terça-feira, 4 de novembro de 2014

Elogiar em público e criticar em privado

Elogiar em público e criticar em privado é uma máxima que sempre procurei seguir na minha vida profissional. A crítica é uma ação indispensável para corrigir problemas e desenvolver competências dos elementos de uma equipa, mas tem a particularidade de ter uma natureza extremamente delicada: para ser eficaz o visado não pode sentir que está a ser julgado sumariamente ou humilhado. A crítica deve ser sempre construtiva, objetiva e nunca, mas nunca, no calor do momento. Se há um problema que exige uma resolução urgente, o foco deve estar em resolver primeiro esse problema e deixar a conversa com o(s) elemento(s) que estiveram na sua origem para mais tarde, quando as cabeças estão mais frias e os ânimos menos exaltados.

As palavras de Bruno de Carvalho sobre a prestação da equipa principal e da equipa B no fim-de-semana caíram mal em muita gente precisamente porque criticou publicamente a falta de empenho demonstrada, dando munições suficientes a adversários, paineleiros e jornalistas para fazerem uma barragem de fogo contínua durante vários dias, e podendo pôr em causa o compromisso do balneário com o clube e a concentração necessária para os desafios que se seguem. Isso é compreensível.

Há no entanto três fatores que é preciso levar em consideração. O primeiro é que os resultados foram efetivamente péssimos. O segundo é que a forma escolhida foi boa - um comunicado em que o plural é usado de forma predominante, escrito 24 horas depois da derrota em Guimarães, e em que em momento algum há um apontar de dedo a pessoas específicas.

O terceiro é o mais importante, na minha opinião. Qualquer pessoa que seja responsável por uma equipa deve criticar os seus elementos em privado, mas isso não o dispensa de ter que prestar contas aos seus superiores. E acreditem, toda a gente tem sempre que prestar contas a alguém. Quando há problemas graves, o chefe de equipa tem que explicar o que aconteceu ao seu diretor. O diretor terá que explicar o que aconteceu à administração. A administração terá que explicar o que aconteceu aos acionistas. E mesmo os acionistas têm que prestar contas a alguém (seja ao grupo de investidores que os apoia, aos bancos que lhes concederam crédito, ou à família).

Bruno de Carvalho, enquanto presidente do Sporting, não tem apenas responsabilidades perante o grupo de trabalho. Tem também responsabilidades para com os sócios que o elegeram. Bruno de Carvalho achou que foi algo suficientemente grave que justificasse uma explicação do sucedido - e isso para mim é um dos princípios mais positivos da sua presidência (e que o distingue dos presidentes dos nossos rivais, que parecem fazer questão em manter prolongados silêncios quando as coisas não lhes estão a correr bem).

Neste caso em concreto, fez bem Bruno de Carvalho em ter feito este comunicado? Na minha opinião, não. Em relação à equipa B as más exibições têm sido demasiado frequentes, mas a meu ver o problema do empenho dos jogadores (que é real e indesmentível) está mais ligado aos equívocos de definição do que deve ser a equipa B e à instabilidade da liderança técnica - situações em que a direção é a principal responsável. Quanto à equipa principal, foi a primeira exibição verdadeiramente fraca da época - e dias maus todos podem ter. 

Enquanto sócio, não achei que o presidente tivesse necessidade de me dar explicações sobre o que correu mal nesta situação específica - porque não achei que fosse de uma gravidade assim tão grande. Se encontrou algum fator de preocupação em relação à determinação e compromisso dos jogadores, teria sido suficiente ter esta conversa internamente. 

20 comentários :

  1. MdC

    Estava mesmo neste momento a pensar nisso tais são as críticas principalmente vindas de comentadores de que o presidente Bruno de Carvalho está a ser alvo.O MdC adivinha os meus pensamentos !...

    Quero dizer o seguinte se quanto ao conteúdo estou inteiramente de acordo com o comunicado do presidente quanto à forma pode-se ou não discordar.É óbvio que esta situações são desagradáveis para todos porque são sinal que alguma coisa não está bem e dão possibilidade aos adversários de enfraquecer o clube.

    Sendo assim temos de ir às raízes do problema,primeiro em 9 jogos o Sporting leva 4 vitórias,4 empates e 1ª derrota e ocupa a sexta posição do campeonato.O Sporting está portanto a fazer uma carreira aquém do que se projectava.

    Segundo a partida de Sábado e para quem se diz que quer ser campeão foi vergonhosa para todos os sportinguistas.A mim o que me incomoda foi o facto da equipa ter sido completamente dominada pelo Vitória.O Vitória foi bastante superior ao Sporting e não se conseguiu criar uma única oportunidade de golo.Os jogadores abdicaram de ir a jogo.

    Agora quero referir-me ao Marco Silva.Vejo qualidade no trabalho dele mas há uma coisa em que ele é inferior ao Jesus,o Jesus sabe que a Champions é uma miragem e se não se incomoda muito com isso, já no campeonato não deixa os seus jogadores adormeçer.
    O Marco em Guimarães não foi suficientemente capaz para dar uma abanadela na equipa e quando o fez já era tarde.Nessas coisas o Jesus é esperto,aposta as fichas naquilo que se sabe que pode vencer,joga para o contrato.E assim vai ele enganando os tolos,sabe por exemplo que as hipóteses de sucesso são maiores na Liga Europa e como tal não se importa de ir para a segunda divisão europeia.

    O Sporting não tem plantel para as competições em que está envolvido.Marco motiva os jogadores para o campeonato nacional.Essa tem de ser a opção do Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo nalguns pontos, acho que o Vitória foi ligeiramente superior ao Sporting na primeira parte. Se pensarmos nas oportunidades o Vitória teve os golos que são erros que não podem acontecer. Se esquecermos o resultado será que o Vitória teve assim tantas oportunidades flagrantes?

      Na segunda a história é outra, temos de pensar que nos abrimos...e nem sempre as coisas correm bem como tem acontecido O que faltou foi uma segunda parte à Leão.

      Talvez também tenha faltado mais circulação de bola em toda a extensão do terreno (que não é o nosso modelo de jogo) numa ou noutra imagem pareceu-me que a equipa do Vitória se posicionava toda muito próxima da zona da bola (não sei se me estou a explicar bem, mas faz lembrar um bocado as dificuldades que os lampiões sentiram na Alemanha. Lembro-me do VP dizer, na antevisão do jogo, que o benfica iria sentir muitas dificuldades em sair a jogar contra o Bayer mas que se ultrapassasse a primeira zona de pressão iria ter espaço para jogar e poderia contrariar algum eventual favoritismo. Outro detalhe interessante, lembro-me de ver o JJ gritar para os jogadores chutarem a bola e não saírem a jogar…)


      Depois também discordo da comparação de MS com JJ. O primeiro ainda tem muito a provar é certo mas honestamente não acho que o benfica esteja a jogar melhor do que nós. Está com "sorte". Para além da defensiva do Jesus beneficiar de muita benevolência na arbitragem. Olha por exemplo o WC. Este ano está um bocado abaixo do que foi o ano passado mas que todos os cartões que é para levar leva e alguns até podiam não ser...Num dos golos do Marítimo o WC deixa um jogador fugir-lhe que não é costume ele deixar, é verdade que nessa altura ainda não tinha amarelo mas pode ter pensado que queria poupar o amarelo para outra que fosse mais perigosa...pois já sabe que vai levar amarelo.

      Na minha opinião esta reprimenda deveria de ser dada sempre em privado, ou então só focava os jogadores da equipa B, que ai se calhar a história é completamente diferente. Tem a atenuante de falar como responsável, não excluindo a sua responsabilidade, e até fico meio confuso se está a assumir as responsabilidades como Presidente ou se é só um puxão de orelhas. Dá a ideia que é as duas…

      Agora tudo depende do que é falado para dentro e como. Se devidamente falado não me parece que seja assim tão grave. O estilo do nosso Presidente é este, para já o saldo é claramente positivo e acho que continuará a ser.
      Como se costuma dizer o futebol não é para meninas.

      Eliminar
    2. King Lion, eu não acho que deva haver poupanças na Champions. O crescimento da equipa também passa por aí - mesmo não sendo o apuramento para a 2ª fase uma obrigação - e é importante para a valorização dos jogadores.

      Um abraço.

      Eliminar
    3. Pedro

      Fala que o Vitória se posicionava muito próximo da zona da bola e tem toda a razão porque o Vitória não deu espaços aos jogadores do Sporting,não os deixou circular a bola,isto é,o Vitória embora tivesse na primeira parte poucas ou nenhumas oportunidades de golo tevem domínio total do jogo.


      Na segunda parte é diferente porque o Sporting deu espaços e então aí sim o Vitória criou mais oportunidades de golo.De qualquer das maneiras mesmo na segunda parte o Sporting nem uma oportunidade digna desse nome conseguiu e o domínio do jogo foi todo do Vitória.


      MdC
      Eu também não acho que deve haver poupanças na champions mas se os jogadores não conseguem estar com os níveis de motivação máximos para as duas competições então optem pelo campeonato nacional pois é sem dúvida a opção mais racional.

      MdC

      Uma coisa que tenho reparado é no lado esquerdo da desfesa do Sporting.Se já contra o Marítimo os dois golos nascem do lado esquerdo então contra o Vitória foi o descalabro total.Embora tenham havido erros de cobertura por parte de toda a equipa parece-me que este Jonathan está uma verdadeira desgraça a dfender.Defendo a sua saída da equipa e a entrada de Jefferson.Quanto aos centrais vamos ver se para Dezembro haverá uma prenda no sapatinho.

      Eliminar
    4. King Lion, o Jonathan de facto não esteve bem nos últimos dois jogos. Não me chocaria se perdesse a titularidade, mas acho que tem muito potencial. Não sei é se o Jefferson está em condições físicas adequadas. Mas também há o Miguel Lopes.

      Soube há pouco que o Jonathan foi convocado para a seleção argentina... não devem ter visto os últimos dois jogos, certamente. :)

      Eliminar
    5. A única diferença entre o Jesus e o Marco Silva deve ser só mesmo essa...

      Eliminar
    6. Peço desculpa por não responder tão prontamente mas normalmente só costumo vir ao Blog fazer a devoração diária 1 ou duas vezes por dia.

      Concordo principalmente que, na segunda parte, esperava muito mais do Sporting, culpa dos jogadores que num jogo a jogar com 10, a perder por 3-1 fora, para a liga dos campeões, contra uma equipa com um orçamento largamente superior ao nosso acreditaram e foram para cima discutir o resultado. (Estive quase para desligar o pc quando sofremos o 3-1).

      Fomos com uma atitude semelhante à da primeira parte apenas mais balanceados para o ataque e quando assim é sujeitamo-nos e foi o que aconteceu, para mim, isto não é um domínio completo.

      Agora na primeira parte ainda menos achei que foi um domínio completo os golos nascem de situações onde temos todos os jogadores no local certo (bola parada) e esses erros é que não deveriam de acontecer. Ou se quiseres são muito mais fácil de evitar.

      Aliás era interessante olhar para as estatísticas (que valem o que valem) e tirar de lá os golos a ver se são assim tão dispares!!! (não faço a mínima ideia e até pode contrariar completamente o que estou a dizer)

      O que não invalida que o Vitória foi superior, que mereceu ganhar e que podíamos e deveríamos ter feito muito mais, se quiseres a diferença (na minha óptica) é que não fomos subjugados pelo Vitória.

      Se quiseres outro exemplo acho que a diferença de futebol apresentado entre nós e o Porto nas Antas, no jogo da taça foi muito superior.

      Abraço

      Eliminar
  2. Bom dia MdC
    Há 3 coisas que o post do presidente não foi: mentiroso, despropositado e desrespeitoso.
    Não tendo sido ultrapassados quaisquer limites no que escreveu no facebook (admito que o tenha feito internamente), julgo que o principal objectivo foi apelar ao orgulho dos jogadores e chamar a atenção para o facto de após o jogo os jogadores se terem 'esquecido' de agradecer publicamente a presença e apoio dos 5000 adeptos que os apoiaram, mesmo com aquela exibição vergonhosa e de não terem pedido desculpas pela mesma.
    Foi mais uma chamada de atenção do que um apontar de dedo ou um linchamento público. Não gosto do alarido que alguns fizeram na blogosfera leonina, puxando tudo a mais alguma coisa a reboque disto.
    Fosse eu jogador e amanhã era para comer a relva, os alemães e o árbitro. No fim, ressoaria no estádio um sonoro arroto, pois o leão estaria de barriga cheia, com o orgulho reposto e já ninguém falaria do jogo de Guimarães.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje não consegui comentar com o meu nick habitual (grandeartistaegoleador).

      Eliminar
    2. Torres, se foi unicamente uma chamada de atenção aos jogadores, aí é que sou obrigado a discordar do método. Essa conversa é para ser feita dentro do balneário, e não em recados públicos. Nem vejo BdC com perfil para dizer o que pensa mandando recados via facebook.

      Sinceramente, parece-me que o objetivo foi unicamente dar explicações aos sócios. Usou o facebook e não o site do clube para não parecer demasiado institucional - o que também me parece melhor.

      De qualquer forma, concordo que não foi nem mentiroso nem desrespeitoso. Há muita gente a empolar o que está escrito e a querer tirar conclusões completamente enviesadas - hei-de escrever sobre isso.

      Um abraço.

      P.S.: não deu para comentar com o nick habitual porque alterei as definições dos comentários. Deixei de permitir comentários a utilizadores não registados - passa a ser necessário um registo no open ID, google, wordpress, yahoo, etc. (referi os motivos que me levaram a tomar esta decisão no post de ontem de manhã).

      Eliminar
  3. Vamos ver que efeito estas declarações terão. Eu já aprendi a minha lição e só critico a atitude, se isto surtir um efeito negativo nos jogadores e equipa técnica. Tenho estado de acordo com 90/95% das decisões que o Bruno toma. Desta vez, não concordando tanto, também não vou criticá-la, vou apenas esperar para ver.

    Há quem diga que ele tem tido algumas aparições de adepto e não de presidente. Já eu, acho que ele sabe o que está a fazer e não quero acreditar que ele não sabe separar o adepto do presidente.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorge, e neste caso ninguém pode dizer que se tratou de uma reação intempestiva. Foi algum tempo depois da derrota, por escrito, usando termos cuidados e claros.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Olha, vamos ver no que dá. Duma coisa tenho a certeza, levar 12-1 do Bayern e encolher os ombros como se fosse algo normal é que não podia continuar a ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, com ele haveria um terramoto, isso é certo. :) Fazer de conta que as coisas não aconteceram normalmente não resolve nada. Um abraço.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. O director do Jornal fifica parece que chamou palerma ao Bruno de carvalho.Será este o bêbado que faz as paralelas na fifica TV ?.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, quem é o diretor do jornal, e onde disse isso?

      Eliminar
  7. MdC

    Já deve saber que é o José Nuno Martins.Produtor de rádio e TV.O que acha das declarações deste lacaio do Vieira.

    ResponderEliminar
  8. MdC
    Talisca é jogador.Quem faz o scouting do Sporting ?,gastam-se rios de dinheiro e vai tudo parar na equipa B.Porque é que não descobrem estes talentos nas selecções olímpicas ou nos subs ?.Ainda não aprenderam ?.

    ResponderEliminar