quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Nem por linhas tortas se conseguiu escrever direito

Ao ver o onze que Mourinho escolheu para entrar em campo contra o Sporting, ficou imediatamente evidente que ou fazíamos o jogo da nossa vida, ou acabaríamos dependentes do resultado final na Eslovénia. Sim, o Chelsea deixou Hazard, Terry e Willian de fora, mas as poupanças ficaram-se por aí, com todos os outros pesos pesados que o mundo do futebol tão bem conhece. São, simplesmente, de outro campeonato - para se ter uma noção das diferenças, o miúdo inglês de 18 anos que entrou a 15 minutos do fim ganha €2M / ano (muito mais do que qualquer jogador do Sporting que não se chame Nani).

Para além da diferença de nível de plantel, também há a questão da diferença de experiência a este nível. Tudo somado, e ao fim de 20 minutos as nossas esperanças já se tinham transferido para o resultado que pudesse sair da Eslovénia.

Não foi hoje que a qualificação ficou comprometida. Os nossos rapazes bem tentaram dar a volta aos acontecimentos, mas a classe de um adversário tranquilo que nunca facilitou e a falta de inspiração de alguns dos nossos elementos dificilmente poderiam levar a outro desfecho mais favorável para o nosso lado.



Positivo

"... eu vou lá estar" - perdemos dentro das quatro linhas, mas ganhámos por goleada nas bancadas. Impressionante o apoio dos 3000 leões que estiveram no estádio. Pareciam 30000.

A serenidade de Paulo Oliveira - muito concentrado durante todo o jogo, demonstrou uma enorme lucidez nas abordagem aos lances e raramente perdeu num duelo com o adversário direto - fosse no centro do terreno fosse nas dobras a Esgaio. Excelente exibição de um jogador que aos poucos nos vai convencendo que é nitidamente uma parte da solução para aquele que tem sido o nosso maior problema está temporada.

Carrillo a fazer de Nani - uma primeira parte de grande nível, assumindo o papel de Nani na construção de jogo. Infelizmente os colegas não o ajudaram nessa difícil e ingrata tarefa. Na segunda parte baixou de produção mas esteve no 2º golo e ainda causou alguns calafrios à defesa adversária. 

Ressurgimento de Jonathan - bem mais assertivo que no passado recente, revelando uma boa dose de agressividade a defender e bastante mais consequente nas incursões pelo ataque. Tirou alguns bons cruzamentos e voltou a aparecer com alguma frequência pelo meio (naquilo que é uma das suas características diferenciadoras), de onde faria o golo do Sporting.


Negativo

As ausências não forçadas - na primeira parte foram vários os jogadores que simplesmente não apareceram, fosse por nervosismo ou por ação do meio-campo adversário. Mas a verdade é que Capel, João Mário, William e Slimani, apesar de terem trabalhado muito, exibiram-se vários furos abaixo do que seria necessário para um jogo destas características. Com bola estiveram quase sempre complicativos e pouco esclarecidos.

Aquele penálti de Esgaio - o miúdo pareceu acusar a responsabilidade da ocasião e teve muitas dificuldades em conter o jogo ofensivo do Chelsea pelo seu flanco. O penálti que cometeu foi desnecessário e certamente que não o terá ajudado a tranquilizar-se. Com o passar do tempo foi subindo de rendimento e acabou por terminar muito bem o jogo. Não merece ser crucificado pelo erro que cometeu - não é possível exigir-se muito mais de um jogador que nos últimos tempos tem estado em regime de exclusividade na equipa B. Espero que seja emprestado em Janeiro.


É uma desilusão ser eliminado e a Liga Europa não é para mim nenhum prémio de consolação, mas penso que podemos fazer um balanço positivo desta participação. Um conjunto de jogadores com pouca ou nenhuma experiência nestas andanças conseguiu dar muito boa conta de si num grupo com um tubarão e outra equipa que está habituada a chegar longe na Liga dos Campeões - e algumas vezes com brilhantismo. O crescimento de uma equipa também passa por isto.

23 comentários :

  1. MdC, já conhecemos o Mourinho, ele nunca iria dar abébias ao nosso Sporting.
    Apenas acrescentava ao Negativo, o Capel, muito nervoso, falhou 2 ou 3 passes no inicio do jogo que poderiam dar golo, não se compreende.
    Gostei também bastante do Carrillo e do Paulo Oliveira.
    Excelente o apoio que tivemos, embora ache que o mourinho tem razão, quando diz que quando jogam em casa, ter adeptos ou não ter é a mesma coisa, a massa adepta do chelsea é um pouco pó fraquinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde, infelizmente parece que o Capel já não tem nada a acrescentar ao futebol do Sporting. É demasiado caro para o que produz e neste momento não pode ser mais do que uma 4ª opção. Desperdiçou completamente a oportunidade que Marco Silva lhe deu. Um abraço.

      Eliminar
  2. O Mourinho não dá abebias!!! nem a ele quanto mais a nós eheh
    Foi demasiado desequilibrado, e uma pequena amostra do que é o potencial dos tubarões da CL Mas a não ser pelo valor das somas envolvidas até prefiro que continuemos na Liga Euriopa. Talvez aí possamos fazer jogos que mesmo não tragam grande valor financeiro, possam dar experiência ao plantel . Em conclusão, fiquei com pena de termos ido a Londres para vermos penaltys forçados e golos duvidosos em ofside eheh!!! Disso temos nós no nosso campeonato...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até o Chelsea precisou de ajuda dos árbitros para ganhar (em casa) ao SCP.
      Não vale a pena, a calimerisse é mais forte que vós...

      Eliminar
    2. Bronco, não consegues ver quando se ironiza ??? Tens de ir aos treinos... rir, por vezes é o melhor remédio !!!

      Eliminar
    3. QT, eu dispensava bem a continuidade na Liga Europa. É uma prova muito desgastante que por se realizar às 5ªs prejudica a participação no campeonato. Preferia os milhões do apuramento para os oitavos da champions, mesmo que isso implicasse uma eliminação imediata...

      Um abraço.

      Eliminar
    4. É verdade, jogos da liga Europa à Quinta implica alguns jogos de campeonato Segunda à noite. Não é bom para a equipa nem para a bilheteira.

      Mas enfim, agora é tentar ir o mais longe possível, pelo prestígio, pelos € e pelos pontos para o nosso ranking.

      SL

      Eliminar
  3. Não esquecer o Adrien que fez um jogão, pena ter estado mal acompanhado pelo William e pelo J. Mario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, António. Adrien fez um bom jogo. Lutou e correu imenso, só não lhe dei um destaque idêntico aos restantes porque me pareceu também pouco esclarecido no apoio ao ataque. Um abraço.

      Eliminar
  4. Se o Sporting quer ganhar alguma coisa, tem que arrumar muito bem a casa em Janeiro. Capel, Heldon, Mauricio não têm qualidade para jogar no Sporting. Depois ainda há uma mão cheia de jogadores que têm que ser emprestados.

    PS: Valia a pena olhar para o Rossel. Aposto o que quiserem que é o melhor central que o Sporting tem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho muita curiosidade em ver o Rossel a central no lugar do Mauricio.

      Eliminar
    2. Não sei, o Rosell tem 1,78m e 70 kgs. Não me parece que fisicamente tenha atributos suficientes para parar avançados mais possantes e ser um fator nas bolas paradas defensivas... Acredito que resolveria determinado tipo de problemas (nomeadamente no posicionamento defensivo) mas abriria lacunas noutros componentes do jogo. Um abraço.

      Eliminar
    3. Um futebol moderno não pode olhar a fisicos. O Sarr é grande e é uma nulidade. O cerebro prevalece sobre tudo o resto, um bom posicionamento e leitura de jogo esconde tudo o resto que falte. Mas isso é a minha visão romantica do futebol.

      Posicionando o William mais fixo em frente aos centrais(como o Jardim fazia) e jogando com Paulo Oliveira e Rossel resolvia muito dos problemas defensivos do Sporting.

      Eliminar
    4. Alessandro, aí não estou de acordo. É claro que a inteligência num jogador é algo de fundamental, mas é bom que tenha atributos físicos e técnicos que acompanhem essa inteligência, se não de pouco servem. Jackson não seria Jackson se tivesse menos 10 kgs e menos 10 cms. Messi não seria Messi se não tivesse a habilidade que tem nos pés que lhe permitem acompanhar o nível de raciocínio.

      Precisamos de ter alguém diferente ao lado de Paulo Oliveira, sem dúvida, mas que para além de saber-se posicionar seja um líder, forte e com capacidade no jogo aéreo. A questão é se teremos capacidade para encontrar alguém assim e que não seja caro... :)

      Eliminar
    5. Mestre,

      Quantos centrais de qualidade há/houve já com menos de 1,80m?? Muitos.
      Não estou a dizer que o Rossel o seja, mas parece-me que seria melhor que o Mauricio (que neste momento é o nosso termo de comparação e por acaso até é baixote....lol).

      Eliminar
    6. No futebol moderno há poucos, Mike... e no passado não existiam tantos avançados possantes com existem hoje em dia. Não sei se jogadores como Cannavaro ou Baresi teriam hoje o impacto que tiveram no seu tempo.

      Eliminar
    7. O Canavarro em 2006 jogou como nunca. Não foi assim há tanto tempo

      Eliminar
    8. Mestre, Qualidade técnica sim, fisico não. E o Rossel tem uma capacidade tecnica muito superior a qualquer outro central do plantel. O que distingue os jogadores é o cerebro. Se o Jackson tivesse menos 10 quilos, como é inteligente, tinha evoluido de maneira diferente e continuaria hoje a fazer golos.

      Lembro me assim de repente de Cannavaro e Ricardo Carvalho.


      Eliminar
    9. Cannavaro, Gamarra, Baresi, Puyol, Danny Blind.
      São exemplos de centrais de classe mundial com 1,78m ou menos. Se aumentassemos um pouco a fasquia para os 1,82 já tinha mais para por na lista.

      No ultimo mundial, houve uma equipa que não me lembro do nome que jogou com 2 centrais baixos e eram otimos a defender.

      Tem tudo a ver com o cérebro do jogador. Físico só ajuda se o cérebro acompanhar.

      Eliminar
  5. E é isto! O resto é mais ou menos... ruído...

    ResponderEliminar
  6. "Ressurgimento de Jonathan"

    Discordo, mais um mau jogo, pode atacar bem mas defende mal!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De acordo. J.Silva defende mal e ataca bem no espaço interior.
      Jefferson defende melhorzito (mas não BEM) e ataca bem o espaço exterior.

      Eliminar
  7. Dá-me vontade de rir quando ontem os meios de comunicação social diziam que o Chelsea iria jogar com as segundas linhas.Bem aquelas segundas linhas do Chelsea seriam titulares em qualquer equipa nacional de topo.

    A diferença entre estes grandes tubarões da Europa e o resto das equipas é que embora possam ter 1 ou 2 jogadores que se destacam caso do Real com o Ronaldo,do Barça com o Messi,tem sempre jogadores de um patamar tão elevado que caso não jogue A ou B tem sempre jogadores à altura de os substituirem.

    Perder com o Chelsea infelizmente é normal,perder 3 a 1 não nos envergonha.Muitos esperariam uma goleada mas tiveram de meter a viola no saco.De resto acredito que o Sporting se conseguir reforçar a sua defesa pode vir a fazer um bom resto de campeonato e uma boa Liga Europa.

    Inconsciente Esgaio.Não se admite uma estupidez daquelas a este nível.Para se ser jogador de futebol também é preciso ter cabeça.Ele não a teve.

    Incompetente Maurício.A ele se deve a não ida do Sporting à champions.Uma verdadeira rolha.A ser substituido o mais depressa possivel.


    ResponderEliminar