quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Tradições e uma previsão para 2015

Na edição de 31 de dezembro o jornal A Bola relembrou num canto da capa que, conforme é tradição, não publica no dia 1 de janeiro.


Dia 2 há mais, e como A Bola aprecia tanto as suas tradições vou deixar aqui a minha primeira previsão para 2015: a edição de amanhã dará todo o destaque a um certo presidente de um clube lisboeta, dono de um bigode farfalhudo.

Descansem aqueles que estarão preocupados com a minha sanidade mental ao verem a armar-me em novo Zandinga. Não é nenhum exercício sobrenatural, basta olhar para o passado recente:

2 de janeiro de 2014

2 de janeiro de 2013

2 de janeiro de 2012

2 de janeiro de 2010

Compreende-se: nada melhor para o jornal que ter o líder espiritual a dar o mote para o novo ano.

48 comentários :

  1. Respostas
    1. http://postimg.org/image/xdw5c855d/

      Coincidências, certamente. Afinal de contas tem o selo 'Exclusivo A Bola'!

      Eliminar
    2. JPereira, a minha grande curiosidade em relação a este tema é: o que raio aconteceu a Vieira em 2011? :) (A Bola fez uma entrevista a Laurentino Dias, que na altura creio que era Secretário de Estado)

      Eliminar
  2. E sobre o seu clube não comenta? 30% já são da holdimo... Quando as vmoc vencerem o clube perde o controlo da sad! O sobrinho já passou a classe das pessoas honestas? Que mudança nestes dois dias tornam -se honestos o sobrinho e o ricciardi...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com 2 dedos de testa tinhas percebido que este não é um post sobre o benfica...

      Eliminar
    2. E tu b mesmo sem nenhum dedo tinhas percebido que o comentário é sobre os donos da vossa sad. Agora tendo a holdimo 30% da sad e sendo dona da cofina quero ver onde vai ficar a teoria das invenções da cs... Essa malvada que inventa mal estar no Paraíso.

      Eliminar
    3. Costumas andar tão bem informado mas aparentemente andaste distraído quando se anunciou a reestruturação financeira do Sporting e já desde essa altura se sabia que a Holdimo ficaria com uma parte da SAD em troca da percentagem de diversos jogadores do Sporting.

      Agora podes voltar para o galinheiro...

      Eliminar
    4. Agora explica o que é que o teu comentário tem a ver com o post. Basta verem um post com o bigode com orelhas e ficam logo perdidos...

      Eliminar
    5. Sim Nuno, 30% são da Holdimo. Sim, há as VMOCs. E qual é a novidade? Em relação a honestos, o seu presidente tem um historial de processos e dívidas que não o deixam bem posicionado no clube dos honestos, e em termos de acionistas de referência tem lá o José Guilherme, o tal que dá prendas de €14M a banqueiros...

      Eliminar
    6. Não ando bem informado sobre o Sporting... Apenas o que vou vendo em blogs! Então o grande ato de gestão consistiu apenas em transformar dívida em ações? Dívida a holdimo transformada em 30% da sad e dívida aos bancos em vmocs... Foi isso? Dar a sad para pagar dívidas?
      As dívidas do Vieira São dele e ele que as pague! Que % tem esse José Guilherme?

      Eliminar
    7. Não houve nenhum perdão bancário, ao contrário do que os vossos responsáveis andaram para aí a dizer. Esse José Guilherme é o 2º ou 3º maior acionista, creio. Não sei a % que tem (mas não deve ser superior a 10%).

      As dívidas do Vieira são dele, mas a presidência do Benfica é o melhor escudo possível para não ter que as pagar... tão cedo não vai deixar que alguém ocupe o poleiro. Mencionei isto porque falávamos de gente honesta como Ricciardi ou Sobrinho.

      Eliminar
    8. Eu não falei em perdão... Perguntei se a tão elogiada renegociação consistia apenas em trocar dívida por acções? Dar a sad para pagar dívidas? Foi essa a questão. Eu mencionei o ricciardi como exemplo de alguém que era insultado mas agora falou a favor do Bruno e já é sério (não julguei ninguém... Isso é para a justiça) demostrando como s generalidade dos sportinguistas anda tão iludida com o bdc que até mudam a sua opinião sobre as pessoas com o que falam sobre o bdc.

      Eliminar
    9. Nuno, nunca falei bem ou mal de Ricciardi, por isso é uma carapuça que não me serve. Em relação à generalidade dos sportinguistas, não me lembro de ter visto grande elogios a Ricciardi pela entrevista... quanto muito, estranheza.

      Eliminar
  3. Teve piada por acaso o "Benfica Made in Benfica"

    ResponderEliminar
  4. Olha Nuno Martins, pelo menos não andamos iludidos como o Colo Colo que pensa que está a fazer grandes vendas, quando na realidade está a ser vendido, pouco a pouco, a um certo magnata chamado Lin. Quando o Orelhas bazar para o Brasil, com tudo o que roubou ao vosso clube (sim, como é que um empresário do seu "calibre" chegou de repente a ser um dos homens mais ricos do país?) ai é que a porca, neste caso, a águia vai torcer o rabo!
    És um iludido, quando pensas que são uns quantos títulos que garantem o futuro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vendida está a sad do vosso clube que com estes 30% mais as vmoc vão deixar de a controlar... Vai te iludindo que o Benfica é que está mal.

      Eliminar
    2. Nuno, as VMOCs vencem em 2025. O clube tem 10 anos para preparar esse momento. É difícil mas não impossível.

      Eliminar
    3. Acredita que vão conseguir pagar? Qual o valor das vmoc?

      Eliminar
    4. 80 milhões. Acredito que quando chegar a altura o Sporting paga parte, e converte-se outra parte em dívida.

      Eliminar
    5. 80M? Pela valorização a que converteram a dívida a holdimo esses 80M compram a sad toda e ainda fica dívida por pagar!

      Eliminar
    6. A solução seria um aumento de capital, o que significa que esses €80M somariam ao capital já existente. Não compra as posições de quem já detém ações da SAD.

      Eliminar
    7. Pela valorização atual (20M 30%, logo +\- 70M= 100%) esses 80M num aumento de capital resultavam em mais de 50%...ou estou a fazer mal as contas?

      Eliminar
    8. É suposto ainda entrarem mais investidores (€18M), mas de qualquer forma o Sporting perderia a maioria na SAD - isso é inevitável, se as VMOCs não forem pagas.

      Eliminar
    9. E foi esse o grande ato de gestão?

      Eliminar
  5. Incrível MdC! Muito bem apanhado. Amanhã então lá deve vir o mafioso, de bigode, na capa.

    Bom ano e continuação deste trabalho fantástico! Cá estarei!

    Um abraço,
    Pedro M

    ResponderEliminar
  6. Entrevistado pelo compincha de reunioes, Delgado como e da praxe

    ResponderEliminar
  7. Amanhã se lhe for possível faça mais um post sobre a cs tão inimiga do Sporting que até volta a entrevistar o je (e sobre as declarações deste)... Mas volte a desculpar o bdc pela falta de defesa da um ativo tão importante como um treinador desses ataques.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este agora até já diz quais são os posts que o MdC deve fazer no seu blogue.
      Doente mental...

      Eliminar
    2. Nuno, já fiz mais um post. Contente? :)

      Em relação a Marco Silva, já escrevi o que sinto sobre o assunto em mais do que um post...

      Eliminar
  8. Há gente muito limitada que pensa que os outros são ainda mais limitados que eles. Não percebem, não aprendem, mas fartam-se de cantar. A estupidez é infinita, e passeia-se nos blogs de adeptos de clubes rivais.

    ResponderEliminar
  9. E não é que tinhas razão!?
    Mais uma entrevista a encher a primeira página...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. J., confesso que mal acordei fui ver as primeiras páginas dos jornais... A Bola nunca desilude... :)

      Eliminar
  10. Lol. A capa da bosta hoje...
    tiveste bem Mestre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yazalde, atravessei-me um bocado com esta previsão (já estou a ver as bocas que haveria de receber se falhasse), mas achei que valia o risco... :)

      Eliminar
  11. Ahahaha :) Mto bom!! Qual Zandinga das capas dos jornais, MdC conseguiu prever com exactidão a capa do jornal A Bola :)

    Abraço e bom ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ao contrário de Zandinga, vou acabar já por aqui a minha carreira de vidente. Devemos saber sair das coisas em alta... :) Um abraço.

      Eliminar
  12. LOL! Ocasionalmente venho cá só para me ler das vossas "lagartices" sobre a nossa "lampionice" mas deste vez... tenho de te tirar o chapéu! Post bem apanhado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, RuiG. Fica a promessa de mais "lagartices" sobre a vossa "lampionice" no futuro. :) Um abraço.

      Eliminar
  13. Esta foi bem apanhada MdC.Os lampiões afinal de contas nunca deixam de ser previsiveis !...hahahaha.

    O Nuno anda preocupado com as contas do Sporting...quem na SAD do clube deve 460 milhões e no clube mais de 50 milhões tem razão para andar preocupado com as contas do Sporting!..Já agora que meta mais 600 milhões das contas do padrinho e chega à módica quantia de mais de mil milhões !...é que também que tem o clube em falência técnica devido às suas exelentes perfomances económicas !...hahahahaha preocupa-te com a Holdimo preocupa-te.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, não gosto de ver capital de origem duvidosa no Sporting, mas a verdade é que é um espelho do país em que vivemos. É olhar para a EDP, PT e Galp...

      Eliminar
    2. Na comissão parlamentar houve um deputado do PCP ou do Bloco que enumerou as várias participações em capital que o Álvaro Sobrinho tem em empresas portuguesas incluindo o Sporting.

      Respondeu o Álvaro Sobrinho que não queria ficar com má impressão da comissão parlamentar....continuou dizendo que vem de uma família com muito património,e que é também uma pessoa de negócios.

      A mim não me admira nada que a sua fortuna seja fruto do seu trabalho..ou melhor de alguns trabalhinhos !...O BESA deu para tudo mas só para alguns incluindo essa personagem.

      Eliminar
    3. Preocupado não é a expressão correta... Divertido! Um ato de gestão tão elogiado consiste em trocar dívida por acções? Você mistura dívida do clube da sad do lfv... Como se fosse tudo igual... Em falência técnica está o meu e o teu, mas um está por 10M o outro por 150M. Dá para perceber a diferença?

      Eliminar
    4. Depois da reestruturação o clube deve sair da falência técnica ou ficar lá perto.

      Eliminar