade mental do presidente do Sporting, porque pelos vistos garoto já não chega.

      Por isso andrades e lampiões, continuem a acreditar no que querem ouvir, porque assim é que está bem!

      Eliminar
    7. Caro anónimo, quem não gosta de Bruno de Carvalho prefere apontar os méritos para outros lados. No bom, o mérito é da estrutura ou do treinador. No mau, a culpa é do presidente. Não faz sentido. Que continuem assim.

      Que blogue é esse?

      Um abraço.

      Eliminar
    8. É o Camarote Leonino.

      Eliminar
    9. OK, obrigado. Leio o Camarote de vez em quando, mas o suficiente para perceber quem é quem.

      Eliminar
    10. * mas não o suficiente para perceber quem é quem.

      Eliminar
  4. Caro Mestre, certezas não pagam dívidas e parece-me que ainda há muito a melhorar no capítulo das contratações (demasiadas na última época) Vs. aproveitamento dos jogadores da formação.
    Quanto ao treinador, entre os nacionais disponíveis que foram sendo ventilados (Marco Silva, Vitor Pereira, Couceiro e Pedro Martins) também seria a minha escolha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tugarão, há sempre coisas a melhorar. Mesmo assim, creio que a parte das contratações correu relativamente bem, no ano passado. Falharam Dramé, Welder, Magrão, e Vítor. Acertaram em Maurício, Jefferson, Montero, e Slimani. Piris cumpriu, em função das poucas oportunidades que teve. Quando não há dinheiro para gastar as probabilidades de se errar são maiores (mas pelo menos o custo do erro é inferior).

      Se não estou em erro, dos que falharam, Cissé custou €750.000. Os outros foram a custo 0. Das contratações para a equipa B (que é uma política discutível, admito), correu bem Dramé. O central paraguaio não sei bem. Enoh parece ter sido uma aposta falhada.

      Se olharmos para o Benfica e Porto, as percentagens de acerto de contratações não foram superiores. Benfica acertou em Siqueira e Markovic. Sílvio, Sulejmani e Fejsa não jogaram o suficiente para serem considerados um sucesso. Falharam em Lisandro Lopez, Mitrovic, Funes Mori, Djuricic, Fariña, e Bruno Cortez. E isto gastando milhões.

      Do Porto nem vale a pena falar. Correu pessimamente.

      Um abraço.

      Eliminar
  5. Não me lembro de ter tanta esperança.
    Com o Domingos, nem por sombras me sentia assim (aquela estória da inversão de marcha lá para os lados de Leiria, enquanto jogador ainda, deixou-me sempre reticente...adiante...).
    Só há uma coisa que pode abalar o meu sentimento - a perda do William.
    Nem o Messi nos andrades ou o nosso Ronaldo nos lampiões abalaria a minha confiança.

    O discurso e a postura do Marco Silva não podiam ter-me agradado mais. Desde o modelo de jogo que pretende implementar - posse de bola e domínio de jogo - passando pela mensagem daquilo que para ele é a cultura de um clube como o Sporting - natural querer ser campeão. Excelente. Está em sintonia com 100% dos sportinguistas. A forma e o tom em que o disse revelou traços de um verdadeiro líder - daqueles capazes de incentivar de tal forma os seus homens que estes vencerão um exército inimigo 10 vezes maior.

    Força Marco Silva.
    Força Sporting.

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Migas, também tenho bons sentimentos em relação a Marco Silva (tal como tive com Jardim) que nunca tive com Domingos. Estou ansioso pelo início da nova época. Um abraço.

      Eliminar
  6. Caro Mestre,
    Só venho cá "postar" pq acabei de ler o comentário do Luís Sobral no MaisFutebol e fiquei chocado por ele ter escrito algo "bom" para com o Sporting...nomeadamente o Marco Silva
    Bem sei que não será uma mudança de paradigma no estilo editorial, mas, louve-se a iniciativa.
    Aqui:
    http://www.maisfutebol.iol.pt/sobe-opiniao-sporting/537d14220cf256df367fc36a.html

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Liga dos Mancos, já tinha lido. Luís Sobral sempre foi correto a dar a sua opinião sobre os jogadores e treinadores do Sporting. Não gosto acima de tudo da perseguição que faz a Bruno de Carvalho -- tem direito a não gostar do presidente do Sporting, mas a insistência e argumentos usados por Sobral foram muito para além do limite do razoável. Um abraço.

      Eliminar