quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Lenha peruana para aquecer a noite

O jogo não começou propriamente bem. Apesar de Marco Silva ter colocado 4 médios e avançados que muito provavelmente serão titulares contra o Braga (dando sinal que não estava disposto a correr muitos riscos), a equipa apareceu em campo disposta apenas a cumprir os serviços mínimos: jogadores estáticos que esperavam que a bola chegasse até eles em vez de a procurarem, alguma aversão ao contacto físico e disputa de bolas divididas e lentidão na circulação de bola. Apenas Carrillo de vez em quando procurava aquecer o ambiente e conseguiu atear fogo no magnífico golo que marcou. 

Na segunda parte já houve mais animação - à medida que as pernas dos jogadores do Famalicão iam acumulando desgaste -, os espaços começaram a aparecer e mesmo em modo de poupança de esforço o Sporting criou bastantes ocasiões para marcar, justificando totalmente a vitória, o desnível no resultado e o apuramento para as meias-finais.




Positivo

O golo de Carrillo - mais um momento de magia do peruano, que inaugurou o marcador com um desvio acrobático. Se o karate kid marcasse um golo provavelmente seria assim. De destacar também a visão de William e a execução da assistência: viu Carrillo a arrancar pela direita e fez um passe teleguiado de quase 50 metros para as costas dos centrais. Teve outros bons momentos, como aquela combinação com Montero na segunda parte que acabou por não ter a finalização merecida. Está em grande forma.

As assistências de Tanaka - fez o passe para João Mário rematar para 2-0 (com a ajuda do defesa do Famalicão), o cruzamento perfeito para o cabeceamento de Paulo Oliveira no 3-0 e o passe de morte para Montero no 4-0. Nada mau para uma noite de trabalho.

Mais um passo sólido na integração de Tobias - não teve muito trabalho, conforme se esperava em função do adversário, mas esteve bem sempre que teve que intervir (incluindo um corte bastante vistoso a ceder canto perto do final). Correspondeu inteiramente às expetativas e fica a curiosidade para saber quando Marco Silva apostará nele num jogo de grau de dificuldade superior - o que, já todos percebemos, é neste momento apenas uma questão de tempo.

Os outros meninos: Esgaio e Podence - não estiveram muito tempo em campo, mas também tiveram participações positivas. A poucos minutos do fim conduziram a meias um lance de contra-ataque delicioso que Esgaio acabaria por não concretizar. Boas indicações para o futuro.

Os adeptos do Famalicão - vieram em bom número e de gargantas bem afinadas. Este ano apenas os adeptos do Schalke fazerem mais barulho que eles. Não tiveram nenhum golo para festejar mas fizeram a festa quando o seu guarda-redes defendeu o penálti.


Negativo

Os assobios a Carlos Mané - sim, é verdade que o miúdo teve uma noite muito pouco inspirada - em que o ponto mais baixo foi o egoísmo que revelou ao não oferecer o golo a Tanaka e tentar driblar sem sucesso o guarda-redes do Famalicão - e sim, já com o Estoril esteve muito apagado. Mas que raio, isso justifica que seja assobiado em Alvalade? Já se esqueceram que há 2 jornadas atrás foi Mané que nos deu os 3 pontos, coisa que também já tinha feito contra o Arouca? Há oito meses atrás envergonhou-me a assobiadela monumental que um jovem talentoso teve que ouvir no nosso próprio estádio ao ser substituído ainda na 1ª parte contra o Estoril. Lembram-se de quem era? Estão a ver aquilo que está a jogar agora? Pois.


Saí do estádio com as pernas congeladas e o nariz a pingar, mas valeu a pena. Qualificação para as meias-finais alcançada, lançamento de (mais) promessas da academia já a pensar no futuro (próximo num caso, a médio prazo noutros dois), e um golo incrível de Carrillo. Foi uma boa noite em Alvalade.

20 comentários :

  1. Não gostei da atitude da 1ª parte, á lá vizela, valeu pelo golo do Carrillo.
    Paulo Oliveira, Tanaka, Tobias e Carrillo, para mim os melhores em campo, Jonathan Silva a tirar também uns bons cruzamentos.
    Em relação ao Mané, queremos lançar jogadores na equipa principal e depois quando fazem 3 ou 4 jogos menos bons começam a ser assobiados, a paciência e memória destes adeptos é algo de extraordinário.
    Já estou a a imaginar o Tobias a titular, faz 1 ou 2 fifias e começa logo a ser assobiado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde, irrita-me que comecem a rotulá-lo de novo Djaló. Ontem sentei-me num sítio diferente e quer a pessoa que estava à minha direita quer o grupo que estava à minha esquerda disseram isso... Um abraço.

      Eliminar
    2. Também não sou apologista das assobiadelas mas o "Iguismo" na jogada do mané irritou-me. Não havia fora de jogo e era um golo facil desta vez não fez falta noutra não se sabe. Até acho que o mané reagiu aos assobios e começou a entregar-se mais ao jogo. Depois do Tanaka acho o contrário assume muito pouco e joga sempre facil, recebe, passa, aparece. É um jogador que dá pouco nas vistas se a equipa estiver para ai virada é uma coisa, não estando só nos lembramos dele quando der assistência para ou golo.

      Eliminar
    3. Pedro, também não gostei nada. Ele devia ter passado a bola ao Tanaka. E também fiz um desabafo de desagrado quando vi aquilo, como qualquer outro sportinguista que fez aquilo. Compreendo os assobios de chamada de atenção naquele momento, e também acho que o Mané se esforçou mais a partir daí - o problema é que algumas pessoas continuaram a assobiá-lo sempre que alguma coisa não lhe saía bem.

      O Tanaka é de facto um jogador discreto mas muito generoso para a equipa. Fiquei com a sensação que não é jogador para estar sozinho na frente, pelo que não passará por ele a substituição de Slimani em caso de necessidade.

      Um abraço.

      Eliminar
  2. jogo tranquilo

    um dupla de centrais a rever num jogo com mais trabalho

    entretanto tenho uma duvida: há uns 2 ou3 anos existiu uma polémica com 2 jogadores do porto( se não me engano o abdoulaye e o sebá) que tinham jogado pela equipa b do porto num jogo e depois jogado para a taça da liga pela equipa principal menos de 72 h depois( na altura até se falou numa diferença de 15 minutos para os jogadores terem sido utilizados de forma irregular)

    ora ontem o Podence foi utilizado, mas também o tinha sido na 2f pela equipa b,a minha duivida é se isso é possível um jogador jogar 2 jogos em menos de 72h.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Riga,

      Sim foi. Mas aqui não há problema porque a taça de Portugal não é competição da liga.

      Eliminar
    2. Também fiquei com essa dúvida. Fui ver o regulamento da Taça de Portugal e a única referência que há a equipas B é que não podem participar na competição. Um abraço.

      Eliminar
    3. mestre, tanto que eu já tinha aqui referido que os 2 únicos da equipa b que podiam jogar eram o gauld e o wallison por estarem a cumprir castigo na equipa b e quem tinha sido utilizado, nesse jogo pensei que não podiam jogar, mas provavelmente é como o mike referiu a taça é da fpf e não da liga logo não existe esse problema

      Eliminar
    4. Na equipa que ontem indiquei também colocava apenas a hipótese Wallyson e, eventualmente, Gauld. Precisamente por causa disso. Também fiquei surpreendido quando soube que o Podence estava no banco.

      Eliminar
  3. Quando está muito frio deve-se correr mais pois assim aquece-se mais depressa e constipa-se menos...o Marco Silva tem de dar esta receita aos jogadores....por detrás está o chamado problema de atitude !...

    Mané.Lembro-me perfeitamente quando o Nani começou no Sporting foi muitas vezes brindado por monumentais assobiadelas.Aliás era por vezes um factor de divisão entre os adeptos do Sporting.Vejam o que ele é hoje em dia.Sempre fui contra as assobiadelas em coro primeiro porque não sei assobiar e depois or deixarem de ser actos espontâneos dos adeptos para passar a ser actos estúpidos e orquestrados repetidos várias vezes.

    Um adepto pode fazer uma crítica no jogo,pode sair-lhe uma assobiadela,pode mandar um berro,são momentos do jogo ,mas nada mais do que isso.Que os adeptos do Sporting sejam adultos.

    Aprecio bastante o Mané não só pela sua rapidez mas também pelo seu sentido de oportunidade.Nunca teve os holofotes da CS,discreto lá vai crescendo e fazendo a sua carreira na equipa A do Sporting.De resto o MS que corriga o que há para corrigir.Que Domingo nos dê os 3 pontos e ficará perdoado pelo tribunal de Alvalade 1...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, acredito que o Marco Silva tenha dado indicações para não arriscarem lesões ou cartões. Em condições normais seria uma questão de tempo até o golo aparecer e foi isso que acabou por acontecer. Se algo corresse mal, tinha gente em campo que se começasse a acelerar rapidamente desfazia a defesa do adversário. :)

      Temos que ter paciência com o Mané, o rapaz vale bem mais do que mostrou nos últimos dois jogos. E de certeza que ele é o 1º a ter consciência de que não fez um bom jogo.

      Um abraço.

      Eliminar
  4. Ouvi dizer que as assobiadelas sairam da central. MdC, tiveste lá, o que é que te pareceu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foi da central que saíram os assobios, mas é preciso que se diga que a maior parte das pessoas que foi ao jogo concentrou-se lá (e podem vir de outras bancadas - como eu - o preço dos bilhetes era igual para a central, lateral e superior para quem tem gamebox), ou seja, podem não ser habituais daquela bancada.

      Eliminar
  5. Além do resultado, gostei muito do 11 titular (com excepção de Miguel Lopes... mas temos sempre de ter um Maurício ou Sarr no 11, não é?).
    O 11 mostrou o compromisso e a responsabilidade com que Marco Silva encarou o jogo. E, verdade seja dita, a não vitória em Braga arruma com qualquer ponta de dúvida (que ainda possa haver) relativamente à nossa luta pelo título ou acesso directo à Champions. Por isso, a Taça e o 3º lugar são as nossas metas (e só agora se virou o ano).

    Quanto aos assobios a Mané: inqualificável.

    (mas se até Figo, Barbosa e Nani foram constantemente assobiados, achas que o Mané escaparia? o Cristiano Ronaldo escapou porque esteve cá pouco tempo... faz parte do ADN sportinguista. não há perfeições)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, é verdade, está no ADN de muitos sportinguistas. Não consigo perceber... Um abraço.

      Eliminar
  6. Mestre,

    O Tobias fez um belo jogo. Nota-se que tem escola, bom posicionamento e tempo de entrada à bola. Exibiu grande qualidade no passe longo e não tem medo de ter a bola no pé. A curto prazo será titular, na minha opinião.

    Carrillo está fantástico. Sempre gostei imenso dele (ao contrário do Capel por exemplo). É para renovar!

    De resto, gostei do golo do Montero (importante ter marcado!), do Paulo Oliveira, das entradas do Esgaio e do Podence e das assistências do Tanaka! Preferia ter visto Geraldes em vez de Miguel Lopes.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PM, não acredito que o Tobias jogue contra o Braga (o que se compreenderá, é capaz de ser um desafio demasiado complicado para o lançar), mas espero que não tarde muito. É uma solução de futuro, e não havendo um outro clube da 1ª divisão para o pôr a rodar será um desperdício não apostar nele com alguma consistência ainda esta época.

      Agora, a idade não será desculpa para não jogar mais: Sarr tem a mesma idade e houve muita tolerância para os seus erros.

      Em relação ao Montero, concordo, ainda bem que marcou depois de ter falhado o penálti (que até foi bem colocado).

      Não gostei do jogo que o Miguel Lopes fez. Foi um sinal de confiança para o Geraldes ter sido convocado para este jogo, na minha opinião - um prémio pela boa exibição que fez em Guimarães.

      Um abraço.

      Eliminar