quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

O afastamento de Jefferson da equipa

Tanto quanto tive oportunidade de ler, existem três versões contraditórias a circular: uma de fonte presumivelmente ligada ao jogador, que diz que Jefferson se dirigiu ao presidente de forma correta e que foi recebido com agressividade; outra presumivelmente ligada ao presidente, que refere que o jogador entrou intempestivamente na sala onde estava Bruno de Carvalho e acusando-o de ser mentiroso; e ainda uma terceira, que indica que a conversa começou de forma calma e foi subindo de tom gradualmente.

Não sabendo qual das versões é a verdadeira, a única conclusão que posso tirar disto tudo com toda a certeza é que o principal prejudicado é o clube - ainda mais porque este episódio acontece numa semana em que teremos três jogos fundamentais para o nosso futuro nas competições em que estamos presentes.

Desejo por isso que o caso que se resolva rapidamente. Compreendo a questão do respeito que é devido ao presidente pelos funcionários do clube, percebo a importância de manter uma linha de autoridade, mas lamento que mais uma vez não se tenha encontrado uma punição que não envolva automaticamente o afastamento do jogador do grupo de trabalho. 

Noutros clubes uma questão destas com um jogador importante do plantel seria resolvida rapidamente numa de duas formas: insinuação de que poderia acontecer um acidente na rua envolvendo um esmagamento de rótula, ou oferecer uma melhoria contratual significativa imediatamente ou no final da época. Não tendo nós jagunços para fazerem serviços desse tipo (e ainda bem) ou folga orçamental para aumentar os salários de todos os jogadores que reclamem (o que seria pelas razões erradas), teremos que apostar no bom senso como arma principal de resolução deste tipo de casos.
 
Com certeza que se impunha um processo disciplinar, dando a oportunidade de a frio falar com o empresário, dando espaço para o jogador se retratar da sua atitude, podendo depois resolver-se o caso com uma multa ou com um afastamento posterior numa fase menos fulcral da temporada. Enquanto todo esse processo decorria, o jogador jogava. 

O Sporting é um clube que, pela política desportiva que segue e pelas restrições orçamentais que tem, está muito exposto a situações deste tipo. Não é uma questão dos jogadores do Sporting serem piores profissionais do que os outros - certamente que casos destes acontecem em todos os outros clubes -, mas simplesmente porque temos muitos jogadores que facilmente receberão propostas salariais muito superiores às atuais, e porque temos poucos meios financeiros para, no imediato ou num futuro próximo, irmos ao encontro das aspirações dos jogadores. 

É preciso no entanto referir que acredito que seja terrivelmente complicado encontrar o equilíbrio entre uma abordagem autoritária que desencoraje episódios futuros e uma linha de permissividade que acabe por colocar o poder nas mãos dos jogadores. E não sabendo o que se passou não posso estar a elogiar ou condenar sumariamente Bruno de Carvalho pela decisão que tomou.

Uma última palavra para Jefferson: por que raio é que achou que este seria um bom momento para falar de uma possível transferência para Kiev - que contratou Antunes há quase um mês? Alguém o avisou que se trata de um clube de um país em guerra e cuja moeda desvalorizou 300% ao longo do último ano? Devia era estar totalmente concentrado nos jogos que aí vêm.

29 comentários :

  1. Bom dia, Mestre

    Precisava de entrar em contacto consigo. Há algum e-mail que me possa dar?

    Obrigado e um abraço,

    José

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva José. O mail é donodocirco@gmail.com

      Um abraço.

      Eliminar
  2. "Noutros clubes uma questão destas com um jogador importante do plantel seria resolvida rapidamente numa de duas formas: insinuação de que poderia acontecer um acidente na rua envolvendo um esmagamento de rótula, ou oferecer uma melhoria contratual significativa imediatamente ou no final da época. Não tendo nós jagunços para fazerem serviços desse tipo (e ainda bem) ou folga orçamental para aumentar os salários de todos os jogadores que reclamem (o que seria pelas razões erradas), teremos que apostar no bom senso como arma principal de resolução deste tipo de casos."


    ahahah, lindo.

    MdC, em relação a esta questão, em tudo idêntica à do Rojo e até à do Slimani, aposto que terá o mesmo desfecho, ou seja, pedido de desculpas por parte do jogador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho dúvidas que acabará com um pedido de desculpas, Yazalde. Espero é que venha a tempo dos próximos jogos. Um abraço.

      Eliminar
  3. Inexplicável.

    Na semana do Wolfsburgo e do Porto?

    Antunes foi contratado há um mês pelo Dínamo Kiev. Será que neste período Jefferson e Bruno de Carvalho não se cruzaram? É que o presidente até costuma ir para o banco durante os jogos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É estranhíssimo, kovacevic. O momento escolhido e o motivo do protesto. Um abraço.

      Eliminar
    2. A palavra certa é mesmo "Inexplicável" porque se entrarmos pelo rumo das conjeturas seria certo que nunca mais na vida o Jefferson calçava no SCP .... nem na B!

      Eliminar
  4. Mestre, o post foca todos os pontos essenciais, e na minha opinião abordados correctamente. Casa onde não há pão, e cercada de inimigos por todos os lados, é natural que aconteçam problemas destes. Apesar dos danos inevitáveis (ou melhor, inegáveis), desde que continuem a ser resolvidos a favor do Sporting...

    ResponderEliminar
  5. O Jefferson ou é muito burro ou então esta cena não foi nada inocente e tentou forçar uma situação do estilo "Maçã Podre parte II". Quem perde é ele, o Sporting está muito bem servido de laterais no seu lugar, onde podem jogar o Jonathan, o Miguel Lopes ou o Geraldes.

    ResponderEliminar
  6. A minha questão é: será que em tantas guerras o bdc não tem um pinguinho de culpa em nenhuma? São sempre os outros os culpados?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que tem pá! Já se sabe que o único inocente vítima de folclores é o Kadafi dos pneus condenado por roubo e sócio do porto que depois de falir o Alverca se tornou dos mais ricos de portugal enquanto sextuplicou a dívida do beifica ao mesmo tempo que, em conjunto com o capitão, vos mandava para o crl. Limpinho, limpinho!

      Eliminar
    2. Nuno PAIXÃO martins continuas a ser burro como uma PORTA!

      Eliminar
    3. O BdC tem muita culpa em ter desmascarado o criminoso Luis Mafioso Filipe "Venham para o meu bolso 17M + 600M que os contribuintes pagam" Vieira.

      Bruno de Carvalho: «Filipe Vieira sofre de egocentrismo»
      AUTOR: Álvaro Gonçalves, 2015-02-14 18:34

      Um dia após as declarações de Luís Filipe Vieira, Bruno de Carvalho utilizou o Facebook para responder ao presidente do Benfica. Num longo texto, o líder dos leões acusa, entre outras coisas, o homólogo dos encarnados de sofrer de egocentrismo e de ter andado atrás de si para fazer uma aliança.

      Leia as palavras de Bruno de Carvalho:

      «Ao ser confrontado com a transcrição do ultimo discurso de Luis Filipe Vieira, torna-se impossível ficar calado perante tanta hipocrisia e mentira juntas.

      Estamos a falar de um Presidente que viu uma faixa no Pavilhão da Luz a dizer "verylight 96" acompanhada com os cânticos "amanha há mais" e não reagiu. Um presidente que "se escondeu" num balneário enquanto alguns adeptos do Benfica atiravam engenhos explosivos para cima de sportinguistas e não reagiu. Um presidente para quem a morte de Rui Mendes e a tentativa de assassinar mais alguns adeptos, é algo sem relevância, folclore e que basta assobiar para o lado que passa.

      Luis Filipe Vieira sofre de egocentrismo agudo e quando for grande quer ser o futuro Papa do futebol português. Cada um tem os seus sonhos. O meu desde os 6 anos era ser Presidente do Sporting Clube de Portugal. O sonho de Vieira era alguém lhe pegar, por isso era sócio ao mesmo tempo dos 3 grandes... O Benfica chegou primeiro, apesar do episódio Deco em que como Presidente do Alverca prejudicou o "seu" Benfica em detrimento do "seu" Porto. Assim se justifica que Luis Filipe Vieira nunca poderá de facto gerir o Benfica como primeiro adepto, pela única e simples razão que ele provavelmente é sócio do Porto há mais anos.

      Percebo que não comer e beber pode dar lapsos de memória e esta acaba por ser a única explicação para alguém se esquecer dos "acordos de cavalheiros" que faz, como por exemplo o de não ir para a tribuna. Provavelmente na palavra "cavalheiro" reside o mistério da súbita superstição de ficar no balneário ou das falhas de memória de um indivíduo, que recorde-se, em directo, invadiu um estúdio de televisão aos pontapés e palavrões, e que agora se arroga a chamar arruaceiro a outra pessoa.

      Eliminar
    4. (continua)

      Agora sente-se ultrajado por não ter sido dito o nome do Benfica pelo "speaker" em Alvalade... Quem desliga a luz de um estádio e abre o sistema de rega logo após um jogo para não deixar o adversário comemorar uma vitoria tem um sentido apurado de moralidade...
      Ainda me lembro de Luis Filipe Vieira, mal fui eleito, a pedir várias vezes ao seu amigo da Doyen, Nelio Lucas para me levar a sua casa tomar o pequeno almoço, convite que sempre recusei. De andar a correr atrás de mim na Liga a tentar convencer me a fazer uma aliança consigo e que assim poderíamos ir alternando as vitórias no campeonato, pretensão a que nunca anui. Nas vezes em que a falta de uma resposta positiva minha a essa pseudo aliança o levavam a entrar no meu carro, quando eu não estava presente, tentando convencer o meu motorista das virtudes de uma aliança. Estas são algumas das lembranças que guardo deste senhor.

      Se da cena ridícula de entrar num programa aos pontapés já decorreram largos anos, estas tem apenas um ano...
      Afinal o "trabalho" de imagem que sofreu, ao longo destes anos, foi só de polimento exterior e não de profunda reconversão dos interiores. Foi um trabalho "low cost" sem duvida.

      E só pode ser nesse sentido que Luis Filipe Vieira diz que não fala por facebook e que não coloca processos a benfiquistas. Em primeiro lugar, não fala nem tem facebook porque tem medo de dar a cara às pessoas, tem medo de saber o que pensam, tem medo de ouvir as criticas. Quem sofre de egocentrismo agudo e está ultrapassado, age sempre pela negativa, fugindo ao contacto da realidade e consequentemente fugindo das novas tecnologias.

      Pelo menos aqui é coerente, o seu pânico da utilização das novas tecnologias não e só na vida pessoal e profissional, mas também no futebol, o que pode explicar a sua rejeição da utilização das novas tecnologias para a verdade desportiva.

      Quanto ao processos que não coloca aos benfiquistas, provavelmente será porque nenhuma das graves acusações que lhe são a ele frequentemente dirigidas, não são por si vistas como difamações. Cada um sabe aquilo que faz...

      Este senhor pode ensaiar cem vezes os discursos que lhe fazem, para que a sua narrativa faça algum sentido, mas desengane-se do seu efeito pratico de convencimento de alguém.

      A sua não atitude perante a alusão a morte de Rui Mendes, na faixa no Pavilhão da Luz, e perante a tentativa de assassinato de mais pessoas no jogo em Alvalade, nunca será esquecida por ninguém.

      Eliminar
    5. (continua)

      Assim como não será esquecido por ninguém as suas dividas, os apoios quem tem tido, a clara falta de aposta na formação na sua equipa principal, o facto de ter contratado esta época, por exemplo, no mínimo 3 defesas esquerdos, a sua utilização e obsessão pelos fundos e defesa de todo o mal que eles representam e a incapacidade de demonstrar os sinais de boa gestão e boas práticas do seu projeto.

      É visível o incómodo perante o que foi feito, em apenas dois anos, pela minha direcção a nível de gestão financeira e desportiva ou das propostas e luta pela verdade desportiva que temos levado a cabo sozinhos, ou da condenação imediata em público do ataque a uma carrinha com staff do Benfica nas imediações do Estádio de Alvalade ou da minha presença no funeral de Eusebio demonstrando o meu respeito perante as figuras de real relevo no desporto e da instituição Sport Lisboa e Benfica.

      Quer queiram, quer não, também no futebol, vivemos tempos de mudança. E desenganem- se quem acredita que a protecção das principais instituições do futebol português vão ajudar a disfarçar esta atitude de irresponsabilidade perante os graves factos ocorridos.

      Portugal e os portugueses estão a mudar. Os intocáveis estão a deixar de o ser e alguns com poder que o protegiam tem caído em desgraça. Tudo se sabe e as pessoas já não estão na disposição de olhar para o lado e esquecer.

      Por ultimo, cada vez que Luis Filipe Vieira aparece com estes disparates ridículos, hipócritas, falsos e promotores de ódio, está a fomentar as ameaças de morte que recebo e onde se incluiu a minha família.

      Neste últimos 2 dias, tem sido difícil perceber se recebo mais os parabéns do nascimento da minha filha ou ameaças de morte a mim e a ela por pessoas que se identificam do Benfica. É bom que se perceba de vez, que existem "linhas" que qualquer pessoa de bom senso não ultrapassa, e que tem de ter noção, das consequências das suas palavras e das suas ações.

      Quanto a mim e ao Sporting Clube de Portugal continuaremos a lutar pela mudança profunda no futebol, a lutar contra os hipócritas sem escrúpulos, a lutar sempre a favor da verdade, a lutar contra a violência mas actuando nos momentos certos para antecipar atitudes menos correctas e não deixar alastrar a mesma, a lutar pela legalização de todas as claques como é o caso do Sporting CP, a lutar pela transparência e a lutar pelo "Fair Play”».

      http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=150591

      Eliminar
    6. isso é só ironias... agora vai ser preciso provar!

      Eliminar
    7. Ironia do destino ocorreu nos anos 90, quando o bobby e o tareco do Luis Mafioso Filipe "Venham para o meu bolso 17M + 600M que os contribuintes pagam" Vieira, choravam com os golos e derrotas sofridas contra o fcputas enquanto o kadhafi do pneus festejava com o padrinho "bufas".

      Eliminar
  7. Tony, muito bom comentário. Em Portugal um bandido é um grande Homem, um Homem que fala a verdade é um bandido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ironia do destino, foi o que aconteceu a este adepto do slBosta quando se encontrou com o "desportista exemplar"

      Brutal agressão de Eusébio: «O pior chuto da carreira de Eusébio»

      Estávamos em 12 de Maio de 1967, o Benfica tinha acabado de vencer o Belenenses e sagra-se campeão nacional. Na habitual invasão de campo pacífica e para tentar obter alguma recordação, Artur Glória, adepto benfiquista, levou bem mais do que esperava.

      «Tive medo que Eusébio me tivesse inutilizado para toda a vida» relata Artur Glória, antigo pugilista e na altura treinador de Fernando Sota. «Deixei que me fotografassem o peito, os seus colegas já o fizeram uma quantidade de vezes mas não percebo porquê que ainda não publicaram a fotografia». O bom e velho hábito, bolorento e salazarento, da nossa comunicação social de só publicar aquilo que lhe interessa já vem de longe. «E além disso queria que os meus consócios do Benfica vissem o que Eusébio me fez». Eh... não é bonito, não senhor, mas há imagens que se têm de manter, ou esconder, a todo o custo.

      «O homem fala com indignação, mas os jornais diziam que pedia desculpas públicas a Eusébio» deve ter sido porque o peito dele magoou de forma brutal a chuteira do Eusébio. «Como é que escreveram uma coisa dessas?!... O Eusébio é que me pediu desculpas, ele é que tinha de fazê-lo!» Como é que é? A comunicação social a alterar a verdade dos factos, beneficiando com isso o Benfica? Não acredito!

      «O homem tapa o peito, parece querer esconder a sua grande desilusão. Sofre por pensar que o seu pulmão poderá ter ficado afectado e porque o seu ídolo tem pés de barro que magoam». Finaliza o homem com grande desgosto.

      http://medio-ofensivo.blogspot.pt/2013/07/brutal-agressao-de-eusebio-o-pior-chuto.html

      Eliminar
    2. Muito interessante o adepto referir que os media do fascismo censuraram a fotografia do estado em que ficou após a brutal agressão do eusébio... Não são os lã-piões que tentam vender outra mentira de que o Sporting teria sido o clube protegido do regime fascista... logo eles (slBosta) que durante esse período venceram mais campeonatos que todos os outros clubes juntos...

      Eliminar
  8. "Desejo por isso que o caso que se resolva rapidamente"

    A frase mais recorrente desde que Bruno de Carvalho tomou a presidência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, outro da "oposição".

      No clube deles têm de baixar as orelhas quando o Burro sócio do porto que modificou os estatutos para se perpetuar no poder os manda pro crl. Acabam a fazer "oposição" no Sporting Clube de Portugal.

      Eliminar
  9. Oposição? Deus me livre! Acho que o Bruno Carvalho está a ir muito bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta semana está mal... Podia guardar as piadas para a próxima.

      Eliminar
    2. Mal continuas tu. Já te disse que continuas burro como uma PORTA!

      Eliminar
    3. Já disseste e vais continuar a dizer...

      Eliminar