sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Tentar aplicar o cheque pastor


Pedir uma espécie de cheque pastor (uma das formas mais rápidas de se ganhar uma partida de xadrez) no jogo de logo talvez seja pedir demais - seria o equivalente a estarmos a ganhar por 3-0 ao fim de 5 minutos com uma barracada imensa da defesa dos adversários -, mas não espero menos que uma entrada a todo o gás dos nossos rapazes, à semelhança do que aconteceu com o Setúbal.

A diferença de categoria entre as duas equipas é imensa, mas não podemos subestimar a força de vontade de um adversário mais habituado ao sintético e que costuma jogar no limite da agressividade. Veremos que tipo de critério Jorge Sousa irá aplicar durante a partida.

De qualquer forma, não podemos admitir outro resultado que não seja a vitória. Estamos numa fase do campeonato em que o nosso calendário é mais simples e os restantes clubes do topo da tabela disputam vários jogos entre si, pelo que será um golpe profundo para as nossas aspirações se desperdiçarmos mais pontos em jogos como este.


2 comentários :

  1. Miséria de jogo.Sem comentários.Nani lesionado.

    ResponderEliminar
  2. Temos árbitro, perdão gatuno.Falta para cartão vermelho para o Montero...acho que amarelo foi demasiado brando !...a situação era muito perigosa uma vez que estava a iniciar-se um contra-ataque perigoso do Boavista na sua área !...

    ResponderEliminar