terça-feira, 17 de março de 2015

Eu, correligionário romântico, me confesso...

Esta "confissão" vem a propósito de mais um momento característico de Rui Oliveira e Costa no Trio d' Ataque... <suspiro>


Que diga que o 3º lugar no campeonato está mais seguro que a vitória na Taça de Portugal, é perfeitamente aceitável. Não estamos livres de uma eventual surpresa, já que basta um golo sem resposta para sermos eliminados, e depois provavelmente teremos que defrontar o Braga, que é sempre um adversário complicado. Por outro lado, os 7 pontos de avanço que temos e o facto de ainda irmos receber o 4º classificado em casa colocam-nos numa posição privilegiada para garantir o apuramento para o playoff da Champions.

Dizer que o Nacional é tão perigoso fora como em casa, bem, aí já não estamos de acordo. Basta olhar para o histórico dos confrontos em Alvalade e na Choupana. Mas de qualquer forma fica sempre bem demonstrar respeito pelo adversário. 

Agora: dizer que o 3º lugar é mais importante para a época do que a vitória na Taça de Portugal, é de quem tem as prioridades um pouco baralhadas. "Uma hipótese de acesso à Liga dos Campeões é outra coisa", diz o iluminado comentador. E a forma como o diz, com um ar de superioridade de alguém que se considera parte de uma casta superior de sportinguistas, referindo-se com paternalismo ao "adepto" que quer fazer uma festa, ir para o Marquês e pôr o caneco lá no museu, dá-me vómitos. Sinceramente.  

Sendo assim, eu, que me preocupo bastante com o estado das finanças do nosso clube, que imagino o esforço titânico que a direção tem feito para formar uma equipa competitiva com todas as restrições e obstáculos externos que se conhecem, que sei o peso que uma presença na Liga dos Campeões tem nas receitas anuais, que me julgo capaz de olhar para a vida do Sporting com alguma dose de racionalidade, me confesso: sou um desses correligionários românticos que acha que a Taça de Portugal é mais importante que um 3º lugar no campeonato. 

Não que seja obrigado a escolher, atenção. Oliveira e Costa acaba a sua intervenção dizendo que não são incompatíveis, mas devia ter começado e acabado a sua intervenção dizendo que são as duas completamente compatíveis - porque temos equipa para as alcançar - e fundamentais, cada qual para a sua área: uma que alimenta os cofres da SAD e outra que alimenta a alma do clube e dos seus sócios e adeptos.

Mas falar do museu com desprezo é não compreender aquilo que é um clube desportivo. Os milhões da Champions são importantes, mas se não nos qualificarmos não será nenhum cataclismo: reduz-se o orçamento, vende-se um jogador a mais, e coloca-se outro no seu lugar. Problema resolvido. Um jogador vendido substitui-se, mas uma Taça de Portugal perdida nunca mais se recuperará. Tanto ou mais do que dinheiro, o Sporting precisa de vitórias, de alegrias, de auto-estima, de retribuir a paixão que os seus milhões de adeptos têm dado incondicionalmente durante estes anos tão complicados. E porque também se cresce ganhando. Aliás, ganhar é a melhor e mais rápida forma de fazer crescer uma equipa e um clube. E estando a 180 minutos de o conseguir, teremos que perseguir esse objetivo com toda a nossa força e determinação.

Quanto a Rui Oliveira e Costa, se as barras verdes dos relatórios e contas são o realmente o que o faz vibrar, que arranje uma equipa no Global Management Challenge e nos dispense da sua presença semanal na televisão. Vai certamente divertir-se muito mais, porque esta porra da bola que entra ou não entra e dos patetas que sofrem com as vitórias e derrotas não são dignas de uma figura do seu estatuto.

28 comentários :

  1. Mestre, enquanto este artista regurgita, o nosso "Pogba" é nosso outra vez (redundância propositada). Romantismos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um desfecho giro para essa novela, Noureddine04. Não sei se vai dar jogador para a equipa principal, mas vale pelos sapos que muitos têm que engolir... :) Um abraço.

      Eliminar
  2. Mas vocês contam 3o lugares como títulos por isso podem fazer um troféu de 3o e por no museu.
    Há uns dias também festejaram mais um vice campeonato... O Benfica lá teve de ser o campeão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viu o jogo?

      Ou é daqueles lampiões que só sabe que tem a modalidade quando ela ganha ao Sporting?

      Não está sozinho: o anti-Sporting é o maior clube nacional.

      Eliminar
    2. Para saber é preciso ver? Também não vi o salto do Nelson Évora... Também não vi a final da taça dos campeões europeus de hóquei feminina.

      Eliminar
    3. Não vistes porque passas aqui o dia ....

      Eliminar
  3. Mais um espectáculo triste do "sr voz entramelada" . Será que ninguem do seu circilo se chega ao ouvido e sussurra : Não tens vergonha de envergonhar o teu clube ?
    ps: tenho pena da cadeira do Gobern...tadinha ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O clube que ele envergonha é o Sporting, no entanto o clube dele é o porto.

      Eliminar
  4. Mais do que dinheiro, precisamos é de títulos. Esse é o sentimento de todos os Sportinguistas. Menos um. Eu sei que o ROC já viu muitos títulos, mas os Sportinguistas mais novos não viram assim tantos. Dizer isso é não perceber o que é o Sporting Clube de Portugal.
    Se é dinheiro que ele quer, vá ao Totta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há uns dias, tive uma mini-argumenação com um conhecido jornalista desportivo não sportinguista, via twitter .

      Dizia ele que os sportinguistas iam ser benfiquistas e portistas em jogos contra o Braga.
      Eu retorqui que um sportinguista é sempre sportinguista. Não torce por mais ninguém. Perguntou-me se então o quarto lugar era melhor que o terceiro. Expliquei-lhe que um verdadeiro sportinguista apoia que o clube vá sempre para ganhar, e que tenha sempre que se bastar a si próprio. Depois, do que o Sporting faça, obtém o lugar que merece.

      Eliminar
  5. Caro Mestre,
    Concordo com o post, em 1º lugar porque os objectivos não são incompatíveis, em 2º lugar porque o terceiro lugar não dá acesso directo à LC e por último porque sempre tive um carinho especial pela Taça de Portugal, mesmo nos anos em que estive desterrado na Madeira e não podia ir ao Jamor, recordando com especial agrado as duas batatas do Tiui que nos deram a última Taça que celebrei no meio de muitos adeptos do SCP no Funchal.

    Não querendo pôr em causa o romantismo, se as "conquistas" fossem mutuamente exclusivas, entre a Taça e o 2º lugar com acesso directo à LC, a opção seria a mesma???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perdoe que me intrometa na conversa...

      São sudokus que pouco importam. Não descartamos objectivos.

      Não poupamos nas competições europeias para ganhar a Taça da Liga.

      Vamos a todo o lado para fazer o melhor possível, que é ganhar. Somos o Sporting Clube de Portugal. Ponto final.

      Eliminar
    2. Tugarão, qual foi o valor total dos proveitos operacionais na época de 1994/95? E que título conquistámos nessa época? ;)

      Romantismo seria se eu dissesse para poupar uma equipa inteira num jogo do campeonato para colocar as fichas todas nos jogos que faltam na Taça de Portugal. Como é evidente, ninguém quer isso. Pode e deve haver gestão do plantel, mas teremos sempre a obrigação de conseguir o 3º lugar no campeonato e a vitória na taça.

      Um abraço.

      Eliminar
    3. Note-se que coloco o campeonato e Taça de Portugal acima da Liga Europa e da Taça da Liga. A Liga Europa é uma prova demasiado desgastante que afeta muito o campeonato. A Taça da Liga simplesmente não dá qualquer prestígio.

      Eliminar
  6. Realmente não entendo como este senhor anda a saltitar de estação em estação. Revela um total desconhecimento do jogo e dos nomes dos jogadores da própria equipa. Nunca me hei-de esquecer daquela do Chapel... É embaraçoso. Quando estava no dia seguinte mais pena metia, ao ponto de nem sequer se aperceber da condescendência com que os opositores de painel o chegavam a brindar. Mas o que esperam?Sabem bem quem controla tudo o que é comunicação sobre desporto neste país. É uma vergonha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só pode ter grandes amizades, PodeSerOFerreira... está há mais de 10 anos nisto, sempre mal preparado, sempre a fazer figuras tristes... Um abraço.

      Eliminar
  7. O próprio Guilherme Aguiar totalmente condicionado quando era candidato a uma autarquia pelo PSD enojou-me.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não reparei, mas não me admira nada. Se lhe dissessem que ganhava as eleições se cantasse o hino do Benfica e do Sporting em direto no Dia Seguinte, era bem capaz de o fazer... :)

      Eliminar
  8. Independentemente do que este palerma diz, há 1 coisa que os verdadeiros Sportinguistas não se devem esquecer, a vitória na Taça de Portugal seria muito importante por várias razões, mas há uma mais importante do que as outras, o nosso Presidente precisa de começar a ganhar títulos para cada vez mais se afirmar como Presidente de todos os Sportinguistas e para se sentir mais cómoda nas lutas que tem travado e por mim trocava a ida à Champions por uma vitória na Taça. Quanto ao ROC, recuso-me a vêr qualquer programa onde esse idiota esteja presente, aliás, gostava de saber quais os critérios da RTP para convidar esse escroque como comentador do Sporting, quando a maioria dos adeptos não se revê nesse Bêbado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente RP, os títulos dão estabilidade. E no estado em que o Sporting se encontra, com pouca folga financeira, rodeado de inimigos e ainda dividido internamente, isso é algo que é fundamental. Um abraço.

      Eliminar
  9. Só um idiota com um Sportinguismo débil coloca a hipótese, mesmo académica, de 'uma coisa ou outra'. Só um idiota com um Sportinguismo débil não reconhece que a História do Sporting se fez de títulos, não de 2ºs e 3ºs lugares. Só um idiota com um Sportinguismo débil não percebe a importância de um título para o Sporting de hoje. Mas não é só por esta tirada que o ROC demonstra ser um idiota. De Sportinguismo débil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não aprendeu nada com os tempos de SF e PB, Férenc... Um abraço.

      Eliminar
  10. Eu como não vejo estes programas, já não via o gobern há algum tempo. O homem qualquer dia rebenta. Parece que come um porco por cada jogador expulso em jogos do benfas e dá nisto! A sério, ele consegue estar a meio metro da mesa e estar lá encostado ao mesmo tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A massa corporal dele interessa-me zero mas a desonestidade intelectual e chocante

      Eliminar
  11. Mestre, o homem estava sóbrio, se estava é mais grave. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernando, parecia sóbrio. Pelo menos a língua não se enrolava e falava sem gesticular demasiado as mãos e sem abanar o tronco. :) Um abraço.

      Eliminar