sábado, 28 de março de 2015

Experiência de uma vida

Vídeo da SAPO. Link original: AQUI

Se há coisa de 20 e poucos anos me dissessem que poderia ter a oportunidade de treinar com Balakov, Figo, Paulo Sousa, Juskowiak, Valckx e companhia, daria de bom grado um rim se isso me ajudasse a concretizar essa possibilidade. Hoje já não chegaria a esse ponto. Com os quarenta anos a acenarem-me de uma distância cada vez mais curta, o valor que dou aos meus rins subiu exponencialmente - pois com o passar dos anos ganhei outro respeito à sabedoria do engenheiro genético que desenhou o organismo humano: se ele decidiu dotar-nos de uma redundância destas no sistema urinário, por algum motivo válido será.

A juventude já lá vai, mas o sonho que tenho de um dia jogar ao lado dos jogadores que envergam a verde e branca é algo que provavelmente nunca desaparecerá. Como tal, achei maravilhosa a iniciativa do Sporting em proporcionar a possibilidade a 3 adeptos de treinar com a equipa principal. Não fui eu que estive lá, mas senti o sonho parcialmente realizado por interpostas pessoas. E acredito que a esmagadora maioria dos sportinguistas sentiu exatamente o mesmo que eu.

Na época passada, tivemos em Alvalade uma partida da liga em que os jogadores subiram ao relvado envergando nas costas o nome de sócios anónimos, em vez dos seus próprios nomes. Ontem tivemos isto. Duas simples mas originais ações que se enquadram em toda uma política que tem como objetivo aproximar o clube aos adeptos. Política essa que está na base de uma nova  presença nas redes sociais em que a interação é a palavra de ordem, na preocupação em manter os sportinguistas constantemente informados, e na ampliação das vias de comunicação com os adeptos - nomeadamente através da reformulação do jornal e da abertura da Sporting TV. Numa altura em que os sócios e adeptos do futebol em geral são encarados sobretudo como clientes e como uma fonte de receitas, é refrescante ver o Sporting a inovar na relação com os sportinguistas tratando-os acima de tudo como... sportinguistas. Refrescante e lógico, porque é isso que todos somos em primeiro lugar.

7 comentários :

  1. 4 mil ?!
    Num treino ?!
    Numa sexta?!

    E ainda há quem diga que não temos assistência ?!?

    Alguma coisa está a afastar os SCPguistas de Alvalade nos jogos..... preço ?! Horário ?!?
    Não será com certeza os próprios SCPguistas, se vão 4 mil a um treino, que não é início da época (aí há fome de bola, há os novos para ver, ...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, há potencial para metermos mais gente no estádio. O horário de certeza que afasta muitas pessoas. O preço duvido, há categorias de bilhetes para todas as carteiras. Mas acima de tudo é uma questão de incutir o hábito de os sportinguistas irem a Alvalade. O pavilhão será uma boa ferramenta para ajudar. Um abraço.

      Eliminar
  2. A diferença entre um clube que respeita os seus sócios e adeptos, e outro que cobra centenas de euros por "red photos" de interacções e actividades com "os teus jogadores favoritos"... http://redphoto.slbenfica.pt/produtos/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhecia isso, JMF... Que coisa mais artificial... Um abraço.

      Eliminar
  3. Só não me chamaram a mim, porque depois me iam pedir para assinar e eu sou um gajo muito ocupado, eheh! Excelente ideia! Vamos ver quantos dias demora até ser copiada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz que há para aí um clube muito atento às nossas iniciativas, Jorge... :) Um abraço.

      Eliminar
  4. Treinar com o plantel actual já me faria sentir realizado. Treinar com Balakov e Valckx? Acho que cortava os pulsos logo a seguir, porque a partir daí ia ser sempre downhill :)

    ResponderEliminar