terça-feira, 24 de março de 2015

A Conspiração Contra o Sporting

"A Conspiração Contra a América" é uma obra de ficção de Philip Roth, em que o autor faz um exercício daquilo que poderia ter acontecido se Charles Lindbergh, um forte opositor à entrada dos EUA na guerra e suspeito de ser anti-semita e simpatizante do regime nazi, se tivesse candidatado à presidência dos EUA e ganho as eleições de 1940 - ou seja, numa altura em que os EUA ainda não estavam diretamente envolvidos na II Guerra Mundial - em vez de Franklin Roosevelt.


Como passam dois anos desde as eleições que levaram de Bruno de Carvalho à presidência do Sporting, vou adaptar ao Sporting a ideia do livro acima mencionado, fazendo um exercício (caricaturado e do ponto de vista do protagonista) daquilo que poderia acontecer caso Peyroteo Couceiro tivesse vencido as eleições.

Como o texto é muito longo vou dividi-lo em 3 partes, que serão publicadas ao longo do dia.

(os meus agradecimentos ao @captomente, a ideia surgiu-me por causa de uma conversa que tivemos no Twitter)


Madrugada de 24 de março de 2013

Foi à tangente, mas consegui! Sou o novo presidente do Sporting! A contagem dos votos acabou há minutos no meio de muita tensão, e a minha lista alcançou 47,82% dos votos. Não é uma maioria mas foi suficiente para ganhar, graças aos votos brancos e nulos. Estou exausto, mas está na hora de dar uma palavras de agradecimento aos meus apoiantes. O Dr. Ricciardi, o Carlos Barbosa e o Rui Oliveira e Costa sugerem que faça o meu discurso num lugar um pouco mais recatado, porque já bastou a confusão durante o tempo em que estivémos a aguardar os resultados das recontagens de votos. Acho que vou seguir o conselho deles. Sei que ainda estão muitos sócios lá fora, mas estar a ir agora para o exterior do estádio, com este frio, é meio caminho andado para apanhar uma gripe. E aquilo de que o Sporting menos precisa neste momento é que o seu novo presidente fique de cama logo nos primeiros dias de mandato!


26 de março de 2013

Depois de um dia passado em repouso, estou totalmente restabelecido e pronto para deitar mãos à obra! Primeira tarefa: convencer Jesualdo Ferreira a continuar como treinador principal na próxima época.


27 de março de 2013

A conversa com Jesualdo foi rápida e produtiva. Disse-lhe que é vital para o meu projeto e que é o homem certo no lugar certo. Apesar daquela fachada impenetrável, penso que o comovi com o meu discurso. Aceitou logo que lhe garanti os poderes alargados que pediu para a gestão do futebol.


30 de março de 2013

Não dormi esta noite. Passei os últimos dias a pôr-me a par da situação financeira da SAD. Nunca pensei que fosse tão assustadora. Os salários de janeiro ainda estão por pagar. Não temos dinheiro em caixa e as receitas mais imediatas estão hipotecadas. O Nobre Guedes diz que é normal, que está tudo previsto e que se resolverá tudo assim que reunirmos com a banca. Espero que tenha razão.


10 de abril de 2013

Que alívio! Já há dinheiro para pagar os salários em atraso e para as necessidades de tesouraria dos próximos meses. As negociações com a banca foram duríssimas mas finalmente chegámos a um acordo. Tive que deixar cair a auditoria interna mas, aqui entre nós, não se perde grande coisa. Aquilo só ia dar chatices. De resto, apenas tive que ceder dois lugares da administração da SAD para o BES e BCP. Pagava para ver se o Bruno alguma vez conseguiria um acordo tão bom como este.


21 de abril de 2013

Derrota por 2-0 na Luz. Depois de ganhar em Braga e ao Moreirense, perdi hoje pela primeira vez (como presidente, claro). Fui muito bem recebido pelo Luís Filipe na tribuna. Gente civilizada, sem dúvida. Apesar da derrota, bom jogo da equipa. A arbitragem foi péssima, mas como o Jesualdo já disse que o Capela manchou o trabalho e teve falta de coerência, não vale a pena estar a acrescentar mais nada publicamente. Até parecia mal.


3 de maio de 2013

Está consumada a minha primeira contratação como presidente! Seguindo o parecer do Jesualdo, acionei junto do Beira-Mar a cláusula de opção do Joãozinho por 1 milhão, e assim assegurámos um lateral de muita qualidade para os próximos anos. Há uns dias o Nelson Almeida ofereceu-me o Jefferson, do Estoril, mas recusei. Podia até ser mais barato que o Joãozinho, mas não vou gastar dinheiro num jogador só porque sabe bater livres e cruzar wbolas. Para fazermos assistências já temos o Bruma. Por falar em Bruma, vou reunir-me na próxima semana com ele para fecharmos a renovação - já há um acordo de princípio que o Godinho alinhavou. Em 10 minutos assinamos e fechamos tudo. 


10 de maio de 2013

Por esta é que não esperava. O Bruma não compareceu na reunião. Veio só o tutor dele, que me disse que afinal os €1,2M anuais que tinha combinado com o Godinho já não chegam. Agora quer €2M anuais, 25% do passe e um prémio de assinatura de €1,5M. E ameaça dar o último ano de contrato como nulo, o que significa que pode sair já no final de junho! Como é evidente, tive que ceder às pretensões dele. Não o podia deixar sair a custo zero.


12 de maio de 2013

Inacreditável. Os administradores da SAD nomeados pela banca vetaram as condições de renovação que acertei com o Catió Baldé. Dizem que é muito dinheiro para um miúdo de 18 anos. Telefonei ao Catió para nos reunirmos novamente, tenho que convencê-los a baixarem as exigências.


14 de maio de 2013

Desta vez o Catió veio acompanhado de um advogado chamado Bebiano, que me pareceu uma pessoa razoável e que está genuinamente interessado em arranjar uma boa solução para todas as partes. Bebiano também não cede nas exigências contratuais, mas deu-me a sua garantia pessoal que não divulgarão publicamente que o contrato terminará no final do mês, de forma a que eu possa encontrar um clube comprador do passe. Pode ser que assim ainda o consiga vender por uns milhões. É bem melhor do que ficar de mãos a abanar.


16 de maio de 2013

Que bela surpresa! Logo pela fresca recebi um telefonema do Jorge Nuno, que queria pôr a conversa em dia. Foi uma longa conversa em que falámos de tudo um pouco. A certa altura ele começa a falar nas dificuldades que está a ter para renovar contrato com o Fernando, e pergunta-me se também ando com problemas semelhantes com os meus jogadores. Falámos um bom bocado sobre os dossiers de renovação que temos em aberto. Foi bom conversar com ele sobre este tema. Só nós sabemos o quão difícil é gerir um clube de futebol...


17 de maio de 2013

A conversa telefónica de ontem foi de tal forma agradável que o Jorge Nuno me voltou hoje a telefonar. Disse-me que amanhã vem a Lisboa para uma reunião e perguntou-me se podíamos almoçar juntos. Voltou a falar na renovação do Fernando... como nunca dá ponto sem nó, começo a pensar que quer fazer alguma troca de jogadores connosco. O almoço ficou marcado para o Gambrinus.


18 de maio de 2013

Tal como imaginava, o Jorge Nuno queria mesmo uma troca. Não consegue renovar com o Fernando, e perguntou-me se nós estamos interessados nele. Já estava mesmo a ver que era isso, e atirei com o nome do Bruma para cima da mesa, seria perfeito para os dois clubes. O Jorge Nuno mostrou-se apenas moderadamente interessado, mas continuámos a falar nessa possibilidade. O problema foi quando ele me disse que o Fernando quer €4M de salários por ano... tive logo que lhe dizer que não tínhamos capacidade para isso. Felizmente, o Jorge Nuno tentou arranjar uma solução alternativa para o meu problema e acabou por me oferecer €7,5M pelo Bruma. Fiz-me de difícil por um bocado e sugeri €5M, mas com 25% das mais-valias de uma futura venda. Fechámos negócio, que acaba por ser um mal menor. Já telefonei ao Bebiano a pedir a marcação de uma reunião para dia 21. Espero que não se oponham, começo a ficar com pouco tempo para fechar este dossier.


19 de maio de 2013

Com a vitória em Aveiro concluímos o campeonato em 7º lugar, que é a pior classificação de sempre, e nos deixa de fora das competições europeias na próxima época. Era difícil fazer melhor, atendendo que estávamos em 10º quando peguei na equipa. Para o ano a conversa será outra.


(continua)

6 comentários :

  1. Espectacular !!! A aguardar pelo próximo capitulo eheh

    ResponderEliminar
  2. Muito bem!

    Mas acho que estás a ser meiguinho... até fazes parecer o ZéCouças um pardalito inocente....

    Joazinho!! ah ah ah priceless... do que o Mestre se foi lembrar!! eh eh

    ResponderEliminar
  3. :D ahahaaha Excelente! Adoro o optimismo e inocência desmesurada do Peyroteo Couceiro! ahahahah

    ResponderEliminar
  4. A história do Joaozinho é muito bem recuperada. Penso que Jesualdo tinha um qualquer acordo pessoal na permanencia do jogador, porque nao acredito que ele tenha mesmo pensado que tecnicamente, Joaozinho alguma vez poderia ser titular do Sporting.
    E estou curioso para ver o desfecho da história com o Bruma, o que se passará com Ilori e Dier e outros que tais...

    ResponderEliminar