segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Já nem chegamos para o catenaccio dos pobres

                                                                                                                                     
Enquanto se escoavam os últimos minutos de jogo que terminariam numa humilhante derrota, dei por mim a pensar que muito provavelmente a nossa seleção sub-21 ganharia nas calmas esta partida. Não há nada que se aproveite do jogo realizado em Aveiro: resumiu-se a um punhado de jogadores amorfos que parece que nunca jogaram juntos na vida e a um treinador incapaz de os motivar e de os trabalhar de forma a serem algo sequer parecido a uma equipa dentro das quatro linhas. Que Paulo Bento já deu o que tinha a dar, já todos os sportinguistas perceberam - é um filme que conhecemos demasiado bem. Capacidade zero para se reinventar e para sair da sua zona de conforto à procura de melhores soluções. Mas num desastre destes as responsabilidades não se podem resumir às escolhas e trabalho do selecionador. Quaisquer que fossem os onze escalados para entrar em campo, apenas a vitória seria um resultado aceitável.

Os albaneses festejam o golo obtido segundos antes

Os problemas evidenciados ontem vão muito para além da não presença de Ronaldo. Esta derrota é o culminar de anos de inação dos responsáveis federativos, cujos méritos se resumem a uma parceria com o Continente que permite continuar a encher estádios por esse país fora para assistir a sequências de jogos que nunca ultrapassam a mediocridade. Qualquer dia têm que dar 100% de desconto em cartão. Usa-se a imagem de Ronaldo, sacam-se uns largos milhões a patrocinadores, e está o trabalho feito. Não houve o mínimo esforço para proteger o jogador português, deu-se carta branca a um selecionador cujos caprichos levam-no a desperdiçar uma parte considerável do escasso talento que tem à sua disposição, e parece haver uma total falta de capacidade de evoluir na continuidade.

O apuramento para o Euro 2016 não está em risco. No limite, vencendo na Albânia e fazendo 4 pontos nos dois jogos com a Arménia será suficiente para o 3º lugar e garantir a presença nos playoffs. Se São Ronaldo decidir aparecer num desses dias, contra um adversário do nível de uma Hungria ou Eslováquia, lá conseguiremos ser uma das vinte e quatro seleções apuradas. Mas para fazer o quê?

Começo a pensar que introduzirmos 2 ou 3 jogadores novos no meio daquele núcleo duro de 12 que efetivamente manda no balneário não nos servirá de nada - apenas servirá para moldar gente que chega motivada ao espírito conformista e de passeio que os que lá estão claramente demonstram. Podia-se tentar uma nova abordagem: meter 12 miúdos novos, juntar-lhes os poucos do núcleo duro que efetivamente parecem esforçar-se dentro de campo (Coentrão, por exemplo) mais umas adições recentes (William, por exemplo), e ver no que dá. Se as coisas correrem bem (dificilmente será pior que isto) no princípio da próxima época reintegram-se os consagrados que na altura ainda estiverem a demonstrar competência nos seus clubes (provavelmente Ronaldo, e poucos mais). Mudar o balneário, porque este já entrou em falência total. E com outro selecionador, claro.

26 comentários :

  1. Mestre de Cerimónias,

    Quando me recordo que Carlos Queiroz foi escorraçado da FPF, depois de alguns episódios (controlo anti doping, agressões com um jornalista da SICn no aeroporto de Lisboa, etc, etc) para lá meterem este BURRO teimoso... Questiono-me, será que depois do Carlos Queiroz reactivar os escalões de formação das selecções jovens passou a dispensável porquê? Será porque não fazia os "favores" que o DDT (dono disto tudo), o tal, sim o mendes, pretendia???

    É que, e pese embora os resultados da selecção nessa altura fossem maus, péssimos mesmo, ainda tinhamos a hipótese para ir ao Euro 2012, (como de resto veio a suceder) mas agora depois da miserável participação no Mundial do Brasil conseguiu-se ainda atingir um ponto mais baixo... A derrota com a Albânia em Portugal... Pior do que isto??? Acho que não é possivel...

    Dentro do mesmo nivel de mediocridade que esta 'entourage' que anda a mamar na FPF nos tem habituado, mais uma vez nota-se um futebol desligado, sem jogadas colectivas, sem lances de bola parada trabalhados, sem um modelo de jogo apropriado aos jogadores, um processo de selecção dos jogadores, no minimo, risivel... Enfim, observa-se nada, mas NADA mesmo...

    Num país minimamente desenvolvido, onde a meritocracia impera, seria de esperar uma avaliação criteriosa e pessoas com responsabilidades a assumirem as suas... Demissões seriam normais, aliás normalissimas em face do que foi apresentado... Mas o que tivemos? Enfim tivemos dois meses de "adormecimento forçado", assim a modos de um 'coma induzido', com a participação de todo o Sistema, isto é, jornais e jornaleiros, pasquineiros e comentadeiros, rádios e tv's... O circo do costume... E depois lá veio o "pomposo" presidente da FPF com as "conclusões" da "exaustiva análise" ao que sucedeu mal na campanha por terras de Veracruz, e, a montanha pariu um rato... Ou seja, muita incompetência, mas o médico Jones é que foi demitido das funções na selecção principal, contudo ainda está na FPF... Em suma, foi um baralhar e dar as mesmas cartas para ficar tudo na mesma, merda acrescento eu...

    O que nos esperará? Mais uma agonizante campanha de apuramento, ainda para mais o próximo jogo será na Dinamarca, uiiii... Será que vão dizer que um pontinho já é bom, ou teremos que levar com o discurso dos falhados, o famoso "temos de levantar a cabeça", depois de continuarmos a enterrar a dita cuja, a própria da cabeça na merda, lodaçal ou simplesmente TRAMPA que é esta FPF e respectiva selecção dos 'amigos do mendes'...

    Eu quero é saber do SCP, e a propósito deste deprimente tema da selecção, gostaria de solicitar um favor ao BURRO teimoso e seu proprietário, deixem os jogadores do SCP de fora das convocatórias. Assim não desaprendem. É que convocar o Adrien e depois meter a jogar o André gomes??? Esta nem ao diabo lembrava...

    Abraço de Leão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. YaZalde, eu acho que Queiroz foi afastado porque perdeu o apoio de jogadores chave, começando por Ronaldo. O episódio do controlo anti-doping foi apenas o pretexto encontrado para concretizar algo que já estava decidido.

      Tal como na altura achei bem o afastamento de Queiroz (não pelo caso do controlo anti-doping, mas por causa da falta de ambição demonstrada), também agora me parece que o ciclo de Paulo Bento se está a estender para além do razoável. O falhanço do mundial deveria ser suficiente para procurar outra pessoa para o seu lugar.

      Aquele "relatório" apresentado por Fernando Gomes e Humberto Coelho é uma anedota, e as medidas tomadas para tentar corrigir os erros detetados são totalmente risíveis.

      Em relação ao Adrien, acho que nem vale a pena referir nada. Ainda bem que não jogou. Se fosse lá para dentro, era outro que se queimava.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. O Queiroz, foi parte envolvida no affair Moutinho.
      Não esquecer.

      É palhaço como o bento.

      Tem uma vantagem, é mais competente, apesar de tudo, numa perna do seu o bentolas na cabeça toda.

      Independentemente de quem ele convocou, esta selecção tem de ganhar à Albânia.

      Porra, imã seleção portuguesa só com jogadores da nossa primeira liga, tinha de ganhar à Albânia... Porra, a selecção sub21 ganhava à Albânia (diferença um treinador competente que se vai queimar nesta estrume que é a fpf).
      Porra, uma selecção de jogadores da segunda liga tinha de ganhar à Albânia.

      Ou, ni mínimo empatar iu perder, mas apresentar futebol....

      Esta selecção dá sono

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Grande desnorte mas volta Queiroz que estás perdoado. O que o yazalde queria mesmo dizer é que a FPF também precisa de um BdC.

      Eliminar
  2. Parece que o Henrique Jones, mesmo fora, continua a espalhar o mal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Férenc, não só identificou mal os índices lesionais dos jogadores que foram ao mundial, como lhe passaram totalmente ao lado os índices lesionais cerebrais do selecionador... :)

      Eliminar
  3. Acho que tenho de começar a dar alguma razão ao Super Leao, e ás suas diatribes sobre os jogadores que vão à selecçao eheh. O nosso William Carvalho desde que por lá anda parece que desaprendeu....e ainda por cima é o alvo prioritário das mexidas tecno tacticas do baralhado Bento . Será para o queimar .....ou o Andre Gomes esta mesmo muito muito muito muito forte? è que nem percebo porque o Adrien foi chamado...para calar a opinião publica ???? e por favor: NÂO ME FALEM NA PRESENÇA NA AREA DO EDER please .......
    Antonio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns, estás no caminho correcto.

      Fica tranquilo que continuarei a apresentar mais argumentos sólidos e consistentes que se enquadrem na minha teoria.

      Eliminar
    2. André Gomes forte ? Nã....segundo um jornal, parece que há interesse de clubes ingleses. Assim, deve ter sido encomendado ao Bento tempo de jogo para o rapaz!!!!

      Eliminar
  4. Também concordo que quem esteve melhor foram os clientes do Continente, que foram directamente do hiper para o estádio. Como os condutores de domingo.

    ResponderEliminar
  5. OFF-TOPIC

    http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=4111606

    ""O Rúben é, como dizem aqui em Portugal, um miúdo. Tem apenas 17 anos, e nem sequer passou pela equipa de sub-19 do clube. É um rapaz que vimos na pré-temporada, começou a treinar connosco e ficou. Se está connosco é porque conquistou esse direito. Ninguém lhe ofereceu um só minuto de jogo. Mas, insisto, tem 17 anos, pelo que necessita continuar tranquilo para ir queimando etapas. É certo que já as está a queimar mais rapidamente pelo facto de ter jogado os cinco jogos oficiais. Não vou esconder, estamos encantados com ele", considerou Lopetegui."

    -----------------------------
    -----------------------------

    Palmas para o Porto e para Lopetegui, ali não se oferece nada a nínguém, é preciso conquistar o direito de jogar e de ser alguém.

    Ruben Neves conquistou o direito a jogar e tem que continuar o seu esforço para se manter na equipa principal, já Tomás Podstawski e outros estiveram a brincar na selecção sub19, por isso, estão na equipa B.

    Ainda agora Gonçalo Paciência foi brincar para a selecção sub21 e voltou lesionado e ele e mais alguns, perderam a chance de estar sob os olhares de Lopetegui no jogo-treino contra o Rio Ave, ou seja, muito provavelmente continuarão na equipa B.

    Este é mais um argumento que se enquadra na minha teoria.

    ResponderEliminar
  6. JESUALDO FERREIRA JÁ, CASO CONTRÁRIO SERÁ TARDE DEMAIS!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não seria a minha escolha, Juba. Também já está em modo de pré-reforma... mas honestamente não vejo ninguém evidente. Acho que Fernando Santos não tem perfil, ao contrário do que todos dizem - acho que tem boa imprensa e não demonstrou assim tanta competência quanto isso. Antes colocava lá Peseiro, pelo menos não teria problemas em apostar em jovens e colocaria a seleção a jogar ao ataque (e a sofrer muitos golos). Um abraço.

      Eliminar
    2. Por acaso acho que o Jesualdo até poderia fazer um bom trabalho na seleção.

      Eliminar
  7. É dar mais umas semanas e podemos ir buscar o van Gaal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá tinha o Nani que fugir outra vez para Inglaterra. :)

      Eliminar
  8. Esquecendo tudo o que vai mal conjunturalmente e estruturalmente na FPF, o que nunca se deve fazer mas para falar só do jogo jogado e ironicamente ontem começámos a perder com a troca do Veloso pelo William, foi como se o meio campo nunca cumprisse ofensivamente. Adrien com Moutinho também não faz qq sentido, André Gomes tem muito mais chegada à área e também não foi por ele que o meio-campo não cumpriu mas porque William só jogou para o lado. Na frente para além de não haver ponta de lança na actualidade, Varela ou Quaresma tiravam 2 coelhos da cartola enquanto o Horta continuava a tentar fintar a bandeirola de canto. Também não percebi a resposta ao 3º GR no banco e Bruma na bancada. Enfim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhhh pronto, não jogamos nada por culpa do William. E o Adrien também tem culpa porque não serve para jogar ao lado do Moutinho e só ia atrapalhar o génio Gomes, para além de ocupar um lugar no banco que podia ser para um qualquer Cavaleiro que agite o jogo.
      Realmente a chegada à área do Gomes é qualquer coisa. Viu-se ontem. Principalmente depois do William sair para não o atrapalhar.

      Bento, escuta estes especialistas. É deixar os cepos do Sporting de fora para não atrapalharem as estrelas do seixal e o europeu é nosso.

      Eliminar
    2. "mas porque William só jogou para o lado"

      Típica frase de quem está pré-formatado pela imprensa. Foram sem conta o nº de passes verticais que o William fez. E só não faz mais porque os seus colegas vão todos para as alas e não temos um 10.

      Eliminar
    3. Hahahaha, Veloso por William...
      Sabes pq é que o William não passa mais para a frente? Porque não há linhas de passe. O Moutinho anda a correr o campo todo, a apagar fogos, e o Gomes deve estar "a chegar à área"...

      P.S. - tenta esconder melhor o afecto ao clube dos corruptos, da próxima. Varela tirava um coelho da cartola? Deve andar a treinar para ilusionista, porque futebol já não joga desde o Mundial. :\

      Eliminar
    4. Quaresma vá que não vá - certamente que tinha lugar -, mas o Varela?

      E comparar aquilo que William dá à equipa em comparação com Veloso não faz qualquer sentido. É verdade que William não está num grande momento de forma, mas não se pode exigir que ganhe jogos sozinho quando anda tudo desinspirado e a fugir da bola mais à frente...

      Eliminar
    5. Para ganhar a Albânia só era preciso circular melhor a bola. Grande circulação que o William promoveu, entre os centrais. As renovações das selecções depois de cada fase final são perfeitamente normais, sob menos pressão. Depois da opção da FPF de fazer antes o que só se faz sempre depois, as digressões comerciais, talvez fosse boa ideia tentar normalizar primeiro as coisas, ainda com os jogadores mais experientes.

      Eliminar
  9. Caro mestre, concordo globalmente com o comentário inclusive na análise que faz à possibilidade de classificação dada a aberrante ideia de passarem a existir 24(!) seleccoes numa fase final de um Europeu. De facto, basta superar Albânia e Arménia, o que não parece fácil mas está 100% em aberto. Bem, onde isto chegou :(.

    O Paulo Bento tem as suas culpas, é evidente que por razões diversas não temos hoje alguns dos poucos talentos a jogar (como Quaresma, Danny e em parte o Adrien), e sobretudo é um tipo que o único risco que aceita é ao meio, no seu cabelo. Não sai dali e acho que esgotou a capacidade de motivar as primas donas. De acordo.

    Mas eu acho mais lógico colocar a fatia de leão desse ónus na parte dirigente.
    O que não te sido feito para valorizar e proteger os jogadores nacionais é gritante.
    Arriscamo-nos a trocar de seleccionador para daqui a 2 anos estar outra vez tudo aos gritos como estavamos em 2010.

    Podemos criticar as oportunidades dadas ao Tiba, ao Horta, ao André Gomes, ao Cavaleiro, ao Éder, o que quiserem.
    Mas na essência não é bem esse o problema.
    É que o que estamos a discutir é entre esses e jogadores semelhantes ou pouco melhores (dependendo da avaliação de cada um).
    Algo falhou nestes 15 anos e é tempo de emendar a mão. A começar pelos campeonatos nacionais e pela aberrante situação de as 2 melhores equipas nacionais terem uns meros 1/2 jogadores nos seus 11 titulares.

    Saudações,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, é fundamental que a FPF lidere um processo de renovação dos regulamentos para evitar a chegada de tantos estrangeiros (limitar o nº de registos, obrigatoriedade de um mínimo de portugueses na ficha de jogo), mas para isso teriam que combater vários interesses instalados - dos empresários e dos próprios clubes. Não seria fácil, mas é uma luta que valeria a pena.

      Concordo que sem mudanças a esse nível estamos condenados a ter cada vez menos alternativas de qualidade, e aí não interessa quem é o selecionador.

      Em relação à última frase, aceito que que são as 2 melhores equipas nacionais apenas numa ótica de histórico recente! ;)

      Um abraço.

      Eliminar
  10. "O que não te sido feito para valorizar e proteger os jogadores nacionais é gritante."

    Há 3 factores:

    1) os salários mínimos existentes no futebol nacional

    2) As indemnizações por formação nas transferências internas de jogadores até aos 24 anos mesmo quando os jogadores acabam o contrato.

    3) Os jogadores em vez de se concentrarem nos seus clubes vão brincar para as selecções.

    ResponderEliminar