segunda-feira, 23 de junho de 2014

António Varela e o serviço público no Twitter

                                                                                                                                               
Segunda parte do Portugal - EUA. William entra bem na equipa, Portugal parece ter finalmente meio-campo, coisa que simplesmente não existiu na primeira parte. O que teve António Varela, subdiretor do Record, a dizer sobre isso, em pleno jogo, no Twitter?


Não tardou que começasse a receber algumas respostas sarcásticas de gente que não percebe nada de futebol. Depois do jogo terminar, António Varela esclareceu o mundo de que se tinha tratado apenas de um comentário pedagógico...


Pois. Aparentemente Varela não gostou que os adeptos estivessem a elogiar demasiado o jogo de William e sentiu-se na necessidade de colocar água na fervura. Deus nos livre de termos adeptos a twittarem blasfémias deste tipo: William já entrou tarde, William dá outra segurança, foi preciso uma lesão para Paulo Bento fazer aquilo que todos nós já tínhamos percebido. Que horror!

Somos uns felizardos por termos jornalistas que se dispõem a fazer este tipo de serviço público (e de borla!) para educar os ignorantes que pensam perceber alguma coisa de um jogo de futebol.

Já agora, sobre o jogo para trás de William: 1 passe errado, 97% de eficácia. Fraco.


30 comentários :

  1. Esse Varela é outro parasita que faz parte do esquema.

    Os comentários ontem na RTP foram intragáveis. Não devo ter estado a ver o mesmo jogo que aqueles imbecis Paulo Sérgio e António Tadeia. É uma vergonha, Mestre. É só MERDA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os comentários da RTP estiveram ao nível do costume: péssimos.

      Eliminar
    2. Caro MdC,as minhas filhas já me começam a apelidar de "fundamentalista";e aceito esse termo pois com comentários desse género dos "Tadeias " deste Portugal,a minha atitude só pode ser mesmo esta:cada vez gosto mais de ser do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL....ouviram seus merdas goberns,manhas,tadeias e outros iguais...

      Eliminar
  2. Não se arranja estes bonecos para o Meireles e para o Montinho ;) ?
    só para comparar ...

    paulo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo, carregue neste LINK. Depois carregue em PASSING e é só escolher o jogador.

      Eliminar
    2. Mestre, esse site é fantástico! Para além da eficácia, dá para ver quem se esconde do jogo, ou não, pois vê-se a quantidade de passes. O Postiga enquanto esteve em campo fez apenas três passes, para trás... O Ronaldo teve uma eficácia de apenas 73% (está uma "sombra"...), o Nani ainda pior, com 67%. O Meireles teve 89% de eficácia e o Moutinho 91%, com o segundo muito mais em jogo também. O programa não engana.

      Eliminar
    3. Sem dúvida. Moutinho muito mais em jogo do que Meireles (apesar de Meireles não ter feito os 90 minutos). Bruno Alves péssimo em passes longos. Também reparei na estatística do Postiga... :)

      Eliminar
    4. Já está nos favoritos ... que grande site este. Como é possível com ferramentas destas existirem comentadores que continuem a dizer o que lhes apetece sem qualquer suporte factual. Uma lástima.

      Abraço e obrigado.

      paulo

      Eliminar
  3. Fico muito mais descansado por ver estes jornalista idóneos a fazer aquilo que se espera deles.... imparcialidade. E do RASCORD, esse diário desportivo de grande valor e critério na analise da atualidade desportiva. Apenas um pequeno reparo : o papel continua a largar tinta, deixa me sempre o nalguedo sujo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Varela foi dos primeiros a começar a fazer pressão para o Sporting explicar os tais 300 milhões de passivo que (supostamente) estavam escondidos. Muito exigente para uns, pouco exigente para outros.

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Isto nao é uma questão de serem imparcais ou não. É, tão simplesmente, uma questão de saberem muito pouco sobre futebol, tática, movimentação, etc...

    É pura ignorância e não má vontade. Vejo isto em praticamente todos os comentadores desportivos. Os que vão à TV são contratados porque têm boa comunicação, mas depois quando se lhes pede dar dar uma opinião técnica.....chapéu.

    Para os jornais desportivos a coisa já é mais grave, porque eles mesmo pensam que sabem de futebol pois, segundo eles, já vêem futebol há muitos anos. Como se isso fosse um selo de qualidade. Esquecem-se é que o que eles sabem de futebol já está desatualizado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, mesmo que não seja má vontade consciente, há de certeza falta de isenção. Falta de competência também existe. Eu não sou nenhum especialista na matéria, mas existem muitos comentadores cujas reflexões poderiam ser feitas pela maior parte das pessoas que costuma seguir futebol...

      Eliminar
  6. Incrível...a preocupação deste palhaço durante o jogo. Eles já nem disfarçam!

    Grande trabalho Mestre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PM, e foram poucos os tweets que o António Varela fez durante o jogo. Um a elogiar o acerto dos passes do Moutinho, outro a dizer que os tomahawks do Ronaldo não estavam a sair bem, e pouco mais. O único verdadeiramente crítico foi este.

      Entretanto já voltou a fazer outro tweet a dizer que o William jogou bem e que o futuro da seleção passa por ele. Contenção de danos, certamente.

      Eliminar
  7. A Bola - Benfica; Record - Sporting; O Jogo - Porto. Isto era o tradicional. Só O Jogo mantém a dependência. O Problema é que os outros não se tornaram independentes... transformaram-se em "jornais do incrível em futebol". Alguém se lembra do extinto "Jornal do Incrível"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha opinião A Bola continua a ser completamente pró-Benfica, o problema é a parceria que a Cofina / Record / CM fez com o Benfica.

      Eliminar
    2. O jornal A Bola tem interesse em ser associado ao Benfica, mas a prática nega essa ligação. Basta ver que o director desportivo não é benfiquista e, por exemplo, há tempos, quando foi preciso escolher entre as crónicas do Miguel Sousa Tavares e as do par dos gatos fedorentos (um do Benfica, Ricardo Araújo Pereira, e outro do Sporting, José Diogo Quintela) a Bola preferiu ter o primeiro e prescindir dos outros 2.

      Eliminar
    3. Isso foram influências pessoais que se sobrepuseram a critérios clubísticos. E é dos poucos episódios em que A Bola não tombou para o lado do Benfica sempre que necessário.

      Num jornal onde mandam Serpa, Delgado e Guerra, nem vale a pena estarmos aqui a brincar: é um jornal pró-Benfica, mas felizmente com muito mais vergonha na cara que o Record de hoje.

      Eliminar
  8. No meu tasco já tinha falado de um artigo do mais futebol no mesmo estilo. http://furialeonina.blogspot.pt/2014/06/estava-se-mesmo-ver.html
    A imprensa portuguesa tem a selecção que merece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dash, vá lá que pelo menos disseram que o William justifica continuar como titular...

      Eliminar
    2. Dito daquela maneira, era melhor nem dizer...

      Eliminar
  9. Para complementar:
    Passes para trás 8 certos / 8 tentativas
    Passes para o lado 6/7
    Passes para a frente 23/23

    Em resumo: que grande besta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente o António Varela tinha razão. William esteve melhor a jogar para trás do que para os lados... :)

      Eliminar
  10. Esse António Varela é um palerma. Tive oportunidade de o vêr uma vez a comentar futebol num programa de TV, e na altura fiquei com a seguinte ideia, estou eu a gastar dinheiro a comprar jornais para lêr opiniões de gajos que percebem de futebol tanto como eu. Eu não tenho a certeza, mas há uns anos houve um gajo que foi a um programa da SIC apresentado pelo Jorge Gabriel e pelo Nuno Santos, que tinha a ver com cultura futebolistica, este gajo foi lá e respondeu a quase todas as perguntas e uns dias depois era jornalista do Jogo. Se é o mesmo gajo é um tripeiro de primeira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. RP, isso é que seria uma ascensão épica! De um concurso de televisão para subdiretor de um jornal desportivo de tiragem nacional... :) Um abraço.

      Eliminar
  11. De tiragem nacional, mas não passa de um pasquim! É por o record ter tipos como ele que não compro o jornaleco há anos. Atenção que ele não é parvo, pode ser é daltónico, estava a ver o mesmo que todos nós, mas...É assim. E não vale a pena perder mais tempo com a criatura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, de certeza que estava a ver o mesmo que nós... e apesar de tudo, achou que o que se impunha era rebaixar o jogo de William. Assim se vê como funciona a cabeça daquela gente... Um abraço.

      Eliminar
  12. Resposta de João Quadros a António Varela:
    http://www.forumscp.com/index.php?action=dlattach;topic=20947.0;attach=33591;image

    ResponderEliminar