quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Saúde financeira não é isto

                                                                                                                                

A SAD portista anunciou há pouco uma AG extraordinária a realizar em outubro. No ponto 3 podemos ler que a SAD vai adquirir ao FC Porto (clube) 50% das ações da Euroantas, que é a empresa proprietária do Estádio do Dragão.

No ponto 4, lemos que o FC Porto (clube) subscreverá um aumento de capital da SAD de €37.500.000, sem direito a voto - o que significa que o FC Porto (clube) mantém apenas 40% dos direitos de voto na SAD.

Ao que parece não haverá injeção de capital na SAD. Os pontos 3 e 4 do comunicado estão ligados, ou seja, para que o aumento de capital aconteça é preciso que a venda de 50% do estádio do clube à SAD se concretize.

Na prática, o clube perderá património e não ganha mais poder de decisão na SAD.

Curioso como se trata de uma operação semelhante à incorporação da Sporting Património e Marketing (detentora do Estádio Alvalade XXI) na Sporting, SAD, a realizar no âmbito da reestruturação financeira em curso. A ideia passa por aumentar o capital de forma a inverter os capitais próprios negativos - situação também conhecida como falência técnica.

No caso do Sporting, que vivia num estado de pré-falência, foi uma espécie de último recurso (a par das VMOC's e da entrada da Holdimo). No caso do Porto talvez seja um pouco mais surpreendente - principalmente para os mais desatentos - que se opte por esta medida.

Para além da incapacidade de reforçar o plantel com recursos próprios (recorrendo em grande parte a fundos), e hipotecando receitas futuras através da realização de mais-valias de jogadores (que darão proveito acima de tudo a esses mesmos fundos), vemos agora que o Porto recorre à alienação de património do clube para maquilhar a sua situação financeira. Definitivamente, saúde financeira não é isto.

39 comentários :

  1. Mestre, as imposições da banca e as giga-jogas para inverter os capitais próprios negativos não variam muito de clube para clube. Só fala em "saúde" financeira do porto os propagandistas dos Dragão que para aqui vêm, ou pessoas ignorantes. Não tenho prazer na dificuldade dos outros. Aliás, nem perco muito tempo com eles. Mas palas nos olhos também não tenho. É claro que este é mais indício das dificuldades para o lado do túnel do vento. Mas quero é que lhes ganhemos em campo, para não haver desculpas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, é um sinal indesmentível que a mudança de política de contratações dá-se por necessidade. Não têm condições para recrutar no mercado sul-americano como faziam antes. O apoio aos fundos permite manter o desempenho desportivo mas é uma hipoteca de receitas futuras - o proveito do que valorizarem será destinado a outros cofres.

      A coisa pode correr bem durante mais um ou dois anos, mas mais cedo ao mais tarde o défice anual das contas operacionais passará a ser um peso incomportável sem as mais-valias de jogadores que o Porto se habituou a fazer.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. "Não têm condições para recrutar no mercado sul-americano como faziam antes."

      Ainda agora fomos buscar o Otávio.


      Em relação às propostas da AG:

      A proposta de aumento de capital social do FCPORTO SAD, por parte do FCPORTO em 37,5 M€ em entrada de dinheiro, é um bom indicador que o FCPORTO tem liquidez suficiente para melhorar as contas do FCPORTO SAD.

      A proposta de compra de 50% da EUROANTAS que tem como principal activo o ESTÁDIO DO DRAGÃO, por parte do FCPORTO SAD é um bom indicador que os activos do FCPORTO SAD irão crescer e serão reflectidos na sua consolidação de contas.

      Solvabilidade e liquidez, além de bons parceiros como o BCP, o Novo Banco, a BMG, a Doyen Sports, a Olivedesportos, a Câmara Municipal de Gaia, etc. dão boas garantias de boas prestações desportivas e financeiras.

      Eliminar
    3. Luís Miguel = Ali Cómico do dragum.

      Eliminar
  2. É deixá-los aFUNDarem-se alegremente.

    PS. A notícia de hoje do jornal do Pato do tal advogado que tentou um gracinha com BdC na soccerex e levou bailinho não foi nada inocente. Ainda o dia vai a meio e já se sabe quem é e o que foi lá fazer esse pau mandado dos corruptos:

    «Em Novembro de 2012 na Convenção Soccerex no Rio de Janeiro, O director de Assuntos Jurídicos do FC Porto, Daniel Lorenz, afirmou que o Porto: "discorda da intenção de proibir terceiros de terem passes de jogadores, sendo essa situação "Injusta e excessiva". Tinha ao seu lado nada mais nada menos que o Empresário Pini Zahavi e o até agora desconhecido...Daniel Cravo Souza.»

    http://s21.postimg.org/71tjcpkvb/image.jpg

    in FB da Cortina Verde

    LOL

    ResponderEliminar
  3. Já se percebeu que o "investimento" do último defeso foi cortesia da Doyen Sports. Deviam mudar o nome do clube para Doyen Futebol Clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A quem o Bruno tentou comprar 1 jogador?

      Eliminar
    2. Não é esse. Esse é aquele a quem o Bruno negou comissões depois de enviarem um farsante passar se por negociador do M United....não te confundas.
      Leão Saltitante

      Eliminar
    3. Não é esse? Então não queriam o Brahimi?

      Eliminar
    4. Há uma diferença entre comprar um jogador cujo passe pertence a um fundo e comprar um jogador através de um fundo.

      Eliminar
    5. Há, não veio. Ao menos já percebeste o que se passou com a Doyen? Senão esperas pelos tribunais.

      Eliminar
    6. Não trampião, foi-nos oferecido pelo teu amigo Nélio por 20M€. Como o BdC o mandou levar nas nalgas, foi oferecê-lo ao entreposto da Oporto&Doyen com desconto. Logo no ato da compra e posterior venda ao fundo, desvalorizou-se o jogador em prejuízo do Oporto e benefício da Doyen. Continuai morcões!

      Eliminar
  4. Tal como já previa ontem, a mentira tem perna curta, apanha-se mais depressa um mentiroso como Bruno de Carvalho que um coxo. Igualmente para o jornalismo prostituído. Ontem destaque à mentira, hoje, perante o desmentido categórico, o branqueamento faccioso e vendido. É assim a Bola sob a direcção de Vítor Serpa. E se não vale a pena perder mais tempo com o Vale e Azevedo verde, já quanto ao jornalismo rasca e aos ratos de esgoto que todos os dias mostram a sua faceta de freteiros, recadeiros e outras coisas terminadas em eiros... esses vão estar sempre no ponto de mira - no caso em apreço, os mentores são Hugo Forte e Rui Baioneta, sportinguistas doentes e que fazem jornalismo com a camisola do Sporting vestida, cachecol ao pescoço e bandeira na mão. Pedir a estes dois vendidos que confrontassem o presidente do Sporting sobre os fundos russos que ele apresentou em 2011. Ou como conseguiu abater 300 milhões de euros à dívida... era pedir de mais a gente tão rasca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Em Novembro de 2012 na Convenção Soccerex no Rio de Janeiro, O director de Assuntos Jurídicos do FC Porto, Daniel Lorenz, afirmou que o Porto: "discorda da intenção de proibir terceiros de terem passes de jogadores, sendo essa situação "Injusta e excessiva". Tinha ao seu lado nada mais nada menos que o Empresário Pini Zahavi e o até agora desconhecido...Daniel Cravo Souza.»

      http://s21.postimg.org/71tjcpkvb/image.jpg

      Pois é, mais depressa se apanha um pau mandado dos corruptos da Oporto&Doyen que um coxo. Ainda por cima levou bailinho :)

      Vai ler o Pato pah!

      Eliminar
    2. O fundo russo de 2011 tinha investidores bem identificados e que inclusivamente foram apresentados um a um em conferência de imprensa ao lado do Bruno de Carvalho, para além de que previa a manutenção da percentagem total dos direitos desportivos dos jogadores que viessem a ser contratados por parte do clube, lucrando os investidores com o dinheiro das transferências, sendo que ficou acordado que os jogadores ficariam sempre no clube durante pelo menos três épocas desportivas.

      Agora vamos falar da Doyen. Pode começar então por nos dizer quem são afinal os rostos do dito fundo. Estamos todos curiosos.

      Eliminar
    3. Os direitos desportivos não se dividem. Vocês nem de desprezo se fartam, é só barulho todos os dias e ninguém vos passa cartão. Correu mal citar o brasileiro, acontece:

      Um dia depois de Bruno de Carvalho ter referido, na Soccerex, em Manchester, que um orador, um advogado brasileiro, naquela conferência se referira ao FC Porto “como exemplo do que não se deve fazer” com os fundos de investimento no futebol, o jurista fez questão de contrariar o presidente do Sporting, durante a intervenção deste.

      Daniel Cravo Souza, que trabalha com clubes como Fluminense e Internacional, aproveitou a abertura de questões ao público para afirmar que os clubes que representa “estão alinhados com o FC Porto” e dizer, na cara, ao líder do Sporting, que disse precisamente o contrário do que ele lhe havia atribuído.

      “Dei o exemplo do Internacional e do Fluminense, que conseguiram títulos usando essa ferramenta, e acrescentei que era também graças ao bom uso da mesma que o FC Porto, por exemplo, conseguia competir contra os grandes europeus. Tudo de forma altamente elogiosa. O FC Porto é, aliás, parceiro na nossa defesa dos fundos”, explicou o advogado ao jornal O Jogo, dando o exemplo de Otávio, que ontem se apresentou no Olival.

      “Esse negócio só foi viabilizado porque um banco ajudou. Mas o FC Porto fez questão de explicar a divisão dos direitos económicos no contrato registado na FIFA”, salvaguardou.

      Depois de Bruno de Carvalho ouvir o esclarecimento, o advogado fez-lhe uma pergunta. “Questionei sobre o que eles fizeram com a Doyen (venda de Rojo) e quis saber se ele não pensa que aquela rescisão de contrato não é um sinal ao mercado de que é melhor fazer os grandes negócios com FC Porto e Benfica, que são clubes respeitadores. Ele disse que não tinha nada que me esclarecer”, contou ainda.

      Eliminar
    4. "desprezo" é a quantidade de corruptos que passa aqui o dia a "cumentar"?

      oh, the irony...

      O "Souza" já foi apanhado, seu lerdo. O puerto e a doyen encomendaram-lhe aquela encenação enquanto "O Nojo" já estava de aviso para grasnar mais um "acto". Velhas práticas bacocas...

      Olha aí o "Souza" ao lado do director jurídico do opuerto e do mafioso zahavi em 2012 a lamber o cu aos fundos:

      http://s21.postimg.org/71tjcpkvb/image.jpg

      Este também foi lá dar desprezo...
      LOL

      Eliminar
    5. Ó Sar... o facto de o brasileiro estar na mesma conferência uns anos antes com o dirigente do Porto não prova nada. Nesta estava com os do Sporting...ou seja se é convidado está com quem também é convidado. E se ele já é a tanto tempo adepto dos fundos é só mais uma prova que o BC mentiu!.. pelo menos o brasileiro é coerente e diz hj o que dizia á dois anos!

      Eliminar
  5. Segundo algo que pude ler hoje, Platini e Blatter já estão de acordo para proibir que jogadores sejam propriedade de terceiros, dando uma janela de três anos para que as situações sejam regularizadas.

    Acredito mais na pressão de França, Inglaterra e Alemanha, mas que está situação do Rojo não ajudou, aí isso não...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cafageste, Platini parece empenhado nisso, Blatter acho que nem tanto. Mas o francês já disse que a UEFA avançará para essa proibição, com ou sem a FIFA. Um abraço.

      Eliminar
  6. A doy-doyen andou a patrocinar os reforços dos trips. E até preferiu perder dinheiro na venda do mangalho. Nâo há coincidencias.

    ResponderEliminar
  7. O passivo total é impagável nos próximos 50 anos. O "Banco (dito)Novo" e o "BCP" estão a arder até às orelhas e já sabem que vão perder muito dinheiro. Por isso já estão a constituir provisões para o inevitável default. Há uma operação em curso (VMOC), de 80 milhões, que deveria ser resgatada pelo SCP no vencimento, mas ninguém acredita nisso. Logo a sua conversão em capital vai fazer que haja quem fique com montes de acções do SCP que não têm qualquer valor no mercado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Então porque é que estás tão preocupado?

      Eliminar
  8. Se o Vale e Azevedo ainda aí estiver no fim da época o Brahimi manda a faixa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê lá se o Lopetegui dura até ao Natal.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Na 6ª jornada falamos e vemos o que valem os jogadores do Doyen...

      Eliminar
  9. MdC, essa conversa das "engenharias financeiras" pensei serem só para entendidos... :)
    Depois da preocupação com o aspecto desportivo se falhasse a Champions, e já com +4 pontos, a léria passa para ver quem deve mais... OK.

    O outro dizia que não faltaria quem imitasse o recurso aos sérvios um ano depois..,.

    A reestruturação financeira é só obra de energia verde.

    E, contudo, os passivos consolidados são o que são... :)

    Atenção, eu reconheço o despesismo galopante e preocupante de todos - mas também quem tira mais lucros e títulos. Bem como não gosto dos Fundos, nem sou adepto dos third party interests.

    Mas cada qual entretém-.se com o que tiver mais à mão e outros motivos não tenha... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então já podes ir comemorar o título à 3ª jornada. Fantástico, ainda conseguem fazer a festa mais cedo que o ano passado...

      Eliminar
    2. Zé Luís, para mim, no meio deste caos financeiro, encontro apenas algum conforto no facto de ver um esforço do meu clube em estancar as perdas. Infelizmente não há muito mais por onde nos possamos agarrar nos últimos anos, tão más têm sido as coisas.

      Em relação aos outros, não vejo que a situação seja muito melhor. No caso do Porto, os números globais, com um passivo consolidado inferior em cerca de €170M em relação ao Sporting, são os menos graves dos três grandes... para já. :) Não foram precisos muitos anos para o Sporting cair num turbilhão - 4 anos de inconsciência e insucesso desportivo foram suficientes.

      No caso da direção portista, há sucesso desportivo indiscutível, mas creio que nos últimos anos não estão a ir no bom caminho no departamento da inconsciência. :)

      Um abraço.

      Eliminar
    3. Ah, e em relação aos 4 pontos de avanço, não faz mal desde que os comecem a perder em novembro como no ano passado. :)

      Eliminar
    4. MdC... mais um vez você insiste no erro de erro de dizer que as contas do Porto são as melhores porque têm um passivo menor... esquece-se é do activo. Nesta questão das contas o fundamental é o valor dos capitais próprios (na avaliação global) e a diferença entre custos e despesas operacionais (a nível anual).

      Eliminar
    5. Caro anónimo, é verdade que a questão dos capitais próprios é um dos principais indicadores, mas há um outro ponto essencial com que faz que as contas do Porto sejam (por enquanto) melhores que as do Benfica: o nível de endividamento bancário e obrigacionista. Um abraço.

      Eliminar
    6. MdC, se querem caminhar nesse campeonato, problema vosso. Eu passo. Lembro, até, que sobre essas matérias, e a respeito de respeito pelos clubes, não há muitos anos havia muito estupidozinho na TV a achar, mesmo gente com responsabilidades no jornalismo televisivo, que o Porto estava pior que o Sporting. Enfim...

      Sou adepto da transparência e não facilito com ninguém. Mas não como gato por lebre.

      O FP financeiro da UEFA obriga os clubes a fazerem bem as coisas mas em economia e gestão há muitos caminhos. Acho piada que muitos falem cobras e lagartos de tudo dos outros, suspeitem das contas - e são auditadas - comentem as comissões - e são declaradas, públicas, auditadas e registadas - e eu também acho disparatadas e conteste e critique tal facto... e por aí fora. Até parece que se fala das contas dos SAD como se ainda fossem os clubes de antigamente... Ridículo.

      Para bom entendedor.

      Abraço

      Eliminar
  10. Mestre, se mesmo tendo vencido 3 dos últimos 4 campeonatos (jå nem falo nas duas décadas anteriores) e apenas por duas vezes falharam a Liga dos Campeões nos últimos 20 anos, e mesmo assim estão com capitais próprios negativos, imagine se tivessem ganho tanto como o carnide. Já nem falo no Sporting, para o qual a sua situação financeira tem explicação: um ciclo vicioso de falta de vitórias, menos receitas, menos investimento, menos vitórias, prejuízos, endividamento excessivo, falta de retorno do investimento, falência técnica. Agora os outros? A explicação é que mesmo ganhando, não conseguem gerar receitas para serem sustentáveis dado que o investimento que tiveram de fazer para ganhar é demasiado alto para a sua escala.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, isso é uma coisa que me faz uma enorme confusão. Com todas as vitórias que têm, com as consecutivas participações na LC, com as vendas milionárias feitas na última década, seria de esperar que o Porto estivesse numa situação bem melhor.

      Como é possível num ano em que venderam €120M em jogadores, terem tido apenas um lucro de €20M.

      Há uma explicação muito simples: uma estrutura daquelas só se monta à conta de muitos envelopes entregues aos colaboradores que estão espalhados por esse país e mundo fora (e não me estou a referir a árbitros).

      Uma rede que é preciso alimentar e a quem não pode faltar sustento - por isso é que é preferível entregar 50% do estádio à SAD em vez de se tentar mudar um pouco de vida. Há demasiada gente a depender deles.

      Um abraço.

      Eliminar
  11. Excelente 'post' Mestre,

    Engraçado é verificar a profusão de 'fãs dos corruptos', que se calhar são algum 'multi-nicks' (Luis Miguel aka Superçeão aka ...), que vêm aqui tentar mascarar a triste situação em que se encontram...

    Desejo-lhes o dobro daquilo que estes aldrabões têm feito e desejado ao SCP nos últimos 20 e tal anos... Aquilo até agora foi um passeio, com jogos facilimos e uma sorte descomunal quer no play off da Champions quer no sorteio dos Grupos da dita... Contudo, parece-me que há ali muitos arames a suportar certas cenas que parecem uma coisa e afinal devem ser outra...

    Estou muito curioso para ver o comportamento do V. Guimarães no próximo jogo. Muito mesmo. Se mantiverem a subserviência habitual estamos conversados, isto é, o corrupto mor tratou de encomendar o campeonato em Maio ou Junho passado... A ver vamos...

    Quanto às contas da SAD dos corruptos aquilo não é para levar a sério, não se esqueçam que apareceu morto nos escritórios da SAD desta gentalha, com um tiro na cabeça, um dos funcionários... E nada se falou ou fala sobre isso... Aquilo são 'gangsters' travestidos de cor de rosa (equipamento secundário para esta época)... Mas para mim tão mau quanto esta gente continuar a pavonear-se impune por este País é existir gente que ainda defende aquele 'status quo' de mafiosos... O fim aproxima-se...

    Viva o Sporting Clube de Portugal!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde = mentiroso.
      Estou á espera dos 5 titulos do sporting!

      Eliminar