quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Servicinho público do programa Grande Área

Como não poderia deixar de ser, o programa Grande Área dissecou exaustivamente o empate caseiro do Sporting com o Paços Ferreira. Ao usar o termo exaustivamente, não o faço de forma ligeira, pois foram 50 minutos de discussão de tudo o que falta ao Sporting para conseguir melhores resultados, a ponto de terem sobrado apenas 20 minutos para discutirem o empate do Porto e a polémica vitória do Benfica. 

Analisando as palavras dos especialistas Bruno Prata, Carlos Daniel e Vítor Pereira, os três principais problemas do Sporting (por ordem decrescente) são:

3º: Um 10 desequilibrador
2º: Um central de qualidade indiscutível
1º: Bruno de Carvalho

O programa não perdeu tempo, aliás, em analisar o grande mal que assola o futebol do Sporting, abrindo com uma peça que explora a notícia do DN que relata que Bruno de Carvalho disse pessoalmente a Nani, Rui Patrício e Jefferson que seriam alvos de um processo disciplinar.

Antes de mostrar o vídeo, peço-vos que leiam as exatas palavras ditas pelo jornalista da RTP durante essa peça (que é intercalada com declarações de Bruno de Carvalho e dos jogadores - o negrito em partes selecionadas é, obviamente, da minha responsabilidade):
"A ameaça terá vindo do presidente, mas Nani não tem medo. <declarações de Nani na conferência de imprensa da seleção> O DN escreve na edição desta terça-feira que o presidente do Sporting terá dito pessoalmente a Patrício, Jefferson e Nani que não gostou de ter sido confrontado publicamente, e por isso estará alegadamente a ponderar agir contra os jogadores. Tudo começou quando, depois da derrota em Guimarães por 3-0, Bruno de Carvalho disparou contra os jogadores no Facebook. <excertos do comunicado no Facebook de Bruno de Carvalho> Alguns dias depois, os leões venceram para a Champions o Schalke por 4-2 e no final três jogadores responderam ao presidente. Nani teve as palavras mais duras. <declarações de Nani> Rui Patrício foi mais ponderado no discurso, mas não deixou de reagir. <declarações de Rui Patrício> E por fim Jefferson também respondeu a Bruno de Carvalho. <declarações de Jefferson> Seja como for, nos últimos dois jogos disputados em Alvalade, frente ao Schalke e ao Paços de Ferreira, terá havido um afastamento entre Bruno de Carvalho e a equipa. O presidente do Sporting terá saído do relvado no final dos encontros praticamente sozinho, numa atitude bem diferente do que se passava antes da derrota em Guimarães. Contactado pela RTP, o Sporting não faz para já qualquer comentário sobre o assunto."

Agora o vídeo:


Tenho sérias dúvidas que a notícia do DN seja verdadeira. O Sporting ainda não a desmentiu oficialmente, mas não só não vejo nas palavras dos jogadores algo de particularmente grave que dê motivos à abertura de processos disciplinares, como também na realidade não as vejo como uma resposta direta a Bruno de Carvalho.

Não posso adivinhar as exatas intenções dos jogadores quando disseram as tais declarações, mas o mesmo se aplica aos jornalistas e comentadores que as têm analisado invariavelmente como uma resposta ao presidente do Sporting. As palavras de Nani são genéricas e podem perfeitamente referir-se aos jogadores: uma interpretação possível é que os jogadores que querem ser vencedores devem saber reagir em conformidade a seguir às derrotas. Rui Patrício diz explicitamente que não é nenhuma resposta a Bruno de Carvalho, e Jefferson desvaloriza o sucedido. Diga-se de passagem que todas estas declarações foram respostas diretas a perguntas a jornalistas, ou seja, os jogadores não podiam evitar as questões.

Essa é a principal lição que Bruno de Carvalho deve tirar disto: qualquer declaração sua que tenha um potencial de polémica será imediatamente explorado pelos jornalistas - o que é natural até um certo ponto - e coloca treinador e jogadores numa posição delicada que seria dispensável. 

E apesar de achar natural que os jornalistas explorem a polémica procurando a opinião dos jogadores nas oportunidades que têm, já não me parece nada natural nem ético o tom desta peça da RTP, mais condenatória do que informativa, e que se baseia numa notícia que ainda não tem qualquer tipo de confirmação alternativa para além das fontes do jornalista do DN. 

Quanto aos comentários de Carlos Daniel, ao dizer que Bruno de Carvalho é o principal foco de instabilidade (tirando este episódio do comentário do Facebook, onde é que o presidente desestabilizou a equipa?) e extrapolando que o presidente estará a querer ver-se livre de Marco Silva, diz muito da seriedade com que devem ser levadas as opiniões desta gente quando o tema é o Sporting, e em particular o seu presidente.

18 comentários :

  1. Eu acho que cada vez mais existem jornalistas que não fazem jornalismo...defendem interesses! Esse Carlos Daniel é um diabo (quando digo diabo estou mesmo a dizer benfiquista) mascarado de santinho! Não perde uma oportunidade para atacar de forma nojenta o Sporting e o FCPorto!

    Recordo aqui um exemplo do meu clube, o senhor José Nunes durante o jogo do Estoril na quinta feira, disse algo do género na antena1: "custa-me muito entender como é que o Estoril vem aqui à Russia jogar com o seu 11 titular quando tem um jogo contra o FCPorto no fim de semana"!!!

    Ou seja, custa-lhe entender que o Estoril com hipóteses de se qualificar na Liga Europa, lute por essa qualificação??? É este tipo de jornalismo vermelho que me enoja!!

    A prova que se faz melhor jornalismo nos blogs do que na actual imprensa, é o facto de eu ser Portista e estar aqui num blog assumidamente Sportinguista a comentar! Sendo nós rivais e inimigos, temos mais seriedade uns pelos outros do que esses jornaleiros comprados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OAutor, li isso do José Nunes num blogue portista. A ser verdade, é realmente uma opinião inqualificável para um comentador desportivo. Já o ouço há muito tempo no Linha Avançada, acho-lhe piada, mas já tinha a ideia que está com mais dificuldades em disfarçar o benfiquismo - já o achei bem mais imparcial do que agora. Essa opinião que deu soubre o Estoril só vem confirmar aquilo que pensava.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. faço a mesma interpretaçao dos factos que tu, espero que a noticia seja falsa, não entendo a demora a desmenti-la, e detesto o tratamento da RTP ao Sporting á muitos anos mas os jogadores (muito especialmente o Nani) foram bastante inábeis ou não fizeram nada por esconjurar a polemica, o que levanta suspeitas de que não o quiseram fazer por alguma razão. A verdade é que nas declarações publicas deles não se nota apoio nenhum ao presidente, e isso é relevante e preocupa.

    o Record avança que o processo esteve em cima da mesa (desde que o Manha saiu parece melhor), e eu digo: se for verdade internem o presidente num hospicio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SportingSempre, ontem na entrevista Bruno de Carvalho foi categórico a dizer que nunca teve intenções de abrir esses processos disciplinares. Vamos ver se vão insistir com a história...

      Um abraço.

      Eliminar
  3. Ontem vi este programa e passaram meia hora a especular sobre o Sporting.Eu também não acredito sobre a noticia do DN,aliás estive a ver a capa de hoje e parece-me que já não vem nada sobre este tema,mas todos os paineleiros a discutem como fosse verdade pois o que interessa é "queimar" o clube.

    Aliás até comentei nesse espaço que como pessoas instruídas e responsáveis que são não deveriam entrar nesse tipo de especulações sem confirmarem a veracidade dessa noticias.

    Palavras vãs esse FdP do Carlos Daniel começou logo com o seguinte comentário a uma pergunta do pivot,quanto piores forem os resultados mais culpada será a arbitragem e lançou logo várias críticas ao Bruno de Carvalho.De resto para ele o lançe do golo de Montero é fora de jogo clarissímo em qualquer parte do mundo.

    Do Prata nem vale a pena dizer nada ,sempre a mesma lenga lenga,o Sporting para ele é uma equipa vulgar,o único que tenta esquivar-se da vulgaridade e do ataque cobarde é o Vitor Pereira.

    Enfim dois teóricos de trazer por casa mas espero bem que um dia destes a essa estrela cadente da RTP,o homem das verdades absolutas, saia pela porta do cavalo.Fazem o que querem e o que lhes apeteçe e ainda gozam connosco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, adoram malhar no Sporting, essa é a realidade. Numa semana em que Porto e Sporting empataram e o Benfica ganhou de forma polémica, dedicaram 2 vezes mais tempo ao Sporting do que a Benfica e Porto juntos, sendo que a questão do Facebook já tinha sido falada exaustivamente no mesmo programa na semana anterior.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Podíamos ter um programa na Sporting TV a comentar estes programas e a escalpelizar e a deitar abaixo as suas personagens e expô-los ao seu ridículo e parcialidade em relação ao Sporting, alias será responder na mesma moeda, pois é o que eles tentam fazer ao Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também pensei nisso. O problema é que teríamos que lá meter malta de baixo nível a comentar porque ninguém minimamente educado iria aceitar estar num programa só para dizer mal de outros.

      Eliminar
    2. Mike, podemos dizer mal e denuncia-los mas sem baixar o nível e com boa educação, não vamos ao baixar ao nível deles.

      Eliminar
  5. Este Carlos Daniel podia dedicar-se apenas a pivot de telejornal, em vez de se meter nestas merdas. Acho que toda a gente simpatizava com o homem, até ter começado a debitar postas de pescada sobre futebol, onde também ele não consegue ser isento. O presidente desestabiliza quando corre mal, mas se a equipa ganha, "o presidente não joga e não marca golos". É esta coerência que eu admiro nestas tristes almas perdidas.

    Sinceramente, cada vez perco menos tempo a assistir a programas de debate futebolístico. Neste momento só acompanho o Dia Seguinte, porque gosto das tiradas do Rogério Alves, mas de resto, é tudo o mesmo lixo. Estes são os "inovadores" que estão ali supostamente só p'ra discutir futebol, mas na verdade fazem exactamente o mesmo que os outros, tentam explorar as polémicas até à última gota e fingem não ter clube. Só não apanham o Carlos Daniel a festejar um golo do Benfica porque isto não passa à hora dos jogos, caso contrário, a suposta isenção viria ao de cima rapidamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorge, eu não duvido que o Carlos Daniel percebe de futebol, mas isento realmente não é. E só não fala nas arbitragens quando lhe convém...

      Um abraço.

      Eliminar
  6. Mestre o que esperar quando nos intervalos dessa coisa passam anúncios ao relógio do "glorioso"?

    Eu vi e é uma vergonha como ninguém falou no anti-jogo desde o 1º minutos com que os pacenses brindaram os espectadores de um... espectáculo? E o árbitro mostrou amarelo ao GR aos... 80?!?!

    Até o apresentador destila ódio ao sporting (lembram-se da qualificação na Suécia pela seleção e as vergonhosas entrevistas que este fdp fez ao William e ao Patrício?). Next

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. André, creio que o jornalista que fez essas entrevistas foi o Hugo Gilberto, não o Manuel Fernandes Silva. Sobre o último, o melhor momento que me lembro dele foi quando desafiou Bruno Prata num intervalo do programa a chamar a BdC "chefe de claque"... enfim, é malta desta que temos que aturar...

      Eliminar
    2. Tem toda a razão Mestre. Mas só o cheiro é que deve ser diferente...

      Eliminar
  7. Uma das boas coisas de viver no estrangeiro é não ter que apanhar diariamente com essa espécie de "programas televisivos sobre futebol".

    Para os sportinguistas que vivem em Portugal aqui vai um conselho amigo: há inúmeras formas bem mais inteligentes de passar o vosso tempo, e quando vos apetecer ver um programa sobre futebol, vejam a Sporting TV.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E hoje mais do que em qq outro dia já que teremos as respostas de BdC na Sporting TV Às 21:30, acho que o presidente devia aproveitar a oportunidade de ter lá os directores dos 3 maiores jornais desportivos e apresentar a vasta lista de mentiras por eles publicadas ... claro está apenas após termos sidos esclarecidos acerca da atualdade do nosso clube depois aproveitava e desmascarava esses javardos!

      Eliminar
  8. Leiam a opinião de António Diamantino sobre Bruno de Carvalho, a anteceder a entrevista de hoje à noite em: olhosnabola.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comunicação "social" e "serviço público" à medida de canalhas. Perante um campeão establecido por decreto do regime (e da sagres-legionella), arbitragens que beneficiam os estrangeiros do colo-colo de modo surreal e abjecto -para não falar do tabu que é o roubo constante ao SCP- qual o tema do programa? Esse mesmo, nem mais nem menos, o fervor sportinguista do Dr. Bruno de Carvalho.

      Parabéns ao Sr. Tónio pelo brainwashing. Espero que o seu amigo não seja um dos mentecaptos que embarcam na lenga-lenga.

      Eliminar