quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Liga dos Campeões ou Liga Europa?

Numa altura em que faltam 90 minutos para o Sporting definir o seu futuro europeu, a única certa é que esse futuro... existirá. Até lá, é natural que se discuta sobre se será melhor para o Sporting continuar a sua carreira na Liga dos Campeões (onde a probabilidade de uma vida longa é diminuta) ou na Liga Europa (onde, com uma pontinha de sorte, poderemos chegar longe).

Olhando para os mais prováveis 1ºs classificados dos grupos que nos poderão calhar nos oitavos de final, temos: At. Madrid / Juventus, Real Madrid, Leverkusen, Dortmund, Bayern e PSG / Barcelona. O Porto e o Chelsea estão excluídos. Não é definitivamente um panorama simpático.

De qualquer forma, não tenho grandes dúvidas: tendo possibilidades de conseguirmos o apuramento na Liga dos Campeões, deveremos persegui-lo com todas as nossas forças.

Compreendo os argumentos de quem prefere seguir para a Liga Europa:

  • É uma competição à medida dos clubes portugueses, e em condições normais será possível chegar a uma fase muito adiantada da prova
  • Não apanharemos um dos tubarões europeus totalmente focado e motivado, o que é meio caminho andado para, num dia mau nosso, sofrermos uma derrota pesada (a eliminatória com o Bayern ainda não foi esquecida)

Mas olhemos para o que representa um apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões:
  • Entramos no grupo das 16 melhores equipas da Europa, com tudo o que de bom traz uma visibilidade desse nível
  • Representa o ultrapassar de um obstáculo que contribuirá para o crescimento e valorização dos nossos jogadores
  • O prémio monetário do apuramento para a 2ª fase é de €3,5M. Para se conseguir isso na Liga Europa teríamos que chegar à final (ou seja, implica passar 5 eliminatórias)
  • Uma prova de força indesmentível perante a legião de especialistas que tenta constantemente menorizar a competência desta equipa
  • O facto de a Liga Europa se jogar à quinta-feira e de ter mais eliminatórias prejudica-nos no campeonato em relação aos rivais que disputam a Liga dos Campeões (mais jogos, menos tempo de descanso e mais jogos às segundas-feiras)

Acima de tudo, parece-me que se queremos ser grandes como os maiores da Europa não poderemos estar a pensar antecipadamente nas desgraças que nos poderão acontecer se apanharmos uma equipa de outra galáxia. E até ver nem nos temos saído mal: muitos tinham a expetativa de que íamos ser esmagados pelo Chelsea, mas com um pouco de sorte e São Patrício sobrevivemos à carga inicial e acabámos por discutir o resultado até ao fim da partida. Falamos do mesmo Chelsea que está a dominar completamente a liga mais competitiva do mundo.

Chegar "lá" será uma proeza, estar "lá" será um prémio e não um castigo, já que nada nos foi dado nesta caminhada. O mesmo valor que nos permite estar na posição atual, apesar das muitas adversidades com que nos confrontámos, também estará presente em campo contra qualquer tubarão que nos possa aparecer pela frente. Tudo o que acontecer então, para o bem ou para o mal, será... futebol.

20 comentários :

  1. Os 12-1 do Bayern (mais um dos legados pesadíssimos que o Paulo Bento nos deixou) ainda pesam muito na nossa memória e fazem-nos ter medo de jogar contra grandes equipas. Temos de deixar tudo isso para trás e almejar sempre o melhor possível, e o melhor possível é continuar na Liga dos Campeões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, Tiago, é um trauma que só passará enfrentando novamente e ultrapassando uma situação semelhante. Algum dia terá que acontecer, e quanto mais cedo melhor! Um abraço.

      Eliminar
    2. Ainda por cima, o Bayern dos dias de hoje é bem capaz de nos espetar 12.

      Eliminar
    3. Nunca... quem tem Maurício a titular arrisca-se a ganhar a qq um!!

      Eliminar
  2. Boa tarde caro MdC.

    Considero que em caso de passar-mos a fase seguinte da Liga dos Campeões teremos 50% de hipótese de continuar a ter sucesso ou não.

    Equipas como Real, Bayer e Barcelona/PSG, são equipas claramente a evitar devido ao talento coletivo e individual que os seus planteis apresentam, para não falar do Chelsea equipa automaticamente fora das hipóteses por se apresentar no nosso grupo.

    Das restantes equipas, considero a equipa da Juventus muito forte individualmente, mas a nível coletivo ainda se apresentam uns furos abaixo, e o mister Alegri ainda não conseguiu equilibrar a sua equipa da mesma forma que o seu antecessor. O Atlético de Madrid perdeu jogadores muito importantes este ano, e mesmo com a entrada de Manzo e do Grism para a frente de ataque, a realidade é que nenhum deles apresenta a eficácia do seu antigo matador.
    Prova disso é o fato de grande parte dos seus golos ocorrerem de lances de bola parada e não de jogadas corridas. Em relação ao Leverkusen, dos poucos jogos que visualizei apresentam ser uma equipa bem mais completa que o Schalke, com um bom treinador e com uma equipa base que se apresenta junta a vários anos. Apesar destas virtudes acredito que um Sporting ao nível dos jogos com o Schalke teria uma palavra a dizer na eliminatória, o mesmo se aplica ao Dortmund, pese embora esteja a realizar uma época atípica, com excelentes resultados a nível internacional, a nível nacional os resultados não tem sido os melhores, pelo que já se visualizou algumas lacunas, em especial em equipas que jogam com um sistema de jogo idêntico ao nosso, pelo que não estranharia uma surpresa em relação a um confronto com o Dortmund.

    Acima de tudo gostaria que passássemos a fase seguinte nem que fosse pelo prestigio.

    P-S - Não esquecer que em caso de vitoria do Maribor na ultima jornada, o mesmo é que se qualifica para a fase de grupos da Liga Europa, pelo que não será fácil arrancar os 3 pontos de lá.

    Saudações Leoninas diretamente dos Açores

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís, se nos conseguirmos apurar o nosso destino dependerá de facto muito do sorteio. Leverkusen e Atlético não seriam missões impossíveis. Nos outros dificilmente teríamos hipóteses, mesmo no caso do Dortmund, na minha opinião - têm muita experiência europeia e estão a fazer uma fase de grupos irrepreensível.

      O Schalke foi uma desilusão em termos de qualidade de futebol (ainda bem) mas não deixam de ter grandes jogadores, porventura de qualidade individual superior aos do Leverkusen. Na bundesliga estão a recuperar de um mau arranque e já só estão a 3 pontos do 3º lugar (ocupado pelo Leverkusen e por outra equipa).

      Esperemos que o Maribor consiga travar os alemães, mas o ideal seria que não necessitássemos desse resultado. Esperemos que Mourinho nos "facilite" a vida pondo a descansar Diego Costa, Hazard, Fabregas, Matic e Ivanovic... :)

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Caro MdC tenho para mim que o Schalke não consegue ganhar ao Maribor. Penso que o Maribor vai conseguir a qualificação para a Liga Europa deixando os alemães para trás.

    Por isso estou profundamente convicto que passamos à fase seguinte da Champions. Espero apanhar uma equipa simpática com o Bayer, Arsenal ou Atletico.

    Se queremos ser melhores temos de jogar contra os melhores.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que sim, Green Lantern, para nos colocar a salvo das incidências de Stamford Bridge. O Arsenal será difícil que nos calhe, o Dortmund está com um avanço grande nesse grupo. Mas era bom que fosse um adversário que nos desse alguns motivos para sonhar.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Queremos que nos respeitem e chegamos sequer a colocar a possibilidade de não ficarmos entre os melhores? O pior do legado das últimas administrações do Sporting foi a falta de ambição e de respeito pela história do clube. Se temos medo de levar outros 12 de um Bayern qualquer, então o melhor é mesmo ficarmos sempre em 7º...

    ResponderEliminar
  5. Não há que ter medo de levar 12 ou 20 de ninguém. O que interessa é estar entre os melhores, sempre.

    ResponderEliminar
  6. São só 3,5M? Tinha ideia que eram à volta de 10M!


    A minha questão é diferente. Não é o medo de levar 10 de ninguém. Mas se forem "só" 3,5M, na Liga Europa podemos fazer mais pontos para subirmos no ranking e consequentemente no pote na Champions.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cafageste,
      Qt a pontos p/ ranking: passar 'a próxima fase da LC da' um bônus de 5 pontos, e seriam os 8os de final. Caindo p L.E estaríamos nos 16avos. Para o ranking as vitórias contam 2 pontos e os empates 1. Qtas rondas da LE é preciso para compensar, em rigor, depende dos resultados finais: dá para fazer 2 pontos e ser eliminado (D e V ou 2 empates) ou passar (D/V e 2 empates igualmente).

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  7. Obviamente, liga dos campeões. Pela receita e pela valorização dos jogadores. A oportunidade dos Adriens, williams e companhia fazerem os contratos das suas vidas é baterem-se contra os tubarões do futebol e não contra os carapaus. O Sporting não vai voltar a levar 12, como o Benfica nunca mais perdeu por 7-0. São jogos irrepetiveis

    ResponderEliminar
  8. Peço desculpa por estar a meter a unha para comentar…os comentários.
    É que continuo a ver crescer a teoria dos 12, lançada pela máquina de desinformação lampiã…e apercebo-me que muitos sportinguistas embarcam nesse paleio.
    Apesar de ter sido uma eliminatória vergonhosa, o facto é que levámos 7 num jogo, e 5 noutro.
    Não perdemos por 12, como querem fazer passar.
    Daqui por uns tempos, as novas gerações pensarão que apanhámos de facto 12 num jogo, o que é completamente diferente.
    É que não vejo ninguém dizer que o Real ganhou o ano passado ao Schlake por 9-2.
    Não…venceu por 6-1 e 3-1
    Não vejo ninguém dizer que o Bayern ganhou 7-0 ao Barcelona.
    Não…venceu por 4-0 e 3-0.
    Não vejo ninguém dizer que o Barcelona ganhou por 10-2 ao Leverkusen.
    Não…venceu por 7-1 e 3-1.

    Mas, se de facto quiserem alastrar a teoria lampiã, então não digam que nós perdemos por 12 e os lamps por 7 com o Celta.
    De facto, eles perderam por 8, pois mesmo tendo vindo passear a Lisboa ainda marcaram mais um golito.


    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro NSCP Carapinheira, em primeiro lugar deixe-me dizer que tem em mim um leitor fiel, e fiquei muito contente que tenha voltado a publicar com mais frequência - o estilo inconfundível dos seus posts é uma delícia.

      Em relação à observação que faz, nunca tinha visto as coisas por esse prisma, mas tem razão. :)

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Caro Mestre
      Respondo pela 2ª vez, depois da minha anterior mensagem ter sido sabotada por um rato defeituoso.
      Dizia eu que, não querendo que isto pareça um elogio fácil, agradeço a atenção mas diria que…este sim, é um sítio de referência.
      Mas, queria acrescentar que, para lá da referência aos “12” …acabei por não dar a minha opinião relativamente ao essencial.
      Na minha modesta opinião, o Sporting devia ter como objectivo primordial (e acredito que tenha) a sua continuação na Champions.
      O novo paradigma do clube tem que ter uma forte sustentação financeira, e nada melhor que parte do nosso orçamento tenham um forte contributo dos faustosos cofres da UEFA.
      Três ou quatro épocas neste patamar, e por certo o orçamento disponível para o futebol pudesse aproximar-se um pouco ao dos rivais.
      Infelizmente, o Sporting fez da Liga Europa o seu habitat natural, mas não me parece que deva ser esse o nosso destino.
      O passado recente diz-nos que, mesmo com uma pertinente assiduidade, apenas por uma vez chegámos à final da competição, e com o triste resultado conhecido. Os porventos desportivos e económicos são de baixa monta, se comparados com o seu rico irmão.
      Além disso, o Sporting só tem a ganhar com presenças assíduas, para lá da questão monetária. Refiro-me ao não menos importante prestígio mas, também, ao crescimento exponencial que alguns dos nossos jovens, e menos jovens, podem conquistar neste tipo de contactos ao mais alto nível.
      Só assim a equipa poderá crescer.
      Claro está que estaremos expostos a uma pesada derrota, se algumas circunstâncias ocorrerem em simultâneo, mas acho preferível correr esse risco, recheando os cofres do Sporting, do que o risco zero que a lampionagem vai ter pela frente.

      Para finalizar, direi que o meu regresso mais assíduo ao blog significa, infelizmente, demasiado tempo livre, na sequência da ausência de trabalho na minha área profissional.

      Melhores dias virão.

      Um abraço e SL

      Eliminar
    3. Caro NSCP Carapinheira, lamento saber que a maior disponibilidade de tempo se deve a motivos dessa ordem, espero que a consiga ultrapassar rapidamente.

      Concordo que será muito importante conseguirmos estar presentes na Liga dos Campeões durante alguns anos seguintes. Se com isso conseguirmos impedir que um dos nossos rivais se qualifique, isso será decisivo para reduzir o fosso que nos separa deles.

      Os mais de €11M que já assegurámos cobrem 40% do nosso orçamento. Se nos qualificarmos para a fase seguinte, recebemos mais €3,5M, o que corresponde a 58% do nosso orçamento. Em contrapartida, os €18M que o Porto já garantiu são apenas 25% do orçamento que têm para este ano. Por aqui vemos o impacto que uma eventual não qualificação poderia ter.

      Já sabemos por experiência própria que não é preciso muito para se entrar num ciclo vicioso - e a gravidade dessa espiral é tanto maior quanto maior for os riscos tomados pelos clubes. Porto e Benfica (principalmente os 1ºs), assumindo que as contas que apresentam espelham a realidade - o que sinceramente duvido - estão a apostar no limite das suas possibilidades. Daí se calhar a tal aliança - muito conveniente para lhes garantir aos dois que a qualificação direta para a Liga dos Campeões nunca lhes falhará...

      Um abraço.

      Eliminar