sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Sistema

Retirado do blogue Com quem é que joga o Sporting?. Sem comentários.


8 comentários :

  1. Estando envolvido um indivíduo com sobre-nome "Manhoso"...

    ResponderEliminar
  2. Esta "estória" é inenarrável. Felizmente estamos em 2014, o "esqueleto" andante do Adriano Pinto já teve melhores dias e, é muito provável, que a situação seja corrigida com a inclusão do Dinis Gorjão na 1ª categoria.

    Fosse a década de oitenta e outros 500 (literalmente) cantariam.

    Um tipo lê disto há 30 anos e ainda se consegue espantar com estes escroques.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sei, caro anónimo... por dois motivos: em primeiro lugar, ainda temos outros esqueletos dos anos 80/90 com poder nas associações, como é o caso de Lourenço Pinto, ex-presidente do CA e atual presidente da AF Porto. Depois, porque se a nova geração vem representada por gente como Nuno Lobo, o futuro não augura nada de bom... Um abraço.

      Eliminar
  3. Então mas pensavam que o Lopetegui e a Doyen é que iam ganhar o campeonato para o puerto? Têm de aparecer os velhos "métodos" para "empurrar".

    ResponderEliminar
  4. OFF-TOPIC

    http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=903069

    Bruno de Carvalho: «Havia um elitismo muito exagerado»

    ----------------------------------
    ----------------------------------

    Eis aquilo que tenho dito nas palavras do BdC.

    ResponderEliminar
  5. Então digam lá quantos árbitros há da AFP e da AFL? É o dizes...
    Digam lá quantos árbitros são de Associações a Norte de Coimbra e quantos há a Sul? é o dizes somar até dois ainda conseguem a partir daí baralham-se!

    ResponderEliminar
  6. A única coisa que me surpreende aqui, é A Bola dar esta notícia e ainda fazer insinuações contras os árbitros do Porto e contra a AF Porto...

    ResponderEliminar
  7. não deixem esta noticia cair em saco roto, quem tiver blogs, publique-a por la
    o sistema está vivo e continua

    ResponderEliminar