quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Blitzkrieg argelina

6 comentários :

  1. Fantástica exibição de Slimani apesar da infelicidade do auto-golo. Esta arrancada depois de 90 minutos sempre em alta rotação não é para qualquer um.

    O que alguns gozaram com o homem quando chegou, limitado tecnicamente, tem dois tijolos, etc, etc.
    Mais ou menos o que agora andam a tentar fazer ao Sarr, um miúdo com 21 anos acabados de fazer.

    Ontem esteve simplesmente perfeito na faceta que os malhadores mais batem, o envolvimento no jogo de equipa. As recepções, de peito, com a cabeça ou os dois pés, deixaram sempre a bola jogável para os colegas.

    Grande jogo ontem!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sar, em relação a esse 2º parágrafo, eu enfio a carapuça. :) Não que tenha gozado com Slimani, mas não tinha grandes expetativas em relação ao que pudesse fazer no Sporting. E como estava enganado.

      Não só é um poço de força, como tem evoluído muito nas receções e nos apoios frontais. Depois de passar a bola, sprinta para a área para estar preparado para finalizar (coisa que Montero normalmente é bem mais lento a fazer). Neste momento é dono da posição. Gosto do Montero, que pode ser muito bom tecnicamente e nas tomadas de decisão, mas não é um animal de área como o argelino.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Caro MdC, por acaso não me lembro do MdC ter baixas expectativas em relação ao Slimani nem queria que o MdC enfiasse qualquer carapuça.

      Estou mesmo a falar da maioria dos meus amigos Sportinguistas que após os primeiros minutos de Slimani com a camisola do SCP trataram logo de lhe ler a sentença.
      Também era fácil, um tipo que aos 25 anos vem do campeonato Argelino e que nos primeiros jogos, seja por falta de adaptação ou nervosismo, falha alguns passes e recepções, está sujeito a esse tipo de apreciações dos treinadores de bancada.

      Eu só digo ao pessoal para não queimar os jogadores após os primeiros minutos. Após uma ou duas épocas a jogar regularmente penso que as apreciações serão mais justas e podemos distinguir claramente os cepos dos artistas e mesmo assim há tantos factores a condicionar o rendimento de um jogador...

      Um abraço.

      Eliminar
    3. Eu sei que aquele parágrafo não era para mim, Sar. Quando o Slimani foi contratado tinha dúvidas que ele pudesse fazer a diferença, mas guardei essas inquietações para mim porque achei que merecia o benefício da dúvida.

      Aliás, recuso-me a estar já a dizer que contratações como as de Slavchev ou Gauld foram um erro, precisamente porque podemos estar perante casos de dificuldade de adaptação - e pode haver um click que os façam ser úteis para a equipa ainda este ano.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. Eu também fui dos que duvidei da qualidade de Slimani nos primeiros toques na bola e ainda hoje revela dificuldades enormes no 1x1.
    Mas a entrega e raça compensam tudo.
    Tivesse ele jogado de início em Guimarães e outro resultado teria acontecido.
    De cabeça e a jogá como pivot não vejo melhor no nosso campeonato, tendo essencial a sua manutenção no plantel.
    Grande Slim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José, arrisco dizer que se fosse bom no 1 contra 1 já cá não estaria connosco. :) Não há muitos jogadores que ao fim de 90 minutos de trabalho incansável ainda conseguissem fazer aquele golo contra o Schalke.

      Um abraço.

      Eliminar