sexta-feira, 4 de julho de 2014

A saída de Abel

                                                                                                                                
Não tenho opinião formada sobre a qualidade do trabalho de Abel. Apenas sei que a classificação que Abel conseguiu foi aceitável, e que existiu alguma polémica em torno da sua relação com João Mário e por umas bocas que mandou publicamente a Iuri Medeiros por não estar satisfeito com a sua atitude.

Também seria injusto esquecer que Abel venceu um campeonato como treinador da equipa de juniores, tendo conseguido também excelentes participações na NextGen (conseguindo um 3º lugar em 2012/13).

Por não ter estado particularmente atento à equipa B e à evolução dos jogadores do plantel, não contesto a decisão da direção. O que me parece discutível é o motivo pelo qual o assunto não foi tratado durante o mês e meio de antecederam o início dos trabalhos de 2014/15.

12 comentários :

  1. Aposta na formaçao? Claro! Mas é preciso conciliar...4 de julho de 2014 às 12:44

    Pela boca morre o peixe...

    http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=892734

    Sai mais um flic-flac para a mesa do canto pf...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual é o problema dessas palavras ?
      Não concordas com aquilo que o homem disse ?

      Pois eu acho que disse muito bem. É sim preciso conciliar as coisas, é uma questão de equilíbrio.

      Lá por termos uma boa Academia, não quer dizer que se consiga formar 11 jogadores para uma equipa titular a cada "fornada" que sai.

      Portanto, qual peixe ?
      Qual flic-flac ?

      Nem sequer dizes o teu nome, e vens com essa...

      Eliminar
    2. Volto a recomendar o belo Voltaren....pra dor de cotovelo.
      O SCP vai estar em várias frentes e só um suicida poderia pensar que temos actualmente ogadores suficientes para as várias competições. Assim "temos de conciliar" s talentos confirmados com os que possamos fazer emergir durante a época. Já chegou à 2 anos andarmos a emendar (remendar) o plantel a meio da época e à pressa sem tomar as devidas precauções, e depois deu o que deu (Bruma...Ilori...)lembram se. E isso não pode acontecer, Primeiro tem de mostrar serviço. Depois fazer novos ou prolongar contratos actuais ...só então se deve permitir os primeiros passos na 1ª equipa. Posso estar errado, mas é assim que vejo as coisas. E a pressa é inimiga da perfeição...temos a academia a produzir 2, 3 talentos excecionais por ano. Pra realidade do país é optimo. Possamos nós continuar nesse caminho, e mante los no plantel
      A F

      Eliminar
    3. No plantel principal temos 8 produtos da formação que já transitam da época passada. Se juntarmos pelo menos 1 ( João Mário) são 9, e eventualmente ainda virá mais um, totalizando 10. Conheces algum clube em Portugal com objectivos de ganhar que tenha no plantel principal tantos jogadores formados ??? Se conheceres diz para eu mudar de clube !

      Eliminar
    4. As palavras de Bruno de Carvalho parecem-me perfeitamente sensatas. Não passa pela cabeça de ninguém que o Sporting possa fazer uma equipa competitiva recorrendo exclusivamente (ou maioritariamente) a jogadores da formação.

      Eliminar
    5. A entrada do Gauld e a saída de Matheus Pereira é o cúmulo da sensatez.

      Eliminar
    6. Se o Matheus Pereira (quem é ele já agora?) não quer renovar contrato pelos mesmos números dos seus colegas, está no seu direito. Já o Ryan Gauld terminou a pretérita temporada com 18 anos e 37 jogos efectuados (12 como suplente utilizado) enquanto que o luso-brasileiro com ainda 17 anos ficou-se por 5 chamadas à equipa B e 4 jogos como suplente utilizado. E o Ryan Gauld em 2012/13 fez 11 jogos pela equipa principal, 5 como suplente, contra 10 nos júniores do Matheus Pereira... Um já leva 49 jogos feitos na primeira categoria, o outro só fez 4 jogos como sénior...


      E o mesmo se pode dizer dos reforços contratados, um pouco mais velhos que os miúdos da Academia, mas todos eles mais experientes. Agora, é preciso que o Marco Silva faça as suas escolhas e que aqueles com que não conta para o plantel principal sejam emprestados a equipas de primeira divisão para que façam como o José Luís Mendes Lopes a miséria de 25 jogos na primeira liga grega, 7 como suplente utilizado, num total de 1586 minutos... E já vai nos 82 jogos como sénior...

      Eliminar
  2. Também aqui já deram a costa.... anda por aí grande maré de anonimos e afins em certos blogs...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São uns refugiados de cores estranhas :-) não se sentem bem nos seus clubes pelos vistos, que tem de vir meter conversa aqui. . Que sejam bem vindos que nós não tratamos mal ninguém !

      Eliminar
    2. E tu estás "identificadíssimo". Estás incomodado? Quem não deve não teme.

      Eliminar
    3. Duvido que seja verdade mas num blog que trata mais das outras cores que do verde as visitas deviam ser normalíssimas. O problema é que há uma espécie de leões que gosta muito de criticar mas não suporta ser criticada e com razão.

      Eliminar
    4. As teorias conspirativas, um total alheamento da realidade e a reconstrução da mesma em tons mais convenientes, a cíclica bajulação aos novos dirigentes seguida da vertiginosa queda, o "para o ano é que é" mas afinal é no outro a seguir, etc...
      É um exercício deveras hilariante ler blogs sportinguistas, porque dispensaria tal oportunidade? Por favor, não acabem nunca!

      Eliminar