terça-feira, 16 de setembro de 2014

Foi há 26 anos... e parece tão atual

                                                                                                                                          
Dei de caras há uns dias com um vídeo de 1988 publicado no Youtube em que José Eduardo Moniz (atual vice-presidente do Benfica) entrevista Pinto da Costa, sobre um tema muito quente da altura - a transferência de Rui Águas e Dito do Benfica para o Porto. 

Para além da curiosidade histórica do confronto entre os interlocutores em questão, esse vídeo surpreendeu-me por revelar um pormenor que eu desconhecia sobre o método encontrado para Pinto da Costa concretizar a operação. Apesar de me lembrar bem do impacto que a notícia da ida de Rui Águas e Dito para o Porto teve no país desportivo, era demasiado novo para perceber os contornos financeiros que estiveram por detrás dessa transferência. 

Retirei da entrevista completa (que pode ser vista aqui) dois segmentos que referem o tal pormenor. Vejam se conseguem encontrar algum paralelismo com determinados acontecimentos que fazem têm sido muito debatidos ao longo dos últimos meses:


Na prática, assistimos aqui à participação de uma espécie de antepassado dos fundos que hoje são uma ferramenta recorrente na contratação de jogadores que estão acima das possibilidades dos clubes. Falamos de algo que se passou há mais de um quarto de século.

Se é verdade que o sucesso do Porto dentro de portas se apoiou em grande medida num conjunto de práticas que não vale agora a pena estar a repetir, não posso deixar de reconhecer que Pinto da Costa, para além de ser um líder carismático que colocou o interesse do clube no topo das suas prioridades, é um homem extremamente inteligente que sempre andou um passo à frente dos rivais enquanto esteve no auge das suas capacidades. Viu o golpe profundo que poderia causar ao Benfica com esta transferência e encontrou uma forma criativa para a concretizar.

P.S.: quem assistir ao vídeo completo perceberá rapidamente de onde veio o célebre "penso eu de que" de Bimbo da Costa no Contra-informação. :)

11 comentários :

  1. diz que o video e privado... será algum problema do meu browser?

    ResponderEliminar
  2. Caro Mestre,

    O vídeo é privado. Deve ter a ver com as configurações que introduziu.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Nem sabia que era possível classificar os vídeos como privados ou públicos. :) Já corrigi, penso que agora já conseguirão ver. Obrigado e um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Se o video é privado discutimos o método do Mestre ou vamos ao You Tube: http://www.youtube.com/watch?v=aYJ8S_w0GFU

    ResponderEliminar
  5. É o tal "charme hipnotizador" do Pinto da Costa.

    ResponderEliminar
  6. Pinto da Costa em grande forma !!! Mas pergunta : para onde mandaram eles o Jorge Plácido ? Na Wiki aparece o SCP....esquisito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Jorge_Pl%C3%A1cido
      "...no final da qual foi vendido ao Matra Racing de Paris, onde finalmente foi treinado por Artur Jorge.
      Teve algumas dificuldades em adaptar-se ao futebol francês, e chegou a jogar na equipa B do Matra, acabando por em Novembro de 1988 ser cedido ao Sporting.."

      Eliminar
  7. E Deco e Maniche ? E Paulo Futre, Eurico e Inácio? E Madjer, Hulk, Falcão e James Rodriguez? Por isso têm de reconhecer o que reconheceram, sem os mas, práticas, etc, e tal. O maior dirigente desportivo do mundo, uma lenda viva, alguém que o actual presidente do sporting diz querer distanciar-se mas lá no fundo quer copiar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida o maior trafulha de sempre no dirigismo português. E o maior chulo velho também. Parabéns!

      Eliminar
    2. Caro anónimo, tal como escrevi concordo que tem muitas qualidades, mas não nos podemos esquecer das poucas-vergonhas que foram acontecendo ao longo das décadas, e cujas escutas do apito dourado são uma prova irrefutável - que os tribunais podem não ter considerado nos julgamentos, mas que qualquer pessoa com um mínimo de honestidade intelectual não pode ignorar.

      Eliminar
  8. Caro Mestre de Cerimónias, o apito dourado foi o maior embuste criado para tentar destruir o FCP ! Não houve uma única condenação e as escutas não provam nada. Só uma pessoa desprovida da tal honestidade intelectual pode pensar que o FCP de Mourinho, CAMPEÃO EUROPEU, precisava de "fruta" para ganhar a Estrelas da Amadora e Beira Mar ! Eu sei que vocês precisam desse "comprimido" para a azia de tanto domínio nacional e internacional, mas é impossível deitaram lama sobre um clube que tem no seu Museu 7 troféus internacionais, contra apenas 1 vosso ganho há 50 anos! Curem-se ! Olhem para o nosso jogo de ontem, olhem para o vosso jogo de ontem e fixem as declarações de Mourinho : O FCP reage fortíssimo quando passa por um ano mau. Vocês passam a vida com discursos calimeros e por isso são campeões de 15 em 15 anos e não sabem o que é serem considerados gigantes na Europa como nós !

    ResponderEliminar