terça-feira, 5 de agosto de 2014

Shika abala?

                                                                                                                                        
À medida que a fase de preparação se aproxima do final, começa a ser cada vez mais óbvio que Shikabala não será uma das primeiras (nem segundas) opções de Marco Silva para atacar as provas em que o Sporting vai participar nesta época.

Não tenho nada contra o egípcio, mas nunca partilhei da crença que muitos sportinguistas sempre demonstraram em Shikabala desde que se anunciou a sua contratação nos últimos segundos do dia 31 de janeiro, tal como não consegui compreender o clamor que se gerava sempre que o jogador tocava na bola durante os poucos minutos em que foi utilizado na última jornada contra o Estoril.

Ontem Shikabala foi utilizado a titular (e bem, tratando-se de um jogo realizado no Egipto), mas mais uma vez não demonstrou ser o jogador de que o Sporting precisa. A sua falta de adaptação não é caso único no plantel, é verdade, mas fará sentido manter Shikabala, um jogador de 28 anos com um feitio "especial", para ser uma 4ª ou 5ª alternativa para extremo (atrás de Carrillo, Capel e Mané, e se calhar até de Heldon) ou para a posição 10 (atrás de Martins, João Mário, Slavchev ou mesmo Montero)? Não faria mais sentido deixar esse papel para um jogador da nossa formação, como Ricardo Esgaio, Iuri Medeiros ou Filipe Chaby?

Shikabala foi um dos 24 jogadores apresentados na passada sexta-feira, mas com Rabia e com o defesa esquerdo que tarda em chegar, o tamanho do plantel subirá presumivelmente para 26 jogadores - o que é um exagero considerando a existência da equipa B. Parece-me que Marco Silva ainda terá algumas escolhas para fazer de forma a ajustar a quantidade de jogadores do plantel, e ficarei surpreendido se Shikabala não for um dos sacrificados pelo treinador.

Foto: Record

21 comentários :

  1. O Shikabala está para o Bruno de Carvalho como o Amunike para o Sousa Cintra. Palhaçada. Desta vez ao menos serviu para aumentar o número de likes da página oficial do Sporting no facebook e assim a garotagem ficou toda contente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consegue escrever com menos acido ? É que até arranha tanta magoa e despeito...enfim. Sobre ShikaBala...acho que visto pelo lado do marketing e promoção no médio oriente até pode funcionar, mas como opção de jogo.....duvido. Pouca intensidade....pouca intencionalidade...vê-se que vem dum campeonato diferente. Pode ser que com tempo e muito trabalho na B melhore...mas com 28 anos o tempo já não abunda.

      Eliminar
    2. Ácido, despeito? É mais desprezo. Já tivemos um indiano para fazer marketing na Ásia, agora são estes a "brincar". E se fosses fazer "marketing" com o teu dinheiro?

      Eliminar
    3. Xiii... que comentário mais estúpido.
      O Shikabala veio pelo preço de uma sandes com queijo. Se jogar um décimo do que o Amunike jogou e no fim ainda render uns trocos, já vale a pena.

      Eliminar
    4. Comparar um jogador que saiu para o Barça com um que poderá nem ter qualidade para o plantel é assim um bocado ...como dizer? Parvo...

      Essa do ser barato tem muito que se lhe diga mas hoje em dia no Sporting parece ser justificação para todo e qualquer coxo que a "estrutura" contrate.

      Eliminar
    5. Calma consócios, tenham lá paciência, que o homem deve ter visto os activos dele a passar para o "banco mau"! JPT, SL!

      Eliminar
    6. Acho que deve haver tolerância para contratações de baixo custo que não resultem, desde que de uma forma geral as restantes estejam a ter sucesso. O que é comprovadamente bom custa sempre muito dinheiro, e mesmo assim existem n fatores que poderão comprometer o sucesso de uma contratação.

      Se Shikabala não contar para Marco Silva, espero que haja coragem para se reconhecer o erro e dispensá-lo. É bem melhor do que mantê-lo no plantel só para salvar a face a quem tenha acreditado nele.

      Infalíveis são os presidentes dos outros. Eu não quero gente infalível no meu clube.

      Eliminar
  2. Achar que o Amunike foi uma manobra de marketing é só assim das coisas mais estúpidas que tenho lido.

    ResponderEliminar
  3. Marco Silva deveria libertá-lo mais...O homem é fora-desérie mas precisa de espaço. Afinal, o que seria de Ronaldo, Messi, Balotelli ou Benzema se tivessem presos a tácticas e processos defensivos?! Acho que merecia uma oportunidade para mostrar o que verdadeiramente vale, mas não colocando-o colado à linha (direita ou esquerda), isso retira-lhe energia e fantasia, aquilo que ele mais tem!
    Embora ache que um emprestimo a uma equipa portuguesa da 1. Liga fosse proveitoso para a sua adaptação ao futebol portugues, se jogasse com regularidade (Setubal, Guimarães ou Estoril seriam ideiais)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juba, mas será suficientemente bom para justificar um papel de jogador sem missões defensivas? Aceito que jogadores do calibre de Ronaldo e Messi tenham esse privilégio, mas Shikabala?

      No futebol de hoje todos os jogadores em campo têm tarefas para cumprir com ou sem bola. Ao dispensar-se um jogador de tarefas defensivas, os restantes 9 têm que correr muito mais para compensar aquilo que o outro não faz. Do ponto de vista coletivo pode ser um grande risco.

      Também me parece que um empréstimo a outro clube da I Liga seria uma boa opção, resta saber se o jogador aceitaria de bom grado essa decisão.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Com um contrato de mais quatro épocas, nunca será uma contratação de baixo custo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hugo, não estou a ver como poderá ser possível alguém contratar um jogador a custo zero e ainda sem receber salário... :) Só com emprestados não vamos lá.

      Se tiver poucas hipóteses para jogar, é do interesse do jogador encontrar outro clube. E aí não é difícil arranjar quem lhe pague o salário.

      Um abraço.

      Eliminar
  5. De facto comparar o Shikabala ao Amunike é de uma estupidez que dá dó. O Amunike era um grande jogador e que deu muito ao Sporting. Quanto ao Shikabala sinceramente acho que se trata apenas de uma manobra de marketing. Não é mais do que um segunda linha que poderá eventualmente ser útil naqueles jogos em que o autocarro de dois andares não há meio de furar um pneu. Não é por aí que devemos estar preocupados. O que sim me preocupa é por exemplo ver que mais uma vez nos enganámos no jogador contratado para servir de alternativa ao Cédric pois este Geraldes realmente não me convence nadinha.

    ResponderEliminar
  6. Pois eu acho uma estupidez dizer-se que "Shikabala é uma manobra de marketing" só porque ainda não rendeu o que se esperava dele! O Slimani também foi uma manobra de marketing? o novo Egípcio (Rabia) também será uma manobra de marketing? Andamos a brincar ou quê?

    SL

    ResponderEliminar
  7. Também não acho que Shika se trate de uma jogada de marketing. O Sporting está a explorar mercados menos visíveis por não ter dinheiro, e apostar no jogador mais talentoso a alinhar no Egipto poderia resultar desportivamente. A seleção egípcia é boa, para os padrões africanos. Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. Viva Mestre, tal como tu também me quer parecer que o Shikabala não é propriamente do agrado do Marco Silva.
    Não fico muito chateado se o Shikabala não vier a confirmar tudo aquilo que a maioria esperava dele. Custou 190 mil euros e o Sporting pelos vistos foi ao Egipto fazer uma quantia superior a essa e o Shikabala é ainda o "culpado" de termos duplicado o número de likes no Facebook.
    Este discurso é já um pouco derrotista no sentido em que falo das coisas positivas que o Shikabala nos deu fora de campo sem contar (ou esperar) que ele nos dê retorno em termos desportivos.

    O que eu vejo ali (do pouco que vi...) é alguma imaturidade quando se apanha com a bola nos pés. Parece querer dar sempre aquele toque mais requintado quando a jogada pede algo bem mais simples como um passe para o lado. Nota-se que a qualidade existe e a bola parece colar aos pés do homem, só que deve ser da cola que é muito forte, que se nota que há ali dificuldade na altura de a largar.

    Não escondo alguma preocupação com o "desenho" do actual plantel... É esperar para ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adjunto, o problema é precisamente que Shikabala veio como sendo um mago com a bola nos pés. De facto não está a corresponder às expetativas naquilo que seria o seu ponto forte, e nem vale a pena entrarmos entrar pelos seus presumíveis pontos fracos... :)

      De qualquer forma, enquanto estiver connosco é um dos nossos. E a esperança é sempre a última a morrer.

      Em relação ao plantel, preocupam-me as laterais e precisamos de mais um extremo. O resto parece-me muito bem definido e espero que não saia nenhum dos nossos jogadores principais.

      Um abraço.

      Eliminar
  9. Se o Chico Abala não sei, mas está difícil de regressar...


    http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2014/08/05/sporting-shikabala-impedido-de-regressar-a-portugal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Virgílio, a sair do Sporting que seja para outro clube... não me parece que o exército lhe queira pagar o salário... :) Um abraço.

      Eliminar
  10. Este deve ser o nosso "Mantorras". Mas mesmo o Mantorras foi um grande jogador enquanto não lhe despedaçaram o joelho, depois foi ficando no beifica para que o dinheiro angolano continuasse a entrar na Luz.

    O "Shikacirco" só se compreende por um esquema semelhante. Tal como a palhaçada com os equipamentos da Macron, espero que o dinheiro dos árabes valha a palhaçada com este jogador e o mau exemplo que ele constitui. Mau exemplo por ser um mau profissional e por fazerem de um jogador sem qualidade um ídolo no Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci-me do link. Os egípcios já conhecem a "encomenda".

      http://www.noticiasaominuto.com/desporto/259457/shikabala-acusado-de-planear-atraso-no-regresso-a-alvalade

      Eliminar