quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Risco de incumprimento dos clubes portugueses, pela Standard & Poor's

                                                                                                                                                 
A Standard&Poor's divulgou há dias um relatório em que faz a análise de situação de 44 clubes europeus. Essa análise é feita através de um modelo adaptado à indústria do futebol, tendo em consideração indicadores mais genéricos como a situação económica do país, até outros bastante mais específicos como os indicadores financeiros e desportivos de cada clube. Um outro indicador que também é usado pela S&P é a perceção de risco que o mercado tem para um determinado clube.

Dentro desses 44 clubes analisados, estão os 3 grandes portugueses, que são sociedades cotadas em bolsa e cujas contas são públicas.

De um ponto de vista da análise de indicadores exclusivamente financeiros, é sem surpresa que o Sporting é o clube português que aparece em pior situação:


No entanto, quando se acrescentam a esta análise financeira outros indicadores desportivos e de perceção do mercado, o panorama muda consideravelmente.

De notar que esta lista contém apenas clubes cotados em bolsa, ou seja, a S&P só coloca nesta tabela clubes em que o público pode investir. Os outros clubes são empresas privadas, cujo capital está fechado a investidores.

Os três clubes portugueses têm a classificação ccc, que é uma péssima classificação - bem pior que a classificação do país, que é de bb.


Ao nível das probabilidades de incumprimento (ou bancarrota, como preferirem) a curto prazo, é que as coisas já não são tão iguais: 6,18% para o Sporting, 6,45% para o Porto, e 41,74% para o Benfica.

Como é evidente, este modelo da Standard&Poor's tem uma falha grave: não leva em consideração as entrevistas de Luís Filipe Vieira à Benfica TV.

26 comentários :

  1. Por haver maior probabilidade de algo acontecer isso não é uma garantia que vai acontecer.

    Quanto aos dados, basta fazer uma consulta aos relatórios dos 3 clubes e facilmente se percebe que o Benfica é de longe o que em melhor posição se encontra. E daqui por 3 anos a diferença ainda será maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não é garantia de nada. Nenhum clube entrará em incumprimento, porque existem sempre acordos que se podem fazer. Portugal também chegou a ter um risco de incumprimento que andava à volta dos 40% - no famigerado clube da bancarrota - e felizmente isso acabou por não se verificar.

      Eliminar
    2. Não sei em que dados se baseia para dizer isso ou o que quer dizer "é de longe o que em melhor posição se encontra". Poderá esclarecer? É que acho que os clubes actuam todos no limite, pois devido à competição, acabam por usar todos os recursos e formas de financiamento que tem à disposição. Mas gostaria de perceber quais os dados que levam o benfica a ser o clube que "de longe se encontra em melhor posição".

      Eliminar
    3. Mestre de Cerimónias, eu não sei em que país você tem vivido mas caso não tenha percebido... Portugal foi à bancarrota, faliu! Simplesmente não deixou de existir porque teve empréstimos que lhe permitem sobreviver. Mas, em termos financeiros, Portugal faliu: foi incapaz de gerar receitas que saldassem as dívidas.

      Eliminar
    4. RJR, tanto quanto sei a bancarrota implica que não se cumpram os compromissos existentes. Portugal precisou de dinheiro externo para cumprir esses compromissos, mas não deixou de os pagar.

      Eliminar
    5. "...em termos financeiros, Portugal faliu: foi incapaz de gerar receitas que saldassem as dívidas."

      E já teve várias "reestruturações" da dívida porque, caso ainda não tenham reparado, Portugal nunca cumpriu os défices acordados com a "troika" e nem por isso sofreu sanções. Além disso, o pagamento dos empréstimos foi alargado uns bons anos. E no entanto continua a falar-se de reestruturação da dívida. O que essa malta quer é PERDÃO de dívida, mas ainda não percebi bem porque é que acham que os credores a darão sem uma retaliação forte contra Portugal, se entenderem na nossa pretensão uma intenção de lhes dar um calote.

      Eliminar
    6. @ Daniel Martins

      Baseio-me nos Realtórios e Contas dos 3 clubes.

      Eliminar
  2. Batemos na mesma tecla.

    Vendas baixas por parte do SCP, Bruma e Illori no ano passado por cerca de 10 milhões cada um, este ano venda de 5 milhões do Dier e de Rojo por 20 milhões sem a certeza de reter este montante.

    Porto e Benfica com vendas de 25, 40 e 50 milhões todos os anos, no entanto têm niveis de performance semelhantes ao SCP. Não deveriam estar melhor graças aos grandes fundos?

    Quanto à solvabilidade do Benfica, ter aquela taxa não obstante as vendas efectuadas é algo de muito estranho, se calhar não estão a contar com esse sucesso chamado BTV.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em primeiro o Sporting, não vendeu só Rojo e Dier, vendeu também Leonardo Jardim, Zezinho, Vitor, Rinaudo e mais uns quantos por baixo valor que no total rende cerca de 800mil euros, emprestou com retorno financeiro, Labyad, Viola, Betinho e Wilson Eduardo e mais um ou outro. Em segundo lugar, essas vendas de 25, 40, 50, quanto foram parar em custos associados ás transferências? Como por exemplo prémios de rescisão, comissão agente etc. Quanto foram para fundos ou clubes terceiros? Por exemplo Markovic, foi vendido por 25, mas 12,5 foi para o um fundo, e o jogador custou 6M, se for a ver os salários do atleta...Secalhar não ganharam assim tanto como isso.
      Terceiro, o Sporting comparado com Benfica e Porto, gasta em salários muitíssimo menos.
      Quarto, não percebi se o "sucesso da BTV" era ironia ou não, mas repare, o Sporting e Porto recebem por ano um pouco mais de 20M ano por direitos televisivos, sendo que o Sporting tem um contrato de publicidade com a PPTV, que permite receber cerca de 1,8M ano através da publicidade nos jogos que disputa. Portanto se perceber que a BTV tem 350mil assinantes, ou seja 3,5M mês vezes 12, se tirar o iva dá um valor a rondar os 30M, sendo que o orçamento anual da BTV é de 9M, já só sobram 21M, e se pensar que têm de pagar às operadores a distribuição do sinal...Bom enfim não parece que o Benfica, tenha um negócio assim tão bom.
      SL

      Eliminar
    2. Caro anónimo é evidente que estou a ironizar, porquanto os adeptos e paineleiros rivais, enchem a boca com vendas milionárias e afinal em termos financeiros estão bem próximos do SCP, porque, como bem referiu no seu comentário as vendas milionárias não são encaixadas pelos seus clubes mas sim pelos comissionistas agregados. Além de arcarem com a despesa dos salários.

      Quanto à BTV é óbvio que se trata de uma grande ironia pois como sabe só fazem contas a receitas brutas e não descontam os custos da operação.

      Simplesmente estou a lembrar que a situação do Sporting não é boa mas está estancada, pois reduziu-se o orçamento, a massa salarial e as compras milionárias agregadas a fundos, falta resolver a situação Holdimo mas a recompra parece ser possivel.

      Já quanto aos rivais parece que há um mundo cor de rosa onde o dinheiro vai sempre aparecer.

      SL

      Eliminar
    3. Green Lantern, centrando-me no Sporting é precisamente essa a minha esperança: as contas estão equilibradas, o orçamento foi ajustado por baixo não considerando receitas como as da Champions e da venda em massa de jogadores. Se os resultados desportivos aparecerem teremos uma margem de progressão enorme, já que as nossas receitas estão num nível enorme de sub-aproveitamento.

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Mestre, o que é que a S&P sabe que nós "não" sabemos? Aguardemos... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, confesso que fiquei surpreendido pelo número que apresentaram para o Benfica. Não porque ache que as contas deles sejam boas - que não são, ainda para mais acredito convictamente que haja muita maquilhagem - mas porque efetivamente ao nível das receitas estão bastante bem (pelo menos a avaliar pelo que sai cá para fora). É esperar para ver. :)

      Eliminar
    2. A questão é se o "que sai cá para fora" é fidedigno...

      Eliminar
  4. caro anonimo
    AS OPERADORAS E QUE PAGAM AO BENFICA,E A PUBLICIDADE NO CANAL E A ESTATICA NOS JOGOS

    ResponderEliminar
  5. Em relação aos lamps: não percebo como o 1.º quadro indica uma situação de liquidez acima da média e o 2.º uma situação de incumprimento iminente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Migas, o facto de ser "acima da média" é uma classificação relativa que compara com o total dos restantes clubes. Não é uma classificação absoluta. Portanto, apenas se pode concluir que é melhor que a média de todos os clubes, não quer dizer que seja bom.

      Desconheço que variáveis estão a ser considerados pelo modelo. O Benfica tem encaixado muitas receitas com vendas de jogadores, mas tem contas operacionais muito desequilibradas se excluirmos transferências de jogadores. Tem também uma dívida bancária muito grande. Pode ser também a queda do valor das ações em bolsa. Mas isso é especulação minha, não sei o que os levou a determinarem estes números.

      Eliminar
  6. A linha editorial do blogue é bater no Benfica?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aprecio bater no Benfica e no Porto sempre que possível, desde que haja motivos para isso, não posso negar. :)

      Eliminar
    2. eheh... é sempre divertido malhar no trampião...

      eu se tivesse jeito para o desenho já teria criado o vosso símbolo, trampionagem, tipo um híbrido galinha e dragão a apodrecer num habitat de nádegas...

      Saudações Leoninas

      Eliminar
  7. Fiz uma pesquisa bem profunda e a palavra Benfica domina neste Blogue....e algumas como (Orelhas,Carnide,fifica,lampiões,galinhas,galinheiro) também abundam, só posso concluir que se trata do carinho e apreço dos utilizadores!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, fiz uma pesquisa bem profunda e a maior parte dos comentadores deste blog são do fifica, o que é estranho visto o autor do blog ser leão, logo é natural que haja tantas referências a galinheiros e afins.

      Eliminar
    2. Também calimeros, viscondes falidos, e outros termos ainda piores que me vou escusar de repetir... :)

      Eliminar
  8. Os R&C das sads estão disponíveis para os que percebem de análise financeira e para os que não percebem.

    ResponderEliminar
  9. "The Market Signal Probability of Default (PD) was used to assess short-term
    creditworthiness for publicly-listed football clubs. This daily PD uses equity prices to
    determine the market’s sentiment of a company’s creditworthiness and likelihood of default
    in the short-term. Market Signal PDs are available for publicly-listed corporations and
    financial institutions." Ou seja, é baseado na cotação das acções... ou seja, não tem qualquer significado nos casos portugueses porque os volumes de transacção por cá são ridiculamente baixos e os investidores usuais guiam-se por padrões emocionais e não económico-financeiros. Já o rating 'ccc' é elucidativo do estado miserável do nosso futebol e sinceramente nenhum dos clubes se pode rir dos outros porque a coisa está muito 'preta'.

    ResponderEliminar
  10. Caro Mestre, em relação ao PD, não entendo nada, se fosse PDI já entendia. Se possível vá ao relatório e transcreva para aqui o índice XPTO. Esse sim, é um índice que todo o pessoal entende.

    De qualquer forma, a classificação ccc é muito boa, está bem acima de zzz.

    ResponderEliminar