quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Quick wins

                                                                                                                                         
Diagnóstico


Não é muito frequente haver um acordo tão alargado nos vários setores de opinião do futebol português como aquele que existe hoje sobre o estado atual da seleção e, em particular, sobre a falta de capacidade que Paulo Bento está a revelar para liderar o tão aguardado processo de renovação da equipa portuguesa.

Há, no entanto, uma franja de opinion makers que se recusam a debater uma eventual troca no cargo de selecionador por, na sua opinião, existirem outras questões estruturais que deveriam ser abordadas em primeiro lugar - nomeadamente a falta de aposta no jogador português nas competições nacionais e a ausência de um plano integrado das seleções, que vá preparando - à margem do trabalho realizado nos clubes - um grupo de jogadores das camadas mais jovens que daqui a uns anos possa ser a base de recrutamento da seleção principal.

Confesso que estes tipo de analistas me fazem uma certa confusão: adoram assumir o papel de estrategas do edifício do futebol português, ao mesmo tempo que revelam um notório enfado quando são desafiados a comentar questões que para si são laterais - como a competência efetiva dos treinadores na gestão, liderança e aproveitamento do grupo de jogadores que têm à sua disposição. São uma espécie de masterminds do pontapé na bola.

Ou seja, este tipo de comentadores acha que não vale a pena estarmos a discutir a continuidade de Paulo Bento sem que se redefina toda organização das seleções. Ainda bem que são apenas de comentadores de futebol, e não médicos: se lhes aparecesse um paciente diabético a pedir-lhes um antibiótico para curar uma infecção, eram capazes de o mandar para casa sem medicamento porque não deixariam de ser doentes crónicos quando a infecção passasse. 


Separação dos problemas

Não vale a pena ignorar a situação em que estamos: Paulo Bento é um problema que urge resolver, a bem do curto / médio prazo da seleção. Não faz sentido adiar a resolução desta questão por estarmos à espera de um plano de ação de longo prazo que deveria ser conduzido pela estrutura federativa - independentemente de quem seja o treinador da seleção principal. O selecionador tem que ser, acima de tudo, alguém que saiba aproveitar os melhores recursos que tem à data de cada um dos compromissos da seleção, e colocá-los a render razoavelmente em campo dispondo apenas de um punhado de treinos. Uma pessoa adaptável e capaz de desencantar soluções rápidas e fáceis de implementar dentro de uma equipa de futebol. 

Não se pode colocar um plano diretor de gerações de futebolistas nas mãos de alguém que tem que apresentar resultados dentro das quatro linhas e cujo destino está, quer se queira quer não, agarrado à direção que a bola toma após bater na barra.

Concordo que devem ser pensadas e implementadas diretrizes de longo prazo a pensar na próxima década, mas isso não deve depender do selecionador nem o selecionador deve ser escolhido para liderar esse processo. O selecionador é um assalariado da Federação que deve acatar as linhas orientadoras definidas pela direção.


Quick Wins

A seleção está a viver uma crise profunda, e é imperativo que se tomem medidas imediatas. Em situações de crise numa empresa, um gestor deve ser capaz de delinear um plano macro que permita gradualmente a inversão da situação, mas também se espera dele que consiga um punhado de quick wins que permitam quase de imediato apresentar algumas melhorias visíveis.

É isso que a seleção está a precisar já: de quick wins que nos coloquem com maiores probabilidades de vencer os compromissos que se seguem, nomeadamente o desafio com a Dinamarca daqui a um mês. 

Assim de repente surgem-me duas hipóteses para ganhos imediatos:

a) Um selecionador novo que faça o corte as lealdades que Paulo Bento tem com o seu núcleo duro de jogadores, chamando os jogadores de maior valor ou em melhor forma - independentemente do seu nome, clube ou campeonato onde jogue). Abrir espaço a Danny, Adrien, Quaresma, Ronny Lopes, José Fonte, Rúben Neves, ou qualquer outro jogador que se destaque no futebol português em clubes que não os grandes e o Braga.

b) Admitir uma evidência que já nos foi útil no passado: o novo selecionador pode aproveitar, enquanto não tem tempo para implementar a sua ideia de jogo, o trabalho que é feito nos clubes. Assim como a seleção de 2004 deve o seu sucesso ao trabalho de Mourinho no Porto, porque não aproveitar já a base do Sporting nos próximos desafios enquanto os outros novos elementos não se integram com o resto dos companheiros?

Solução de recurso contra a Dinamarca

Não estou com isto a querer comparar estes jogadores com o Porto de Paulo Ferreira, Nuno Valente, Ricardo Carvalho, Costinha, Maniche e Deco, mas perante o que temos disponível não seria certamente uma pior solução do que aqueles em quem Paulo Bento tem apostado. Mais: em termos de qualidade individual não vejo que se perdesse assim tanto. Cédric é melhor que João Pereira, Adrien nem vale a pena referir, Nani e William já são titulares, e Mané não é pior do que Vieirinha. O único caso mais discutível é André Martins por João Moutinho, mas a verdade é que o jogador do Mónaco está a atravessar uma baixa de forma bastante prolongada. Será que as rotinas adquiridas no Sporting não trariam outro tipo de ganhos imediatos? Não me refiro a isto como uma solução para o resto da qualificação, é só uma forma rápida de ganhar um onze com um certo nível de entrosamento num cenário em que existirão poucos treinos antes do jogo com a Dinamarca.


Bloqueio

Sei que se trata de uma ideia utópica. Nem a maior parte dos benfiquistas e portistas aceitaria uma medida destas - mesmo que fosse transitória e em circunstâncias de emergência - nem, acima de tudo, se poderia esperar que aqueles que mandam nas seleções alguma vez aceitassem 7 jogadores do Sporting no onze titular. Seria de esperar todo o tipo de bloqueios e aposto que haveria muita gente a desejar o insucesso da seleção, em nome do seu orgulho pessoal.

38 comentários :

  1. Pepe e B.Alves?!?!!?? Tens o Neto que é infinitamente superior ao B.Alves.

    Quanto ao meio-campo, também não vejo com maus olhos que Moutinho seja titular em vez de Adrien, já que ambos fazem a mesma posição.

    De resto, concordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, coloquei o B. Alves pelo jogo aéreo (importante contra a Dinamarca) e pela maior rotina que tem com Pepe. Mas podia ser o Neto, sem dúvida. Um abraço.

      Eliminar
    2. E o Fonte do Southampton? Há tantos anos no futebol inglês e quase sempre titular, já merecia uma observação pelo menos.

      Eliminar
    3. É outra possibilidade, Tiago. Não digo já, porque nunca jogou com Pepe, mas merecia pelo menos mostrar o que vale com uma convocatória. Tem contra ele o facto de fazer 31 anos em dezembro. Um abraço.

      Eliminar
  2. E comentários á nova "ironia" (no meu tempo conhecida como mentira)? aquela de dizer que o Porto foi dado como um exemplo mau de utilização de fundos e ser desmentido em palco na mesma conferência!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás a falar do tipo que foi ameaçado pelo Macaco e associados para se retratar do que tinha dito no dia anterior?

      Eliminar
    2. É mesmo do tipo de que participou na transferência do Octávio e que desmentiu o Bruninho em público. Até lhe sugeriu verem as imagens do dia anterior

      Eliminar
    3. Não tenho BdC por mentiroso (ao contrário do que Vieira disse naquele episódio, em que BdC usou efetivamente ironia - resposta na mesma moeda a Vieira). BdC já reafirmou que foi o que ouviu o advogado dizer. Não é pelo facto de o advogado (os advogados nunca mentem, certo?) ter dito mais tarde que não disse aquilo, que vou achar que BdC mentiu.

      Se houver um vídeo sobre isso, que se divulgue para ver quem tem razão. Até lá não tiro qualquer conclusão porque não sei o que efetivamente se passou.

      Eliminar
    4. Desmentiu o presidente do Sporting Clube de Portugal depois de ter recebido uma chamadinha do Macaco. A máfia não dorme.

      Eliminar
    5. O Macaco contou-te foi? Ou é o Bruninho que te paga para dizeres essas coisas?

      Eliminar
    6. Ahhh, é o mesmo que participou na transferência do otávio....

      Portanto, mais um "totalmente alinhado" do Oporto&Doyen. Que surpresa!

      O jornal do Pato (não leio encomendas de criminosos) fala da resposta de BdC a esse nalguinhas? Parece que a seguir à resposta de BdC e no fim da conferência, BdC saiu sobre ovação:

      http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=903847

      Pede ao macaco para meter gelo Huguinho.

      Eliminar
    7. Ui que resposta. So mesmo as brunettes histericas para ficarem todas loucas. Pede gelo ao Bruninho

      Eliminar
    8. Só mesmo um adepto corrupto que passa a vida em blogues do SCP para vir aqui falar de um advogadozeco pau mandado do gang dos proxenetas.

      Eliminar
    9. Estas realmente ao nivel de um presidente que usa o seu proprio pai para chamar senis a outros. Continua brunette

      Eliminar
  3. Mestre essa é uma boa ideia...impossivel de por em pratica. Basta ter ouvido os paineleiros do programa Grande Área para avaliar a douta opinião que disseminam através do mesmo. Para quem não viu, aconselho a verem. Neste programa entretiveram se a desancar em William Carvalho e Adrien Silva. Que Willian ainda está verde, joga muito para os lados, quando não é para tras.... bom bom era o Fernando do Porto, e Adrien Silva não acrescenta nada, André Gomes é o futuro numero 8 ( que pode jogar a 6 ou 10, com uma perninha a 5 e faz de 7 a coxo) da selecçaõ...potencial ui ui a rodos ui ui. Por isso esta ideia de utilizar um nucleo de uma equipa, neste caso do Sporting, nem pensar. Já se for do Benfica ( nem que seja com os Bs e nem precisam de estar a jogar) ou os do Porto (só se naturalizados ....enfim) ai sim, seria uma boa ideia. Neste programa todos os paneleiros desancam no Sporting...é o desporto preferido. Dá nojo,,,,,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro o mundo está todo contra o Sporting.

      Eliminar
    2. Desancar em William na seleção é o novo desporto preferido em vários setores de opinião... enfim.

      Eliminar
  4. http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2014/09/11/bruno-de-carvalho-desmentido-por-advogado-brasileiro

    MAIS UMA PROVA QUE DEMONSTRA BEM O CALIBRE DO VOSSO PRESIDENTE..
    QUANDO A BOMBA VOS ESTOURAR NAS MAOS, VAI SER COMO OS RATOS E O PRIMEIRO A PIRAR SE!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=903847

      E Bruno de Carvalho reafirma que o advogado disse aquilo. E agora, que conclusões tiramos?

      Eliminar
    2. estes gajos agarram-se a tudo ... :)
      eheh

      "“Só disse o que ouvi. Estou muito feliz por estar em linha com o FC Porto. Eu não estou porque gosto de verdade no futebol”"

      p

      Eliminar
    3. Esse advogado foi o enviado da Oporto&Doyen Balonpie à conferência? Nalguedo...

      Basta ver as reacções nos sites internacionais à intervenção de BdC:

      http://www.theguardian.com/football/2014/sep/10/sporting-lisbon-third-party-ownership-attack-marcos-rojo-manchester-united
      http://www.telegraph.co.uk/sport/football/teams/manchester-united/11088510/Marcos-Rojos-move-to-Manchester-United-sparks-third-party-outrage-from-Sporting-Lisbon-president.html
      http://www.goal.com/en-sg/news/3875/transfer-zone/2014/09/10/5096109/sporting-lisbon-president-rages-against-third-party-monster
      http://www.express.co.uk/sport/football/509453/Sporting-president-SLAMS-Doyen-Sports-over-Marcos-Rojo-s-Man-Utd-transfer

      Só o jornal corrupto do Pato deu destaque ao enviado especial do nalguedo.

      Corruptos, cheira-me que estará para breve novo fim de semana em Vigo para o corrupto mor:

      http://www.bbc.com/sport/0/football/29146468

      Eliminar
    4. Oh SAR não vou tão longe ... o clube referido aí pelo Medeiros não há-de ser o Porto, que apesar de tudo não deixa de ser um aprendiz comparado com alguns que por aí andam.

      O que este fala ... e se um dia vier a lume ... há-de ser "big news" ...

      Eliminar
    5. E também não foi o Nádegas de Carvalho, o Clister do Futebol Português, que tinha criticado no seu c-anal:
      "O Benfica tem colocado a sua dívida em fundos em modo "revolving": criando uma nova dívida para pagar outra."
      E depois acaba por fazer o mesmo ao pedir um empéstimo de 30 milhões para pagar um de 20?
      Há quem goste que lhe atirem areia para os olhos! AHAHAHAH

      Eliminar
    6. sim anónimo ... é isso mesmo ... é tal e qual a mesma coisa.

      Eliminar
    7. por falar em fundos.... depois de toda esta critica aos fundos por parte do presidente dos calimeros presume se que os fundos russos prometidos na campanha eleitoral ficaram sem efeitos certo????
      assim se enganam os tolos!!!!!

      Eliminar
  5. É um ideia interessante. Mas André Martins e Mané ainda não tem estofo para o selecção, isso seria comparável à utilização de André Gomes.
    Para o lugar de André Martins, era preferível apostas no Ronny Lopes que é um jogador de muita qualidade.
    O melhor 3º extremo tem q ser o Bruma, que ficou de fora da convocatória, mais uma decisão incompreensível do Paulo Bento

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Barack, também não percebi o Bruma ter ficado de fora... coisas à Paulo Bento...

      Não estou a dizer que Martins e Mané sejam as melhores soluções para aquelas posições, era só um exercício que retiraria o maior entrosamento possível.

      Um abraço.

      Eliminar
  6. sera que tambem foram discutidos os fundos russos que vinham para o sporting na reuniao da soccerex???
    o que é que o calimero mor tem a dizer sobre esses fundos que prometeu????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os fundos russos não foram propostas para este mandato. Foram parte da candidatura de Bruno de Carvalho às eleições de 2011. Ainda bem que mudou de ideias em relação a isso.

      Eliminar
    2. Graças a Deus que BdC mudou de ideias caro MdC!
      Ainda mais depois de conhecer em primeira pessoa as práticas habituais dos "totalmente alinhados".

      Também só os burros e teimosos não o fazem.

      Todo este ódio e destilar de azia dos adeptos da "brisa que desliza entre as cuecas e a camisa" ao nosso Clube e Presidente cheira a dor de coto. E da grande.

      Enterrados cada vez mais com fundos, clube sem a maioria da SAD e a ser continuamente delapidado para tapar os buracos. Go go go bufas!

      Eliminar
    3. Sar, a conversa dos russos é mesmo de quem não tem argumentos melhores para criticar. Sim, BdC apresentou em tempos essa solução. Não ganhou as eleições. Concorreu mais tarde com um programa diferente porque a situação conhecida do clube era completamente diferente para pior.

      Entrou no clube, levou com o choque da negociação da banca. Conseguiu um excelente acordo para o clube. Apercebeu-se daquilo que faria ou não sentido. Afastou-se dos fundos - e não é coisa deste verão. Nenhum passe de jogador foi vendido a fundos desde que tomou posse.

      Mudou de ideias em função. Bem melhor que insistir no erro. Eu não quero gente infalível à frente do meu clube. Todos erram, mas os melhores são aqueles que conseguem aprender com os erros e adaptar-se às circunstâncias.

      Infalíveis são os presidentes dos outros. Esses nunca falham.

      Um abraço.

      Eliminar
  7. Será que também meditou sobre a transparência de alguns accionistas da SAD do Bruno , ou provavelmente não teve tempo na sua brilhante apresentação?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem concretamente? Os acionistas da SAD do Sporting são conhecidos, ao contrário dos detentores dos fundos. Pelo menos sabe-se com o que se pode contar.

      Eliminar
  8. Comecei a ler até à parte
    "...porque não aproveitar já a base do Sporting nos próximos desafios"

    Depois disso ainda não consegui parar de rir...

    Quanto ao BdC tem um relacionamento difícil com a verdade, pois esta passa a vida contradize-lo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Costa, calculava que gerasse muitas gargalhadas em determinadas pessoas.

      Eliminar
  9. Sim são conhecidos , o mais relevante são guitas insuspeitas, de qualquer modo , o normal, amanhã diz que adora fundos , na bola é assim, nada de mais , só mesmo os lagartos continuam com a mania que são diferentes

    ResponderEliminar
  10. O Sporting lá fora gera admiração e respeito. Cá dentro inveja e odio.
    Estamos mesmo no caminho certo. Disso não tenho duvidas.
    Juntos venceremos, juntos somos mais fortes....

    ResponderEliminar
  11. Salvo situações em manifesta evidência, como o Porto de 2004 que, todavia, não convencia a maior parte dos comentadeiros que são antiportistas e alinharam-se com o grunho brasileiro, não há hipóteses de arriscar um 11 com predominância de um clube que nem sequer é campeão nacional para demonstrar essa superioridade, MdC.

    Que alguns têm lugar, sem dúvida, mas temos o paradigma negativo do WC, bem na época passada mas inexpressivo sempre que utilizado na selecção, veja-se o Mundial e mesmo agora em Aveiro.

    PB é um medíocre que nem perfil, tarimba, títulos, estofo intelectual até tinha para o cargo. E fartou-se de fazer asneiras, mesmo com os seus ódios de estimação (por isso não tinha perfil).

    Agora, um treinador maduro, imune, isento faria melhor com este lote de jogadores e, acima de tudo, já tinha aberto a porta a outros. PB, como também sempre senti e escrevi, é uma réplica menor do grunho brasileiro e no banco um fracasso. Há milhões de razões para considerar nefasta a sua presença na selecção.

    Em suma, os que se recusam avaliar a competência tout court do seleccionador são os amigos lisbonenses, alguns sportinguistas só pela afeição e memória de ter começado a treinar no Sporting. Isso não é razão para coisa nenhuma e isso afasta os interesses dos outros envolvidos na selecção. Como a matéria-prima não abunda, mas existe, haja critério e nenhuma barreira. PB não teve uma nem outra.

    Posto isto, tenho para mim que quanto à renovação, sim, ela devia ter sido encetada, com critério e justeza, com competência e não por amiguismo ou interesses de terceiros, há 8 anos, como disse e bem Fernando Gomes - a única coisa acertada que lhe aponto...

    Como não foi feito, e como a FPF anda ao sabor dos interesses primários de um ou dois figurões e como foi sempre incompetente para ter o tal plano estruturante, apesar da estrutura das selecções que serve, mal e apenas, para escolher hotéis (mal) e campos de treino (apenas), além de uma abstrusa comunicação também alinhavada por cumplicidades políticas na aventesma que por lá anda feito "dr.", a FPF limitou-se a amealhar das fases finais até começar a abusar de jogos intercontinentais sem sentido, lembre-se aquele célebre Brasil-Portugal com viagem a 48 horas do jogo a meio de uma semana em que se disputava campeonato e a Champions estava em andamento, e a não menos famosa viagem ao Gabão para aclimatação equatorial. Non sense mas non comic...

    Portanto, de passagem até tivemos o Merdaíl a chamar o Queiroz para pensar tudo aquilo que mais ninguém quis ou sequer sabe fazer. Deixou-o cair e esse, ao invés de outros, até sofreu com os maus fígados leoninos que nunca entendi bem.

    Até chegarmos a novo ponto de retoma do desenrascanço e outra qualificação sofrível como antes já havia. Tudo por uma fase final, nada mais que uma fase final. De vitória em vitória até ao desastre que se sabe.

    Abraço

    ResponderEliminar