segunda-feira, 21 de julho de 2014

Mais do que um simples treino

                                                                                                                           
Digam o que disserem, um jogo entre Sporting e Benfica, mesmo que seja na pré-época e com parte dos jogadores indisponíveis, não é um jogo qualquer. Isso foi mais que evidente pelas bancadas bem compostas e pelo empenho que ambas as equipas colocaram em campo.

O Sporting alinhou na máxima força (faltando apenas os jogadores que estiveram no mundial), apresentando-se com uma equipa muito semelhante à da época passada. A vitória foi indiscutível, já que o Sporting dominou a maior parte da partida, e o resultado acaba por pecar por escasso já que tivemos bastante mais ocasiões para marcar que o nosso adversário.


Grande partida de Adrien (para mim o melhor em campo), com muito bons jogos de Dier, Rosell, André Martins, João Mário e Carrillo. Capel esteve muito ativo, mas acabou quase sempre por dar má sequência aos muitos espaços que conseguia obter através em velocidade, quer através do seu poder de drible, quer através de boas combinações com os companheiros.

O Benfica jogou com muitas caras novas, mas é preciso dizer que dos jogadores disponíveis que serão crónicos titulares apenas Luisão e Sálvio ficaram de fora - os outros que não jogaram são os que ainda estão de férias por terem participado no mundial (situação que também afetou o Sporting). Como é evidente, tantas caras novas partem em desvantagem quando jogam contra uma equipa que na sua maioria joga junta há um ano. Na minha opinião, estranho seria se não vencêssemos.

Fica no entanto uma sincera palavra de satisfação por ver o Benfica a dar oportunidades a jovens da sua formação. Espero que seja para manter no futuro - o futebol português agradece.

Como é evidente, não podemos tirar grandes conclusões sobre aquilo que cada uma das equipas valerá quando a época arrancar. Ainda só se trabalha há quinze dias e falta mais de um mês para o mercado encerrar. Se é verdade que Jesus tem muito trabalho pela frente, fruto de uma renovação forçada do plantel, também é normal que Marco Silva ainda esteja nas etapas iniciais no processo de colocar a equipa a jogar à sua imagem.

Para terminar, gostava que me explicassem quem elegeu Talisca como o melhor jogador do torneio. Deve ter feito um jogo fenomenal contra o Estoril, porque no de ontem esteve longe de ser o melhor em campo. E já agora, espero que Nuno Lobo e a Associação de Futebol de Lisboa dêem indicações ao canal responsável pela transmissão em direto da competição que para a próxima mostrem a entrega do troféu aos vencedores (no próximo post escreverei sobre a transmissão da Benfica TV - perdão, BTV).

Ah, é verdade: apesar de o resultado num jogo destes pouco interessar, a vitória acaba por ter um sabor bem agradável à conta de coisas como esta...


8 comentários :

  1. Boa vitória, sem espinhas. No próximo jogo gostava de ver JM, Adrien e Rosell no meio campo.
    Acho que o Olá João não faz ideia que gozou com o Sporting. É simplesmente burrito, já foi uma sorte não ter escrito Sporting Gijon ou Sporting Kansas City...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, provavelmente nem o Jorge Jesus sabe o que significa comédia em português, quanto mais o Olá John.

      Eliminar
    2. FC, não sei se o João Mário ganha em jogar tão subido quanto o André Martins. Mas também estou com muita curiosidade em vê-lo em ação mais vezes! Um abraço.

      Eliminar
  2. O Ola John que vá desinchar o melão. Só espero que tenham muitos esta época.

    Foi um bom treino. É sempre bom vencer os treinos, para ganhar moral. Especialmente se os treinos derem umas tacitas e de caminho se puder ganhar aos lampiões.

    Quanto à transmissão, foi pena ter sido na btv, assim ninguém viu o jogo. A transmissão em diferido na Sporting TV foi muito tarde, por isso não vi. Mas também não interessa porque haverá mais oportunidades para ver o Sporting e em jogos mais importantes. Este valeu sobretudo por poder encavar os Ola Johns do enfique. Como é que se diz? Que la chupén, etc, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, também esperei para ver o Sporting - Belenenses na Sporting TV. Mas no jogo de ontem não consegui esperar e lá tive que ligar o computador para encontrar um site que transmitisse o jogo. Um abraço.

      Eliminar
  3. Vi in loco, um benfica muito fraco embora só faltem o Enzo, o Salvio e o Luisão.

    Para quem criticou o Mauricio que vinha da segunda brasileira, olhem para aquele Cesar, coitado e possivelmente será titular no benfica.

    No Sporting gostei muito do Adrien e do André Martins, vêm para agarrar a equipa ao estilo Xavi, Iniesta, salvo as devidas distâncias.

    Gostei da defesa e do Rossel, nota-se que é muito diferente do William, pois este último segura melhor a bola e o Rossel tenta passar logo. Também no posicionamento são muito diferentes. Mas devo dizer que o William é muito superior.

    Carrilho mais do mesmo, Capel voltou às arrancadas e bem. Montero precisa de golo mas continua a ser um jogador tecnicamente acima da média e aquele 10 fica-lhe mesmo bem.

    Finalmente Tanaka voluntarioso e a dar tudo, gostei embora não para titular.

    Quanto a Slavchev achei pesado mas pode ser impressão minha.

    João Mário excelente com a bola nos pés é um jogador fino, sem bola falta um pouco de agressividade.

    Finalmente prémio de melhor jogador para o sarrafeiro do meio campo do benfica, ridiculo, na bancada toda a gente se riu...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Green Lantern, suponho que tenha sido um grande ambiente que se viveu no Restelo. Para quem viu o jogo na televisão como eu, pareceu tal e qual a onda verde que acompanhou o Sporting ao longo de toda a época nos jogos fora. Simplesmente fantástico!

      Acho que não podemos tirar grandes conclusões de Tanaka, Mané, Slavchev e os outros que entraram depois dos 60 minutos. Foi evidente que o jogo decaiu imenso, pelo que acho que todos podem mostrar muito mais.

      Montero é daqueles jogadores que acrescenta sempre algo à equipa, mesmo não marcando. Ontem é ele que põe a bola nos pés de Carrillo no lance do golo, e teve outros bons pormenores, mas nota-se falta de confiança quando se aproxima da baliza - precisa urgentemente de marcar 2 ou 3 golos para acabar de vez com o jejum e regressar ao nível que vimos na primeira metade da época passada.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. "olhem para aquele Cesar, coitado e possivelmente será titular no benfica."

    Que exagero!
    Estará a falar do Luis Filipe? É que escrever esta frase do Cèsar depois daqueles 2 jogos é de quem não quer ser credível. Ele teve algumas falhas, normais para quem chegou há tãoo pouco tempo e não tem rotinas com a equipa.
    Mas justificará esta frase?


    Se estiver a falar do Defesa Direito, Luis Filipe, entende-se. De facto, o jogador em causa foi paupérrimo. Esse sim, pesado, mal posicionado, incapaz de percber as dinâmicas do adversário.

    ResponderEliminar