quarta-feira, 9 de julho de 2014

Novelas vieiristas

As peripécias de Fariña no Benfica                                                                                        
Há cerca de um ano, o Benfica contratou o jogador Luis Fariña ao Racing, por cerca de €3M.

Fariña chegou a Lisboa com um discurso de quem acreditava plenamente que o seu futuro imediato passaria pelo Benfica. Apesar disso, em Portugal poucos compreenderam na altura a contratação do jogador, já que o Benfica tinha excesso de alternativas para as posições que o argentino poderia fazer.

Após duas semanas de treinos em Portugal, Fariña acabaria por ser emprestado para o Baniyas, um clube do Dubai.

Vieira explicaria o empréstimo da seguinte forma
"Fariña é um jogador que estava referenciado, é um jogador de grande potencial. O Baniyas fez uma proposta irrecusável ao Benfica. Foi uma operação estratégica para o Benfica. Amortizámos cerca de 40 por cento do investimento no jogador. O Dubai é uma região de grande interesse para o Benfica."

O que passou mais ou menos despercebido foi que, dois meses antes, o Baniyas tinha oferecido ao Racing €3M para contratar Luis Fariña.

Suponho que não terá sido o clube argentino a rejeitar a proposta do Baniyas, porque o Benfica acabou por contratar o jogador precisamente pelo mesmo valor. É legítimo supor, portanto, que o primeiro negócio não se concretizou por falta de vontade do jogador em prosseguir a carreira no Dubai.

A ideia com que fiquei foi que o Benfica contratou Fariña já com a ideia de o enviar para o Dubai, servindo na prática como um mero intermediário do Baniyas na transação. Que benefícios teve o Benfica com isso? Bem, a amortização de 40% do investimento será de facto um ponto positivo para o Benfica, partindo do princípio que tencionam algum dia dar-lhe a hipótese de fazer parte do plantel principal. Mas não sei porquê, tenho a sensação que isso não irá acontecer.

Tenho também dúvidas em relação ao argumento de Vieira em como o Dubai é uma região de grande interesse para o Benfica - a não ser que o Benfica esteja interessado em criar uma equipa de mediadores imobiliários (coisa que não me parece provável pois Vieira, a título pessoal, já terá isso bem coberto).

Nada disto é novo, pois são acontecimentos que remontam a agosto do ano passado. Ontem surgiram notícias de que o Benfica tem em dívida a última tranche de pagamento ao Racing e que o clube argentino tenta aproveitar para recuperar o jogador. O Benfica e o jogador já desmentiram a notícia, mas é caso para dizer que esta novela já teve episódios suficientemente estranhos que levam a acreditar que os argumentistas terão ainda algumas surpresas reservadas para todos nós num futuro não muito distante.

15 comentários :

  1. Quando o compramos o ano passado fui falar com adeptos do Racing e todos dizem maravilhas eu acho que pode ser muito util este ano ...especialmente se vendemos 7/8 jogadores como parece ser ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, no ano passado disse-se que o Sporting também fez uma sondagem ao Racing para saber por quanto estavam dispostos a negociar. Suponho que o jogador tenha efetivamente valor. De qualquer forma parece-me um tiro no pé o Benfica tê-lo contratado e enviado um ano para o Dubai, onde dificilmente continuaria a crescer - parece-me uma gestão duvidosa de um ativo do clube.

      De facto, com as saídas de que se fala pode ser que se abra espaço no plantel, mas continuo cético em relação às hipóteses de Fariña - parece-me mais provável que Vieira contrate mais um carregamento de jogadores...

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Outro caso que merece análise cuidada:
    http://www.segundonapaulista.com.br/2014/02/1-que-time-e-esse-brasa-futebol-clube.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, já conhecia este caso. É de facto outro caso muito estranho (que neste caso ultrapassa muito a venda feita ao Benfica), mas que do ponto de vista do Benfica acaba por ter alguns contornos semelhantes ao de Fariña (pelo menos até ver). Também Patric não chegou a fazer um único jogo pelo Benfica... Obrigado pelo link e um abraço.

      Eliminar
  3. Gosto deste Blog e aposto que muitos benfiquistas também gostam. É sempre interessante ver posts sobre assuntos benfiquistas a partir de uma perspectiva diferente, neste caso sportinguista. Já comentei aqui anteriormente. Às vezes sou insultado em outros comentários, mas nunca pelo Mestre de Cerimónias.
    Quanto ao tema, pois, o mundo das transferências de jogadores tem o seu mistério. Mas isso não é só no Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, era só o que me faltava tratar mal adeptos de outros clubes que vêm aqui deixar os seus comentários. Escrevo muito sobre os rivais do Sporting (tanto quanto escrevo sobre o Sporting), pelo que tenho que estar preparado para todo o tipo de respostas - principalmente daqueles que não concordam ou não gostam daquilo que escrevo.

      Obrigado pelo comentário e um abraço.

      Eliminar
  4. Pertinente meu caro Mestre, muito pertinente.

    E a CMVM a fingir que não se passa nada... Nem um pedido de esclarecimento, nada........

    Triste país de conluios e arranjinhos, minado por corrupção até ao tutano...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. YaZalde, desconheço até que ponto pode a CMVM intervir em situações destas. Na pior das hipóteses para o clube, é uma situação em que o presidente utiliza o Benfica para estabelecer parcerias que beneficiam os seus negócios particulares, o que é uma coisa extremamente complicada de provar.

      Este tipo de coisas devia ser escrutinada em primeiro lugar pelos sócios do clube, mas admito que não seja fácil com a máquina de propaganda que Vieira montou - e muito menos na sequência de uma época que desportivamente foi fantástica.

      Um abraço.

      Eliminar
  5. Caro Mestre,

    Não me recordo de todos (era o que faltava...) mas tenho para mim que, esmiuçando bem, há poucos negócios no Benfica de Vieira que sejam totalmente transparentes.

    Mas com louváveis excepções, os benfiquistas sempre foram adormecidos por uma eficaz máquina de propaganda (ver o tratamento deste caso Oblak, do de Roberto ou a quase ausência de referência aos 3M € que supostamente custou um tipo da 2a divisão brasileira) e enganados com uma mentira chamada sucesso desportivo que dita em voz grossa e muitas vezes até parece verdade. Só depois de o elefante lhes ter entrado pela sala (Garay) alguns outros parecem também ter aberto os olhos e já há mais gente a questionar o Vieira, as vendas abaixo da cláusula de rescisão, as desculpas para a não manutenção do Siqueira ou a razão do Sílvio continuar no centro de estágio quando o seu empréstimo já terminou vs. novela Oblak. É bom sinal.

    Ainda não os vejo questionar a venda do André Gomes e do Rodrigo por 45 Milhões porque lhes afaga o ego. Vão chegar lá. Mas chegarão tarde.

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Férenc, são de facto demasiados casos. Entre compras ao quilo que ninguém compreende e negócios com fundos mal explicados, fica complicado pensar que tudo pode ser sério. É verdade que o Benfica tem feito vendas assinaláveis, o que acaba por levar muitos adeptos a tolerar o acumular de vários negócios de poucos milhões sem qualquer sentido. No entanto, muitos negócios de poucos milhões também acabam por ter o seu peso - e a prova está na situação financeira do Benfica, que poderia ser muito melhor se houvesse mais critério nos negócios que têm feito.

      Garay apanhou muitos benfiquistas de surpresa. Diria mesmo que foi um terramoto (nem eu esperava que o Benfica tirasse tão pouco proveito da venda do central), que agora vê em Oblak uma continuação pouco agradável para quem desejava a manutenção de um plantel que tão boa conta do recado deu na época passada.

      Entretanto Markovic está no vai-não-vai para Liverpool e a treinar no Seixal, tal como Rodrigo e André Gomes.

      Para terminar, fala-se ainda na venda de Enzo e Gaitan. Para quem há um ou dois anos disse que o Benfica não precisava de vender, não está nada mal...

      É de facto um bom sinal para nós. Para completar o ramalhete seria ótimo que Jesus também recebesse a proposta dos seus sonhos para rumar para outras paragens... :)

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Qual é o problema de se pagar EUR 2.5M por um jogador brasileira se ele tiver sido referenciado como um jogador com potencial?

      O SCP não acaba de gastar aproximadamente esse valor por um miudo de 18 anos que jogava em Dundee na Escócia?

      O David Luiz veio da 3ª Divisão. Rendeu EUR 25M + Matic.

      Obviamente há n casos que correm mal. Mas não faz é sentido aceitar os "nossos" como boas oportudinades de negócios e criticar os dos outros só porque sim.

      Eliminar
  6. O Jesus tem mérito mas tem tido muito bons ovos. Aliás, tem sido assim sucessivamente nos ultimos anos mas só no ano passado é que conseguiu tirar resultados desportivos inequívocos. E nós bem sabemos como nos levaram uma série de pontos. O Jesus tem mostrado ser bom a montar do zero mas todos os anos lhe têm dado boa matéria prima. Vamos ver o que lhe darão agora. Pela amostra, não convence...

    Sobre as 'vendas assinaláveis', por defeito desconfio. E já nem falo no Rodrigo + Gomes ou Roberto. Se fossem tão assinaláveis assim, mesmo com os Fariñas e os camiões de paraguaios para a B, não estavam a desbaratar o plantel como parecem estar nem a choramingar com a reestruturação financeira do Sporting.

    Enzo, Gaitán, Rodrigo e Gomes estão só à espera do Peter Lim no Valência. Entretanto, devem receber alguma truta para calar o povo. Oferta do amigo Mendes.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Férenc, concordo que Jesus tem tido matéria-prima muito boa para "criar" jogadores, mas temos que admitir que nem todos seriam capazes de converter jogadores como ele tem conseguido. Preferia ver Jesus a ir para outro campeonato e ver Vieira a desencantar o novo Quique... :)

      Em relação às vendas assinaláveis, referia-me a David Luiz, Di Maria, Witsel, Coentrão e Ramires. Bem sei que na maior parte dos casos o Benfica não ficou com 100% das vendas (nem sequer perto disso no caso de Ramires), mas não deixou de entrar muito dinheiro.

      Agora, também é indiscutível que o Benfica desaproveitou essas receitas extraordinárias numa política de betão megalómana e numa política de contratações completamente disparatada.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Caro Mestre:li algures que os carnidenses no final deste mês ttêem que pagar juros nada pequenos de um empréstimo bancário.Junte-lhe a crise do BES e aqui estará a venda ao desbarato da equipe campeã.É claro que vale o que vale,e não só para eles... Um abraço.

      Eliminar
  7. Se a única coisa nova em relação a esta matéria é algo já totalmente desmentido tanto pelo SLB como pelo jogador, o que sustenta este posto em julho de 2014?

    ResponderEliminar