segunda-feira, 23 de março de 2015

15 faltas cometidas, 6 cartões

1º amarelo, mostrado a Miguel Lopes. Falta dura e desnecessária, sem intenção de jogar a bola. Parece-me correto.



2º amarelo, mostrado a Adrien. No estádio não tive dúvidas que foi mal mostrado. Continuo com a mesma opinião: se isto é amarelo, qualquer lance dividido entre dois jogadores que acabe com um embate de pés ou de pernas deveria ser admoestado. Graças a este cartão, Adrien fica suspenso e não pode jogar em Paços de Ferreira.


3º amarelo, mostrado a Paulo Oliveira. Parece-me bem mostrado.


4º amarelo, mostrado a William Carvalho. Indiscutível.


5º amarelo, o 2º para Paulo Oliveira. Parece-me um amarelo muito forçado.


6º amarelo, mostrado a Carlos Mané. Os dois jogadores levantam o pé, mas Mané é mais rápido e consegue jogar primeiro a bola. Não faz sentido mostrar-se um cartão por isto.


Num jogo que foi disputado sem dureza excessiva e que registou apenas 25 faltas (15 do Sporting e 10 do Guimarães), os 6 cartões mostrados ao Sporting foram um absoluto exagero. 3 foram bem mostrados, outros 3 poderiam ter ficado no bolso do árbitro. O Guimarães viu 3 cartões, e o de Plange também foi exagerado (o facto de cometer penálti não significa necessariamente que tenha que ver amarelo).

No fundo, mais um bom exemplo da praga que tem sido o rigor disciplinar que os árbitros nos dedicam. Somos neste momento a 4ª equipa da liga que mais cartões vermelhos viu: Boavista 11, Setúbal 10, Penafiel 9, Sporting e Gil Vicente 8.

Em amarelos ocupamos uma modesta 8ª posição, com 78 cartões, mas estamos apenas a 5 do 4º classificado. Se os árbitros continuarem com a mão quente acredito que ainda lá chegaremos.

9 comentários :

  1. Eu por acaso concordo com o amarelo do Adrien.
    Não tem nada que entrar a varrer o pé do outro jogador, que foi o que fez.

    ResponderEliminar
  2. Penso que o lance que dá o amarelo ao Adrien, sendo discutível, não é "escandaloso"! Houve disputa de bola, mas entrada impetuosa que origina pisão do francês do Sporting no adversário, corrobora a justificação do castigo.

    ResponderEliminar
  3. Mestre, a ganhar por 4-0, o Paulo Oliveira, não tinha necessidade de arriscar o 2.º amarelo. É aqui é que eu vejo que alguns jogadores acusam falta de maturidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Fernando, devia saber que não se pode pôr a jeito... Infelizmente tem sido demasiado frequente esta época... Um abraço.

      Eliminar
  4. para mim o único mal mostrado é o do mané

    mas igual a este ele já levou outro noutro jogo em alvalade, não me lembro se com o gil vicente se na liga europa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que o Mané levou um amarelo parecido contra o Penafiel, Riga. Um abraço.

      Eliminar
    2. Acho que é um amarelo sujeito ao critério do arbitro e por isso não vou dizer se é ou não, acho que podia ter deixado passar mas tb não me parece mal mostrado.
      Queria apenas deixar um reparo na analise:´
      "Os dois jogadores levantam o pé, mas Mané é mais rápido e consegue jogar primeiro a bola." O jogador do Guimarães levanta o pé dentro das leis de jogo, o Mane entra com a Sola e por isso falta clara do Mané. O ser mais rápido ou não pouco importa mas sim a colocação do pé e o seu ângulo.

      Eliminar
  5. O que mais me choca é a dualidade de critérios. Os apitadores em Alvalade não têm pejo nenhum em prejudicar a equipa da casa. Deve ser do fosso...
    Abraço MdC e SL

    ResponderEliminar
  6. O que mais me choca é a dualidade de critérios. Os apitadores em Alvalade não têm pejo nenhum em prejudicar a equipa da casa. Deve ser do fosso...
    Abraço MdC e SL

    ResponderEliminar