quarta-feira, 11 de março de 2015

Distribuição de cartões ao longo dos 90 minutos, à 24ª jornada

Distribuição dos cartões amarelos e vermelhos ao longo dos 90 minutos:

Gráfico 1

Gráfico 2


Número de cartões mostrados durante a primeira parte:

Gráfico 3


Quantidade de cartões acumulados por cada equipa e respetivos adversários ao longo dos 90 minutos:

Gráfico 4


Cartões vermelhos:

Gráfico 5


Algumas reflexões sobre os números apresentados:
  • Seja qual for o parâmetro em análise, mantém-se a enorme discrepância entre o Sporting e os outros dois grandes que já se podia constatar há 10 jornadas atrás. 
  • O Sporting é punido com muito mais cartões e começa a vê-los mais cedo (ver gráfico 1). 
  • Os adversários dos três grandes são punidos com um número semelhante de cartões, mas com a diferença de os adversários do Benfica começarem a vê-los bastante mais cedo. Estes números apenas são equilibrados porque os adversários do Benfica recebem menos cartões durante a segunda parte, possivelmente como consequência de já estarem bastante mais condicionados pela atuação disciplinar dos árbitros durante os primeiros 45 minutos (ver gráfico 2). 
  • Os números acumulados no final da primeira parte são bastante significativos (ver gráfico 3).
  • A menor intensidade com que o Sporting joga durante a primeira parte pode explicar uma parte da discrepância, mas está longe de explicar tudo. Quem vê os jogos do Sporting sabe que a tolerância inicial dos árbitros estende-se de forma anormal pela primeira parte fora, sendo muito frequente que sejam jogadores do Sporting os primeiros a serem castigados disciplinarmente.
  • Não existe qualquer explicação racional que sustente a abismal diferença nos cartões vermelhos mostrados nos jogos dos grandes, que não seja a discrepância dos critérios dos árbitros nos jogos de umas e outras equipas (ver gráfico 5). 
  • Os motivos que levam os árbitros a terem critérios distintos (não só nos cartões, mas também em outras situações de jogo críticas) é uma das chaves para perceber a atual diferença pontual que existem entre os três primeiros classificados.

27 comentários :

  1. Os numero deveriam ser claros para todos mas infelizmente não são.

    Excelente análise MdC.

    SL,

    ResponderEliminar
  2. Um certo clube de Lisboa tem ganho quase todos os últimos jogos fora desta maneira. Na 1ª parte há uma hemorragia de cartões para o adversário, muitos deles claramente exagerados, na 2ª parte das duas uma, ou o jogador adversário está sempre condicionado, porque ou opta por não fazer falta por já estar amarelado, e deixa prosseguir um lance de perigo, ou faz falta e acaba expulso. Em qualquer um dos casos a certa equipa de Lisboa fica a ganhar.
    E assim se fazem campeões.

    ResponderEliminar
  3. Mestre já agora, se possível, numa próxima ocasião sugeria confrontar estes números dos cartões com a quantidade de faltas cometidas e sofridas pelos 3 grandes, com a mesma métrica usada neste gráficos. Acho que mais uma vez ia revelar certas tendências.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Vítor, pensei nisso mas depois acabei por me esquecer... :) Obrigado pela sugestão e um abraço.

      Eliminar
    2. O número de faltas cometidas e sofridas vai ser difícil de encontrar... o único dado estatístico disponível é o número de faltas *assinaladas* a favor e contra, fruto da dualidade de critérios...

      Eliminar
    3. É uma grande verdade, João. Os critérios naquilo que se considera ou não falta nunca poderão ser apanhados estatisticamente. Um abraço.

      Eliminar
  4. Mestre, sabes de algum site onde se possa analisar estatisticamente cada jogador. Minutos, Passes Certos e Errados, assistências, golos, cartões etc...

    Muitos sites têm cartões e golos, mas raramente vejo uma BD de passes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço, António. O zerozero tem os minutos, golos e cartões, mas não é 100% fiável - tem alguns erros. O Maisfutebol também tem golos e cartões.

      Passes e assistências é que não se vê em lado nenhum. O squawka.com tem esses números dos clubes portugueses nas competições europeias, mas infelizmente não há nada para a liga portuguesa. Um abraço.

      Eliminar
  5. Excelente post e grande trabalho de analise, pondo a nú algumas tendências do nosso campeonato...digo tendências para não dizer algo mais grosso . Acho que fica demonstrado que há muitas formas de construir campeonatos e campeões da "verdade" . Nem todos os cartões amarelos são iguais . Há uns mais amarelos que outros ! Um amarelo aos 20 minutos é mais amarelo que um aos 75 eheh..Este ano foi assim, mas espero que o alarido que se começa a sentir obrigue a mudanças para o próximo ano. A começar pelo sorteio dos árbitros .... Senão, temos sempre de ficar com a ideia de que apitos há muitos... e nem sempre serão dourados !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ps: No gráfico 3 fica explicado em parte as " grandes reviravoltas jesuítas" ...

      Eliminar
    2. Precisamente, QT. Um jogador que vê um amarelo aos 20 minutos fica obrigatoriamente condicionado em muitas das suas ações. Não pode correr os mesmos riscos. Para além disso o próprio treinador dos amarelados tem que levar isso em consideração ao fazer as primeiras substituições. Um abraço.

      Eliminar
  6. O vulgo "colinho" demonstrado em desenhos.

    Obrigado, Mestre.

    ResponderEliminar
  7. Quando é que vocês se convencem de uma vez por todas, que apesar de serem de um clube grande, deixarem, à cerca de 40 anos, de ser um Grande Clube !

    E que tal formar uma equipa acima do mediano e tentar pô-los a jogar futebol !?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JJ, és tu?

      Utilizando a tua linguagem: Mas quem seres tu para dizeres o que sêra ou não um Grande Clube?

      Há cada presunçoso...

      Eliminar
    2. Recordando o primeiro título do carnide...
      O primeiro título nacional do slBosta foi extorquido ao Barreirense:
      http://www.fcbarreirense.com/index.php?option=com_content&task=view&id=2274&Itemid=111

      Eliminar
  8. Mas quantos destes cartões é que foram mostrados injustamente?

    ResponderEliminar
  9. Outra estatística: houve um ano em que o Sporting foi campeão beneficiando de 17 penalties. Basta olhar para os números e dizer que o Sporting foi beneficiado pela arbitragem ou é preciso ir ver se foram bem assinalados?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia dizer algo do género.
      Apesar de ser do Benfica tem coisas que gosto de ler neste site, é sempre bom uma pessoa estar informada e ter uma versão diferente da sua. No entanto este não fui um desses momentos. Meter números sem outro tipo de analise (que seria difícil e subjectiva) é apenas isso números que nada dizem.
      E o exemplo dado é muito bom. O Benfica tem 3 penaltis e vai em primeiro. Nesse campeonato o Sporting teve 16 um numero bem fora do comum. Vou por isso assumir automaticamente que o Sporting ganhou devido aos árbitros.
      Gostava de perguntar ao autor se é correcta esta ordem de pensamento.
      Um abraço.

      Eliminar
  10. Nesse ano o Sporting ganhou porque foi melhor e também empatou os dois jogos com o Benfica, provavelmente houve alguns penalties, que não foram bem assinalados, tal como alguns amarelos e vermelhos nos jogos do Benfica. Mas isso agora não interressa, este ano o Benfica têm mais 15 golos que o Sporting e menos 11 sofridos, será que foi só devido a jogar contra 10?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, ajuda jogar contra 10 e ajuda não ter que jogar com 10. Assim de repente, sem fazer um grande esforço de memória, foram perdoadas expulsões claras (por vermelho direto ou por acumulação de amarelos) a Enzo (Moreirense), Samaris (Arouca), Enzo (Estoril) e Talisca (Marítimo) em momentos em que o resultado estava perfeitamente em aberto e, em alguns casos com imenso tempo por jogar.

      O que é que têm para apresentar? Uma expulsão, do Talisca, a pedido, a 2 minutos do fim quando o resultado estava em 4-0.

      Eliminar
    2. No jogo em Braga três jogadores do Braga deviam ter sido expulsos, Santos,Danilo e Ruben Michael...só num jogo em que perdemos, já agora no jogo em Arouca Bruno Amaro, devia ter sido expulso também e se quiser podemos falar de mais, até de jogadores do Sporting , mas acho que é conversa de crianças, o melhor é fazer uma petição, ah pois já fizeram, a próxima será não vale bujas para os jogadores do Benfica...;)

      Eliminar
    3. No jogo com o Arouca em casa e não em Arouca, em Arouca acho que foram dois penalties... Mas isso não influenciou o resultado....

      Eliminar
    4. Sim, contra o Braga concordo que tiveram razões de queixa. E neste último com o Arouca também. Mas ficamos por aí... :)

      Eliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar