terça-feira, 30 de dezembro de 2014

A noite dos understudies

Não, não foi uma exibição espetacular. O Guimarães foi sempre a equipa mais perigosa, dispôs de várias oportunidades para marcar e merecia seguramente outro resultado. Nada que não estejamos habituados nesta época, mas normalmente com os papéis invertidos. Interessante no entanto que vários comentadores já tenham começado a salientar a quebra de forma do Guimarães - livrem-nos de terem que admitir que os leões que subiram ao relvado do D. Afonso Henriques conseguiram uma proeza notável.

Alinhando com um conjunto de jogadores que é um misto de banco da equipa principal e de recrutas da equipa B, sem rotinas consolidadas e, em alguns casos, sem qualquer ritmo de jogo, a equipa fez o jogo que era possível contra o 3º classificado da Liga - que jogou praticamente com a equipa habitual - e soube compensar as evidentes limitações com uma enorme entrega e espírito de sacrifício.

Mais importante do que os três pontos conquistados para a Taça da Liga, fica a ideia de que há mesmo alguns jogadores que poderão ser alternativas válidas a curto prazo - nomeadamente em fevereiro quando o calendário começar a apertar.



Positivo



A pele ficou em campo - marcar pouco depois do início da partida é um estímulo importante, e os jogadores souberam tirar proveito desse fator; a equipa jogou serena e com grande entrega, não se desmontando quando mais pressionada pelo Guimarães, e nunca virando a cara à luta perante uma das equipas mais agressivas (no bom sentido) do campeonato. Fizeram por merecer a oportunidade que lhes foi dada.



André Geraldes - calhou-lhe a fava ao ter que, fora do seu flanco habitual, apanhar com Hernani pela frente, mas ganhou muitos mais duelos do que perdeu. Teve dificuldades quando Hernani conseguia embalar (quem não teria?), mas na maior parte das situações soube compensar a diferença de velocidade através de um bom posicionamento e tempo de corte. Ainda safou alguns lances bastante perigosos fechando no meio quando o ataque do Guimarães era conduzido pelo flanco oposto. Não teve grandes oportunidades de subir no terreno, à semelhança de toda a equipa.



Tobias Figueiredo - bem sei que as suas exibições na equipa B têm sido irregulares, mas estaria a mentir se não dissesse que Tobias me deu uma sensação de segurança bastante superior a Sarr. Fisicamente muito forte, saiu vencedor de quase todos os confrontos diretos, e demonstrou sempre grande concentração. Atendendo aos nossos problemas no centro da defesa, merece seguramente novas oportunidades.



Wallyson Mallmann - entrou a meio da segunda parte numa altura em que o Guimarães encostava o Sporting à área, e foi fundamental para sacudir essa pressão. Muito combativo defensivamente, teve bons pormenores com a bola nos pés ao sair para o ataque.



Ryan Gauld - teve dificuldades nos primeiros vinte minutos, mas começou a soltar-se com o passar do tempo. Teve alguns pormenores deliciosos que revelam uma visão de jogo e inteligência bastante interessantes. Fico com a sensação que pode render muito mais num jogo em que tenha mais tempo a bola nos pés e com curiosidade para vê-lo jogar com jogadores como Nani, João Mário ou Montero.



Marcelo Boeck - soube recuperar do jogo infeliz com o Vizela. Apesar de não ter feito nenhuma defesa vistosa, teve muito trabalho e esteve sempre muito seguro, principalmente nos cruzamentos.



Negativo


Sarr, Slavchev, Rosell - O francês definitivamente não consegue dar segurança: há sempre uma escorregadela, um domínio de bola imperfeito, um corte atabalhoado ou qualquer outra coisa que ameaça a estabilidade da equipa. Slavchev esteve muito pouco em jogo e mostrou por que motivo nunca tem sido opção. Rosell não esteve mal, mas esperava mais de alguém que é a primeira opção para substituir William Carvalho. Ao nível do passe deixou bastante a desejar.



Depois de uma semana infernal, todos percebiam que até um mau resultado na Taça da Liga poderia servir para incendiar ainda mais a situação do clube. Pelo menos não houve falta de esforço dos comentadores e repórteres de serviço para tentar atear fogo às acendalhas que tinham à mão. Bastou ouvir as palavras de Manuel Queiroz, que registou a poucos minutos do fim a falta de interação entre Bruno de Carvalho e Marco Silva (a sério, que tipo de interação era suposto haver?), ou uma flash interview que se borrifou completamente no jogo que tinha acabado de ser transmitido. Lamentamos que o programa de segunda à noite tenha saído estragado para muita gente...

24 comentários :

  1. Vou acrescentar que Ryan Gauld tem uma velocidade muito alta e a sua pressão nos adversários poderá ser muito útil. O toque de bola está lá, também.

    Por outro lado, Sacko não mostrou grande coisa. Sabe correr e tem alguma técnica, mas não me pareceu nada de especial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, de facto o Sacko não impressionou, mas também teve poucas oportunidades para se mostrar. Aliás, todos os jogadores lá na frente (Tanaka e Heldon) estiveram mais em destaque pelo apoio defensivo do que por outra coisa. Só Podence esteve mais ativo porque vinha buscar jogo mais atrás. Um abraço.

      Eliminar
  2. o Geraldes supreeendeu-me pela positiva, nota também muito positiva para o Tobias( percebeu o que sofre quem joga com o sarr ao lado) e wallison

    de resto o slavchev deve ter ficado no meio da autoestrada quando o autocarro avariou, de resto não se destacou particularmente, mais ninguém, alguns jogadores com o gauld são a rever

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Slavchev é de facto um mistério, Riga... Um abraço.

      Eliminar
  3. Bom dia Mestre, excelente análise mais uma vez, também gostei de ver alguns pormenores do Podence. Gostava também que o Iuri Medeiros tivesse sido utilizado, penso que esteja a ser um dos jogadores mais influentes na equipa b.

    Acrescentaria alguns pontos negativos:
    1 - Estamos em blackout e o 11 titular já se sabia antes das 12:00, o poder de adivinhação da imprensa é impressionante...
    2 - Vocês, que sejam realmente adeptos do Sporting, alguma vez festejaram uma vitória do Sporting como este treinador fez nos últimos meses, especialmente ontem. Não se pede que ande aos saltos, mas por favor, assim é demais...
    3 - Pelo que li algures, o Sarr teve dedo do Marco Silva, penso que terá sido aposta dele, já li isto algures, poderei estar enganado. No entanto alguém aqui que me explique quem são as "contratações do presidente"?

    O ataque nojento da CS não vai parar e ontem tiveram uma noite negra, a única maneira de nós podermos responder neste momento é com aquilo que se viu ontem em campo contra o facadas fc, Esforço, Dedicação, Devoção e Glória.
    Como disse o Heldon quando marcou o golo "Somos o Sporting crl!!!".




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde, concordo que o Podence também teve um jogo positivo. Muito bom o passe para Esgaio na jogada do 1-0. Também gostava de ter visto o Iuri, tem estado muito bem nos últimos jogos da B.

      Em relação a esses pontos negativos, é um facto. Esperemos que esta guerra fria (que existe de parte a parte) termine e ambos (treinador e presidente) coloquem o interesse do clube à frente de questões de egos que possam ter surgido com estas divergências.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. MdC,

    Completamente de acordo com as apreciações individuais.

    Tobias e Gauld têm de subir rapidamente à A! O mesmo para Wallyson, grande personalidade que tem o miudo.

    Também gostei da segurança defensiva do Geraldes.

    Sarr e Slachev foram erros de casting claramente. Aliás eu ainda não percebi se futebol será o desporto mais aconselhado para o Sarr...

    BC e MS, sentem-se, conversem e entendam-se. O Sporting precisa de estabilidade. Já chega de dar tiros nos pés e de nos pormos a jeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PM, esperemos que alguns destes jogadores sejam recompensados. Não digo que devam ser titulares, mas com convocatórias e alguns minutos esporádicos para começar. Se corresponderem às expetativas, dêem-lhe minutos a sério. Um abraço.

      Eliminar
    2. MdC, concordo. Tobias e Gauld por exemplo podiam ser convocados contra o Estoril, em vez de Sarr e Capel, por exemplo.

      Seria um sinal importante de tentativa de aproximação de MS a BC. Até porque parece-me que a pouca utilização dos jovens da B na A, seja uma das divergências entre ambos (com culpas dos 2 lados na minha opinião).

      Eliminar
  5. mestre como ontem no post de antevisão falou-se la nos empresários dos jogadores do Estoril, coloquei la 2 comentários com os empresários de praticamente todo o plantel da época passada e desta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Riga, pareces a ter boas infos, sabes me dizer quais são as contratações do presidente do Sporting e quais as que tiveram dedo do treinador por exemplo? Estou-te a perguntar isto sem qualquer ponta de sarcasmo.

      Eliminar
    2. yazalde, para esta cena dos agestes ate qte conseguia dar a mesma info de todos os planteis da primeira liga

      é que a revista de antevisão da época do record nestas 2 épocas, nas bios dos jogadores também la diz quem são os empresários.

      as contratações( que é publico) que foram consideradas aposta pessoal do presidente foram o gauld, o slavchev este ano e o heldon e o shikabala no mercado de inverno( as do iinicio da época passada não sei, mas devem ser sido praticamente toda

      das restantes contratações existem 2( paulo oliveira e mais 1 se não me engano) que foram contratações feitas antes do treinador, logo dedo do treinador não têm de certeza. e pelo que sei do que li por ai de pessoas que estão dentro do assunto as 2 únicas contratações com assentimento do treinador foram o nani e o Jonathan

      alias é publico que existem pelo menos 2 jogadores do Estoril que ele queria no Sporting: Evandro e o Gonçalo santos

      Eliminar
    3. Riga obrigado pela tua resposta.
      Também gostava que o Evandro viesse para o Sporting e penso que até estaria quase tudo acertado com ele, mas infelizmente houve mais uma novela porco/empresário do jogador, seria bom para nós e para ele se viesse para o Sporting, já em relação ao Gonçalo Santos não tenho opinião formada.

      Eliminar
  6. Pois eu vi coisas interessantes no slavchev. Vi alguém que se aproxima da frente com grande criterio (se calhar vêm daí os 13/14 golos da epoca passada). E ao nivel do posicionamento defensivo e confrontos fisicos também não é mau.
    Falta lhe jogar. Um empréstimo a uma equipa da primeira liga com garantia de tempo de jogo.
    Haja paciencia com ele e parece me que a qualidade esta lá.

    Tobias é melhor que Mauricio. Nada mais a dizer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alessandro, Slavchev pareceu-me desaparecido mas confesso que não estive particularmente atento ao que fazia sem bola. Seria bom se essa qualidade se confirmasse. De qualquer forma parece-me que precisa de facto de ser emprestado - neste momento não tem condições de ter minutos de jogo e isso será sempre mau para a sua evolução.

      Tobias tem sido irregular na equipa B, mas também não sei até que ponto isso terá a ver com a falta de motivação que a generalidade dos jogadores tem revelado. Mas também não me chocava nada vê-lo ao lado de Paulo Oliveira... Maurício tem sido tudo menos consistente.

      Um abraço.

      Eliminar
  7. Slavchev e Rosell foram pouco vistosos, mas foram de uma utilidade tremenda pois foram extremamente combativos. E se numa equipa é preciso haver quem toca piano, também é necessário haver quem o carregue.

    ResponderEliminar
  8. Gauld e Wallyson neste momento ja podiam ir sendo chamados a A por troca com o A.Martins.

    Geraldes fez um bom jogo, e entre ele e o M. Lopesvale mais o Geraldes.

    Slavchev tem fisico mas andou desaparecido do jogo, mas acho isso normal para quem ainda quase não jogou esta época, normal não ter ritmo.

    Sarr começou mal mas foi melhorando, é um puto com algum potencial mas neste momento está a sofrer o mesmo que o Carrillo sofria, mal entra em campo já vai sob brasas a saber que ao minimo deslize os adeptos caem-lhe em cima.

    Tobias esteve bem, a continuar assim ganha o lugar ao Mauricio num tirinho.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Segundo se diz por ai, os adeptos estão com Marco Silva no facebook e mais umas quantas bacoradas que se lê por ai.
    É o facebook de quem? ainda não percebi? perfis de quem?
    E já agora quem é este Carlos Janela? Não me digam que é mais um que já lá esteve a mamar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que não tenho facebook... Imagino a quantidade de infiltrados e saudosistas à procura de sangue... Tristeza.

      O Carlos Janela é este desdentado profeta da desgraça:

      https://www.youtube.com/watch?v=ytKRV6T6NZw

      E sim, esta triste figura já foi o responsável máximo do futebol do Sporting às ordens do administrador Luís Duque... (inacreditável os infiltrados que andaram a mamar no nosso Clube...) e saiu, como dizer, airosamente e a reclamar uma indemnização sendo representado por essa figura ímpar da vanguarda do proletariado, Garcia Pereira:

      http://www.record.xl.pt/Futebol/interior.aspx?content_id=19969

      Eliminar
    2. fantástico... realmente merdas que só mesmo connosco...

      Eliminar
  11. ah ok... realmente é dominador, imagino na próxima AG os cartazes à porta e os sócios lá dentro, tudo a querer correr com o presidente do Sporting... Se calhar é melhor o gajo começar a contratar a empresa de segurança do godinho...

    O que sei é com estes ataques, muitos vão correr o risco de passar mais noites com grande azia como foi a de ontem e não falo só de jornalistas/paineleiros, falo também de alguns supostos sportinguistas...

    Já deu para perceber ai na blogoesfera sportinguista que anda por ai muita gente aziada...

    ResponderEliminar