quarta-feira, 8 de abril de 2015

Rumo ao Jamor!

Este é um daqueles jogos em que não podemos falhar. A equipa tem que o encarar como um dos jogos mais importantes da época - porque é mesmo disso que se trata. 

Vai ser preciso muita cabeça fria: a nomeação de Hugo Miguel - o árbitro mais permissivo em Portugal - é um convite às ceifadelas dos Zainadines, pelo que é melhor que os jogadores já estejam a contar com isso. É mais provável que Hugo Miguel mostre um cartão por protestos (ouviste, Nani?) do que por uma entrada de sola ao escroto de um jogador. 

Também teremos que jogar totalmente concentrados: não é dia para repetir o festival do desperdício que organizámos em Paços de Ferreira. E, por favor, cuidem bem da bola. O que o Nacional mais agradece é que lhes entreguemos o esférico em momentos em que a nossa equipa estiver desequilibrada à procura do golo. Nada de facilitismos. O Nacional não é um Chelsea, mas merece respeito. Estamos em vantagem na eliminatória mas basta um percalço para deitar tudo a perder.

E há que ter paciência se as coisas não ficarem resolvidas rapidamente. Quer os jogadores, quer todos nós na bancada.

Não me passa pela cabeça que não passemos à final. Os jogadores compreendem o que está em causa esta noite e, à imagem do que tem acontecido nos jogos mais importantes, estou perfeitamente convencido que saberão responder em conformidade.

Vamos rapazes!

#RumoAoJamor



12 comentários :

  1. Nem peço muito, loucas correrias, grandes exibições , ou goleadas....
    .Basta me controle do adversário, controle emocional , controle jogo ... depois disto, o que vier é bom !

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Hoje ou ganhamos ou ganhamos ! Maça-me o tempo.

    ResponderEliminar
  4. Jogar bem e ganhar com tranquilidade é isso que quero. Estou pronto, pode começar o jogo. Sporting até morrer!

    ResponderEliminar
  5. Também trocava o M. Lopes pelo Cédric, simplesmente porque têm níveis similares e houve jogo no fim-de-semana.

    Não entendam mal o que vou dizer, mas estou tranquilo, em competições caseiras apenas perdemos no Dragão e em Guimarães, logo perder hoje ou empatar com tantos golos era preciso algo de muito estranho acontecer, e se tal acontecesse era sinal que não eramos dignos de pisar o Jamor, portanto, sinceramente, acho que hoje temos de jogar o normal com a motivação acrescida que o jogo dá uma final, o grande jogo, esse terá de ser no Jamor.

    ResponderEliminar
  6. As usually são raros os jogos do Sporting que vejo com total confiança e descansado.Sendo assim será um jogo para sofrer,quero dizer mais um este com a agravante de dar mais uma final da taça de Portugal.

    ResponderEliminar
  7. É claro que o burro do caralho do João Mário em Paços de Ferreira queria fazer um chapéu e meteu a bola no jogador do Paços que depois fez golo,agora quis fazer mais um chapéu mas azar o dele meteu a bola por cima da baliza.Ele não quer fazer chapeús para a ;########

    Passa a bola Nani vai ser egoísta para o ######## .

    Estou a ver isto muito negro e quando até o Slimani falha golos sózinho então parece-me que vamos ficar pelo caminho.

    ResponderEliminar
  8. Obrigado Sporting! Não estávamos a jogar contra cadeiras..... Jogo muito difícil, pois ao mínimo erro o jogo se complicava. Fomos melhores e ESTAMOS NO JAMOR!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, Carlos. Não foi bonito mas controlámos o jogo e merecemos a qualificação para a final. Um abraço.

      Eliminar
  9. Valeu pelo resultado o que é muito importante mas também temos a certeza de uma coisa é que o Marco Silva tem muito trabalho pela frente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. King Lion, há que preparar psicologicamente a equipa para não acusar tanta ansiedade na final. Contra o Braga teremos que ser melhores do que hoje. Mas desfrutemos agora da vitória. Um abraço.

      Eliminar