sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Pensamento solto

Aposto um rim em como se o Sporting estivesse em primeiro no campeonato, Marco Silva não seria tão elogiado pela comunicação social...

11 comentários :

  1. É curioso que aquelas notícias do Sporting que não ganha a ninguém acima do 9º lugar; que não consegue fazer uma série de 3 vitórias seguidas; que é raríssimo o jogo em que não sofre golos etc, isso tudo desapareceu do mapa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente, FCS, as críticas eram várias e de repente sumiram todas. Um abraço.

      Eliminar
  2. Gosto mesmo é das ratazanas a sair do esgoto após ano e meio escondidas.

    ResponderEliminar
  3. A questão vai muito para além da competência do Marco Silva, pois apesar de não estar a realizar uma campanha brilhante, não justifica estas manobras sujas para o despedir.

    Penso que será isto o que mais revolta a maioria dos Sportinguistas, pelo menos a mim é. Um presidente que se presta a estes papéis e revela esta pequenez de espírito, não me transmite confiança. Confiança esta que soube conquistar neste ano e meio, para agora levar um grande abalo sem aparente necessidade ou provocação.

    Sim, já sei.. com o Godinho é que era, o JEB é que foi, croquetes, bla bla, etc...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não ouvi uma palavra, má ou boa,vinda de Bruno de Carvalho sobre Marco Silva para além da indirecta no comunicado sobre a equipa de futebol, comunicado esse que era bastante suave. Tudo o resto é conversa de café, poluição de pasquins ou de paineleiros televisivos. Dar crédito a tudo isso diz muito sobre quem o faz.

      Eliminar
  4. Bom pensamento. E bom Blog, parabéns!

    ResponderEliminar
  5. Sou da mesma opinião do Luke. Não se faz, por mais demoniaco que seja marco Silva.
    E Mestre, claro que os elogios eram sempre para MS uma vez que há uma agenda contra BdC. Ou já não há?
    Não há desculpa para isto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Metralha, arranjariam sempre ressalvas ao trabalho do treinador... Um abraço.

      Eliminar