sexta-feira, 3 de abril de 2015

Um conto de Páscoa

Um dia depois de ter sido anunciado publicamente a realização de um seminário sobre os fundos por iniciativa das ligas portuguesa e espanhola, a liga portuguesa colocou o programa no seu site. Vejam se notam alguma diferença entre a versão oficial (à esquerda) e a versão divulgada pela liga portuguesa, à direita:

(obrigado, @nunovalinhas)

Estando nós na quadra pascal, esta omissão de Nélio por parte da liga de Duque lembra-me um famoso episódio da vida de Jesus Cristo - a Última Ceia e a negação de Pedro - relatado no Envangelho de Mateus, capítulo 26. Estaremos perante algo semelhante, mas com outras personagens, e em que no lugar da Última Ceia temos O Último Seminário?



MATEUS 26 ADAPTADO


1. Tendo Nélio acabado todo este discurso, disse a seus discípulos:
2. Sabeis que de hoje a um mês celebrar-se-á a ilegalização dos fundos, e a Doyen será entregue para ser crucificada.
3. Depois decidiram reunir os principais sacerdotes e os anciãos no Hotel Eurostars Madrid Tower.
19. Eles fizeram como Nélio lhes havia ordenado, e prepararam o seminário.
20. À tarde estava ele sentado à mesa com os doze discípulos.
21. Enquanto comiam os acepipes, declarou Nélio: Em verdade vos digo que um de vós me trairá.
22. Eles, muitíssimo contristados, começaram um por um a perguntar-lhe: Porventura sou eu, Senhor?
23. Ele respondeu: O que põe comigo a mão no palanque, esse é o que me trairá.
26. Estando eles comendo, tomou Nélio o passe de Brahimi e, tendo dado graças, partiu-o e deu aos discípulos, dizendo: Tomai e admirai; este é o meu lucro.
27. Tomando o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; 
28. porque este é o sangue, o sangue da santa aliança, que será derramado a partir de maio.
29. Mas digo-vos que desta hora em diante não beberei mais deste fruto da especulação do mercado.
31. Então lhes disse Nélio: A todos vós serei esta noite uma pedra de tropeço: pois está escrito: 
33. Disse-lhe Duque: Ainda que sejas para todos uma pedra de tropeço, nunca o serás para mim.
34. Declarou-lhe Nélio: Em verdade te digo que esta noite, antes de cantar o galo, três vezes me negarás.
35. Replicou-lhe Duque: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. Todos os discípulos disseram o mesmo.
(...)
69. Entretanto Duque estava sentado fora no pátio; e um poderoso diretor da UEFA, aproximando-se, disse-lhe: Também tu estavas com Nélio o Usurário.
70. Mas ele o negou diante de todos, exclamando: Não sei o que dizes.
71. Saindo para o alpendre, um outro viu-o e disse aos que ali se achavam: Este também estava com Nélio o Usurário.
72. Outra vez Duque o negou com juramento: Não conheço esse homem.
73. Logo depois se aproximaram de Duque os que ali estavam e disseram-lhe: Também tu és certamente um deles, pois até a tua fala o revela.
74. Então começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem. Imediatamente cantou o galo.
75. Duque lembrou-se das palavras que Nélio proferira: Antes de cantar o galo, três vezes me negarás; e saindo dali, chorou amargamente.

16 comentários :

  1. Mestre, muito bom. Já li 2 vezes e não paro de rir.....obrigado por este belo post. A última ceia vai ser um sucesso..... E como vai ser num hotel, vai ser como uma segunda lua de mel para o casal do ano vieira e pinto da costa.

    ResponderEliminar
  2. Todos os dias o Sporting ganha um título.
    Todos os dias o lopetegui fala dos árbitros.
    Todos os dias um blog sportinguista conta uma estória de ficção a explicar o insucesso de todos os dias ganhar um título.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os dias estás aqui a comentar num blog de sportinguistas..... Até na hora que está a jogar o Carnide..... Este deve ser filho do Nélio.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Todos os dias vem o mesmo Trolla pacóvio, e com o complexo do lampião-deslumbrado-com-o-blogue-do-leão, a exibir o escudo de Portugal como se todos não soubessem que foste "campeão nacional" com uma equipa de 11 estrangeiros ao colo de um exército de árbitros-ladrões portugueses.

      Eliminar
  3. É extremamente grave que a Liga decida apoiar os fundos, à revelia de um clube associado da mesma, o Sporting Clube de Portugal. Espero que Bruno de Carvalho processe a Liga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lion King, provavelmente à revelia de muitos outros clubes. Na realidade só vejo benefícios para Benfica, Porto, Braga e Rio Ave... Um abraço.

      Eliminar
    2. O tal clube que não vai a reuniões ou sai a meio das mesmas. Porque razão há-de a liga defender quem a rejeita? Olha não coloquem mais nenhum tijolo no Pavilhão da Doyen, que depois sairá caro a demolição.

      Eliminar
    3. Mestre, concordo. É grave que a Liga tome esta decisão de forma unilateral, penso que não é assim que o futebol português deve ser gerido. A Liga só deveria tomar partido nesta decisão se todos os clubes defendessem os fundos. Se o Porto e o Benfica defendem os fundos então que sejam os dirigentes destes clubes a representarem essas mesmas pretensões! Não pode é ser a Liga a fazê-lo, tendo em conta que um clube constituinte, como é o caso do Sporting, está contra. É um desrespeito grave ao nosso clube e é caso para tribunal!!!

      Eliminar
    4. Ricardo, está mal informado. O Sporting, tal como indicou o seu presidente na entrevista ao Record, tem participado nas reuniões, inclusivé com representantes do seu clube e do Porto. A Liga tem a obrigação de defender todos os clubes que a compõe, uma Liga DOS CLUBES serve para isso mesmo. Não pode defender os interesses de meia-dúzia de clubes, pois não está a cumprir o propósito da sua existência, embora não me espante que isso aconteça, pois tanto o seu presidente como o bufas por alguma razão subornaram Luís Duque, para o o seu sucesso fosse assegurado! Em relação ao pavilhão, já vi que existe muito nervosismo para essa banda de Carnide. Não se preocupe, que o mesmo dentro em breve estará erguido, pois temos muita gente disposta a apoiar a construção. Espero que possa assistir a muitas vitórias do Sporting no Pavilhão João Rocha.

      Eliminar
    5. Existe muito nervosismo? Não, existem 2 pavilhões...

      Eliminar
    6. Mas nenhum chega aos calcanhares da qualidade do nosso futuro pavilhão...

      Eliminar
  4. Este meeting dos "Corleones" do futebol deverá ser o ultimo suspiro de uma época negra para o futebol Europeu mas com epicentro na península ibérica . Mas o tempo não pára e também não volta para trás. E para se certificar disso , a UEFA já tomou as medidas finais para o enterro dos fundos :
    http://www.bbc.com/sport/0/football/32142699
    Por mais que os Mendes desta vida se mexam e estrebuchem...acabou. Foi bom para alguns enquanto durou, mas é finito. Gostava mesmo era de saber a quem pertencem esses fundos !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. QT, resta saber qual o nível de eficácia da legislação que vai entrar em vigor. Os fundos procurarão certamente continuar como financiadores, e se possível mantendo as cláusulas que estabelecem com os clubes na obscuridade. Vamos ver se vai haver algum tipo de controlo para evitar que tudo continue na mesma. Um abraço.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar