quarta-feira, 23 de julho de 2014

Saídas

Sobre as vendas / empréstimos de Wilson, Salomão e Zezinho                                              
O inevitável emagrecimento do plantel às ordens de Marco Silva começou há alguns dias e tem decorrido a um ritmo elevado. Já me tinha referido à saída de Rinaudo, que faz todo sentido em função da escassa utilização que muito provavelmente teria caso permanecesse em Alvalade e do alto vencimento que aufere. Vou dedicar agora algumas palavras às saídas mais recentes.

Wilson Eduardo: depois do que vimos nos dois jogos particulares em que participou, fica a sensação de que poderíamos voltar a ter um Wilson extremamente útil se se confirmar a ideia de Marco Silva de aproximar os extremos à área. Wilson Eduardo não é o mais talentoso dos nossos jogadores, mas todos estamos de acordo que dá a ideia de poder render muito mais jogando numa posição um pouco mais interior. Não me esqueço do bom início de época que fez com Leonardo Jardim, do profissionalismo que sempre demonstrou quando não era opção regular, e do comportamento inatacável enquanto foi colocado a rodar noutros clubes. A saída para Zagreb parece ser uma boa oportunidade para o jogador, e os termos do acordo são bastante interessantes para o clube, pelo que lhe desejo sinceramente que tudo corra como deseja nesta aventura croata. Wilson merece-o.

Diogo Salomão: é um jogador que há muito se percebeu que não tem lugar no plantel do Sporting. O empréstimo por mais um ano ao Deportivo é uma boa solução, já que o clube fica livre de encargos até ao final da época. Continuo é sem perceber o porquê de o Sporting ter renovado o contrato com Diogo Salomão por 5 anos no início da época passada. De qualquer forma, desejo-lhe que tenha muito mais sorte do que no ano passado.

Zezinho: emprestado por um ano ao AEL Limassol, ficando o clube cipriota com opção de compra do passe por €1M. Os jogos que Zezinho fez com Jesualdo Ferreira foram de bom nível, e era um dos jogadores em quem depositava mais expetativas. Atendendo aos contornos desta cedência, é evidente que a estrutura do Sporting não tem a mesma ideia do atleta. Não consigo perceber o motivo, tal como não consegui perceber o desterro a que o jogador foi sujeito no ano passado num clube do fundo da tabela do campeonato grego.

18 comentários :

  1. Os contornos do negócio do Wilson parecem-me bem!

    Em relação ao Salomão e Zézinho preferia que fosse ao contrário. Que Salomão tivesse opção por 1M e Zézinho apenas emprestado. Mestre..por curiosidade quem é o empresário do Zézinho? É o Baldé?

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PM, também não me importava que trocassem as condições de empréstimo dos dois jogadores... :)

      Zezinho é representado pela Proeleven, que representa também Marco Silva, Wilson Eduardo e Rojo. Suponho que não tenha sido por más relações com os empresários.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Correção: Zezinho é representado pela Desportímedia. Têm poucos jogadores em carteira, dos quais os mais conhecidos são Artur e Ricardo Costa.

      Eliminar
    3. Ok, obrigado pela informação Mestre!

      Eliminar
  2. 100% de acordo Mestre. Vi tantos jogos do Zezinho na B (era sempre o melhor) que não entendo o porquê de não se ser concedida uma verdadeira oportunidade para se mostrar na A. Isto é um negócio claramente para despachar o jogador, algo que não me agrada.
    Com os negócios de Rinaudo, Salomão e Wilson, concordo em absoluto e também sou um dos que ainda não percebeu a renovação do Salomão.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Torres, a gestão de carreira de Zezinho pelo Sporting tem sido muito discutível. Aquele empréstimo para a Grécia não terá tido qualquer proveito para ninguém, e agora isto... Um abraço.

      Eliminar
    2. O Zezinho é bom, mas quando é que seria titular do Sporting? Temos William, Rosell, Rabia (dizem que é 6), e ainda temos o Palhinha.
      A escolha é portanto entre ganhar 1 M € ou vê-lo emprestado consecutivamente sem ter oportunidade de desenvolver a carreira.
      Estou portanto de acordo com esta venda. é boa para o jogador e para nós o dinheiro também não é mau.

      Eliminar
    3. Caro anónimo, o tempo encarregar-se-á de nos dizer se a saída é boa ou não para o Sporting. É verdade que as probabilidades de jogar no Sporting a curto prazo, mas teríamos dito o mesmo de William se o Sporting o tivesse dispensado no princípio da época passada.

      De qualquer forma isto não quer dizer que não tenha confiança que as decisões que a direção toma são no melhor interesse do clube.

      Um abraço.

      Eliminar
    4. "teríamos dito o mesmo sobre o William"

      O William só tinha a competição do Rinaudo. A situação é diferente: mesmo que o William saisse, seria muito improvavel o Zezinho jogar (mesmo a médio-longo prazo)
      Se ele se safar, isso não faz com que esta decisao tenha sido má. Até é bom que ele se safe, e espero que sim, porque até tem qualidade. Mas foi uma boa decisão. Não podem ficar todos e ele teve a sorte de ter oportunidades.

      Eliminar
    5. Rabia é central, e Palhinha ainda está muito verde. Qd muito slavchev pode jogar a 6.
      É a mesma concorrência que tem qualquer míudo da formação, como Iuri, Esgaio ou Tobias. Tb são para despachar?
      Não tem lógica nenhuma, dee haver alguma razão não-desportiva por trás da decisão.

      Eliminar
  3. Excelente trabalho por parte da Direcção Leonina na colocação atempada dos excedentários... Já faltam poucos...

    Quanto ao Zezinho, depois da renovação do Fokobo (óptima notícia) tudo ficou mais complicado para ele no plantel... Excelente colocação dos jogadores em clubes que tenham participação nas provas europeias... Assim sim!

    Força Sporting!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. YaZalde, a renovação de Fokobo é mesmo uma excelente notícia - não tanto pela renovação do jogador em si, mas nos sinais que dá em como a política de dureza negocial da direção está a resultar - o que é fundamental para o futuro do clube. Um abraço.

      Eliminar
    2. Já agora, vou tentar escrever sobre a renovação de Fokobo amanhã.

      Eliminar
  4. O Salomão foi incluido pelo SCP no fundo Sporting Portugal Fund, gerido pelo BES e que neste momento está deficitário. A perda do jogador sem mais-valias iria implicar a sua substituição no referido fundo por um jovem de igual valor, sendo que o valor do Salomão é 1M por 25%. A manutenção da ligação do jogador ao SCP permite, por um lado, manter este valor "congelado" do lado do fundo e por outro a possibilidade de uma mais-valia numa futura venda, diminuindo o valor a rêpor pelo SCP ao Sporting Portugal Fund.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obg pela explicação. Estamos condenados a ficar com ele para sp, se ng lhe quiser pegar.
      SL

      Eliminar
    2. Vítor, mas quais as consequências que existiriam se o contrato acabasse e o jogador partisse a custo zero? Estive a ler o regulamento do fundo e não encontrei em algum lado a obrigação de o Sporting ter que pagar ao fundo o €1M investido. Há um dos pontos do regulamento que fala no risco de um jogador acabar contrato sem contrapartida para o clube e fundo. Um abraço.

      Eliminar
    3. A única obrigação do SCP é colocar o jogador no mercado sempre que o contrato entre nos últimos 18 meses. Mas o SCP têm todo o interesse em manter os atletas do fundo como activos, principalmente se foram sobre-avaliados - como é o caso. Afinal o dinheiro já entrou nos cofres da SAD e, por principio, esta deve ser leal para com os seus investidores sob pena de no futuro estes ou outros nos voltarem as costas.

      A manutenção da ligação do Salomão ao clube terá sido acima de tudo um processo de gestão de activos financeiros e menos de activos desportivos. Risco mínimo, possibilidade de receitas futuras.

      Eliminar
    4. Vítor, percebo a ideia e não coloco em causa que seja verdadeira. Mas isso é um acordo tácito entre o clube e o fundo ou está escrito em algum lado? Um abraço.

      Eliminar